Phantom iraniano tenta interceptar VANT dos EUA

    475
    10

    Avião não tripulado contava com duas escoltas

     

    Islamic Republic of Iran Air Force (IRIAF)  F-4 Phantom II

    Um caça iraniano tentou interceptar um VANT armado MQ-1 dos Estados Unidos sobre águas internacionais no último dia 12 de março, mas foi desencorajado de executar a tarefa, informou o Pentágono ontem.

    O MQ-1 realizava uma missão de vigilância de rotina classificada sobre as águas no Golfo Pérsico.

    O Irã enviou um caça F-4 Phantom II para interceptar o VANT. “O ponto de maior aproximação entre as duas aeronaves distava 16 milhas”, informou o secretário de imprensa do Pentágono, George Little, em um documento.

    Dois aviões militares dos EUA escoltavam o VANT naquele momento e o jato iraniano abortou a aproximação após alerta verbal.

    Segundo Little, “todas as aeronaves norte-americanas permaneceram voando sobre águas internacionais todo o tempo”.

    Em novembro uma aeronave do Irã disparou contra um VANT dos EUA sobre o Golfo Pérsico. Foram disparados dois mísseis que não atingiram o VANT. Após aquele incidente o governo dos EUA informou ao Irã que tal comportamento era inaceitável. O general Martin E. Dempsey, chefe do Estado-Maior conjunto, informou na época que as forças militares dos EUA continuariam voando missões e que os VANT seriam protegidos.

    FONTE: US DoD (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

    NOTA DO EDITOR: é incrível a capacidade do Irã em manter estas aviões voando. Já se passaram mais de 30 anos desde que os EUA impuseram um embargo militar àquele país do Oriente Médio e ele continua a voar e combater com estas aeronaves.

    Subscribe
    Notify of
    guest
    10 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    HMS TIRELESS
    HMS TIRELESS
    7 anos atrás

    Teria sido fantástico se esse Phantom tivesse se atrevido contra o Predator e por consequência derrubado sobre o Golfo Pérsico. Seria mais um excelente remédio contra a empáfia e agressividade do Estado iraniano e o seu nefando projeto geopolítico.

    Clésio Luiz
    Clésio Luiz
    7 anos atrás

    Sabem porque o Irã mantem essas aeronaves voando esse tempo todo? Simplesmente porque quando eles as compraram, construíram parques de manutenção de causar inveja ao que temos no Brasil. Tem um vídeo da Grumman no Youtube falando das entregas do Tomcats e como eles estavam ajudando a construir os parques de manutenção iranianos.
    Esse é o primeiro vídeo de quatro partes:

    http://www.youtube.com/watch?v=hfbz50gwsRM

    Vader
    7 anos atrás

    Será que não foram os Raptor que interceptaram o F-4? 🙂

    Quanto ao Irã, conheço um país que tem a mesma capacidade em manter aviões de 40 anos voando…

    Tadeu Mendes
    Tadeu Mendes
    7 anos atrás

    Amigos,

    Ate parece um filme. Imaginem todas aquelas reliquias da forca aerea iraniana (F-14, Phantom F-4, F-5, Mirage F-1) partindo para um combate contra os Super Hornets da US. Navy.

    Vai ser um espetaculo inesquecivel.

    Baschera
    Baschera
    7 anos atrás

    Tadeu Mendes,

    PQP….. concordo contigo !

    Ia ser fantástico ver MF-1, F-14 Tom Cat, F-5 e os fumacentos F-4 no ar em combate….. um verdadeiro flash back aéreo….. pois considero todas estas aeronaves como as mais bonitas jamais construídas…..

    Embora as m….. dos seus governantes, o Irã é a única potência industrial do Oriente Médio….. e não é de hoje.

    Sds.

    Baschera
    Baschera
    7 anos atrás

    Clásio,

    Muito bom este vídeo….. mas o melhor é “Part 3” (terceiro vídeo de quatro)…onde se pode ver os F-14 voando, fazendo REVO e outros detalhes…. inclusive se pode notar como era complicado o simples apoio de pista….. imagine-se a manutenção dos F-14 e quanto custava tudo isto.
    Vale a pena assistir ao menos para ver os bichinhos voando com as asas enflexadas….. é fantástico !

    Sds.

    Baschera
    Baschera
    7 anos atrás

    Ops…. é Clésio e não “Clásio”…. desculpe-me !

    Sds.

    Diegolatm
    Diegolatm
    7 anos atrás

    Guilherme Poggio disse:

    A parte masoquista, foi e parece que sempre será realidade Poggio hehehehee

    virgilio
    virgilio
    7 anos atrás

    Poxa então pela logica em relação a força aérea o Brasil é um Ira????