sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Gripen para o Brasil

Veja belas imagens dos F-16 portugueses e conheça seu programa de MLU

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-16 FAP - foto Força Aérea Portuguesa

Modernização dos F-16 da FAP, realizada com recursos próprios de Portugal, deverá ser finalizada em meados deste ano

Os caças F-16 da FAP – Força Aérea Portuguesa operam em duas unidades, ambas estacionadas na Base Aérea nº 5 (Monte Real). Uma é a Esquadra 201 “Falcões”, assim renomeada em 4 de outubro de 1993, quando já havia deixado de voar os A-7P Corsair II e iniciado os voos com os F-16 A/B. Desde 2011 os Falcões operam a versão modernizada do caça (MLU).

Outra é a Esquadra 301 – “Jaguares”, que deixou de voar em outubro de 2004 seus Alpha-Jet (utilizados em apoio aéreo aproximado, interdição do campo de batalha e reconhecimento tático) e se reequipou com o F-16 MLU, inicialmente operando na Base Aérea nº 11 (Beja), antes de se transferir para Monte Real.

F-16 FAP - foto 5 Força Aérea Portuguesa

F-16 FAP - foto 4 Força Aérea Portuguesa

Hoje, ambas as unidades têm como missões a luta aérea ofensiva e defensiva e as operações contra alvos de superfície. Seus F-16 MLU são dotados de novo computador de missão modular e radar atualizado para a versão APG-66(V)2, entre outros itens.

Os sistemas modernizados garantem interoperabilidade com parceiros da OTAN, integração de novas armas, deteção de alvos aéreos e terrestres a longa distância, operação em quaisquer condições meteorológicas de dia ou de noite, identificação eletrônica de outras aeronaves, além de integração em redes de gestão do campo de batalha. A motorização é o Pratt-Whitney F100-PW-220E.

F-16 FAP - foto 3 Força Aérea Portuguesa

F-16 FAP - foto 2 Força Aérea Portuguesa

F-16 FAP espetado na Base Aérea 5 - foto Força Aérea Portuguesa

A última imagem logo acima mostra um F-16 “espetado” na Base Aérea nº5. Há um total de 39 caças F-16 no inventário da FAP e, segundo reportagem da RTP veiculada no ano passado (veja vídeo abaixo), o programa de modernização deverá ser finalizado em julho de 2013.

Circulam, já há algum tempo, notícias sobre intenções de se vender parte dos caças, variando entre 9 e 12 exemplares – veja algumas matérias a respeito entre os links mais abaixo.

FONTES / IMAGENS / VÍDEO: FAP e RTP

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Combates Aéreos

Força Aérea Indiana libera imagens do radar do AWACS dos combates de 27 de fevereiro

A Força Aérea Indiana (IAF) liberou imagens das telas de radar do AWACS A-50 Phalcon com as informações de...
- Advertisement -
- Advertisement -