Home História da Aviação Tripulante de AC-130 foi primeira mulher agraciada com medalha de combate na...

Tripulante de AC-130 foi primeira mulher agraciada com medalha de combate na USAF

214
2

030128-O-9999J-026

Menos de 90 dias após o ataque de 11 de setembro às torres gêmeas em Nova Iorque a capitã Allison Black havia pousado no Usbequistão e pouco tempo depois foi enviada para a sua primeira missão de combate sobre o Afeganistão. Designada como navegadora de um AC-130H do 1º Grupo de Operações Especiais, sua missão era estabelecer rotas, manter comunicação com as equipes de solo e identificar alvos na escuridão.

Soldados das forças especiais, munidos de informações passadas pelos guerrilheiros da Aliança do Norte, estavam cavalgando no solo enquanto Black e o resto da tripulação sobrevoavam do alto caso fosse necessária a intervenção.

O Hercules começou a receber fogo antiaéreo de um posição Talibã, mesmo após a destruição de um sítio que continha um lança-foguetes e diversos caminhões. Com a ajuda da Aliança do Norte e do seu general, Abdul Rashid Dostum, eles identificaram uma construção próxima que abrigava mais de 200 Talibãs e soldados da al Qaida.

Conforme as tropas de solo se aproximavam do alvo, a voz de Black emergiu nos rádios dos dos forças especiais. O general da Aliança do Norte não acreditou quando ouviu aquela voz feminina: “Uma mulher, enviada para matar Talibãs.” Black disse que esta foi a coisa mais engraçada que ele havia ouvido na vida.

Após o disparo de mais de 400 projéteis de 40mm e cem de 105mm no alvo, totalizando mais de 200 inimigos mortos, Black rapidamente ficou conhecida como “anjo da morte” pelos seus colegas afegãos.

Black disse que o general afegão entrou na frequência do Talibã e disse ao inimigo: “A América está tão determinada que trouxe suas mulheres para matar os Talibãs. É o “anjo da morte” cuspindo fogo sobre vocês”.

Pelas suas ações, Black foi uma dos seis tripulantes que receberam a primeira medalha de ação em combate da Força Aérea dos EUA (USAF) em uma cerimônia ocorrida em frente ao ‘Air Force Memorial’ em Washington. Ela foi a primeira mulher da USAF a receber tal medalha.”

Desde aquele dia de 2001, Black tornou-se uma navegadora de grande experiência com mais de 1500 horas de voo e 540 horas de combate na Operação Enduring Freedom.

FONTE:
USAF (tradução e edição, Poder Aéreo a partir do original em inglês)

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
cristiano.gr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
cristiano.gr
Visitante
cristiano.gr

E assim pais de família defendendo seu pobre território morreram num triste dia, enquanto americanos endinheirados jogavam seus playstations, faziam filmes de guerra e usavam suas drogas.

cristiano.gr
Visitante
cristiano.gr

E as pessoas acreditando que tudo foi armado por essa gente simplória do deserto e das cavernas.