Home Vídeo Última campanha ar-ar dos Mirage F1 do esquadrão ‘Savoie’ do Armée de...

Última campanha ar-ar dos Mirage F1 do esquadrão ‘Savoie’ do Armée de l´air

222
15


Dernière campagne de tir air-air pour les… por armee-de-l_air

FONTE: Sirpa Air

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

como é bonito esse avião…

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Que momento de inspiração da Dassault!!! Que pássaro lindo!!!

Infelizmente, hoje, ele está como o F-106 no início da Década de 80. Um avião potente, robusto e letal, mas que precisa ser retirado de operação.

Eu acredito, desconsiderando os custos, que um Mirage F1-M seja extremamente útil no cenário mundial! Mas aí é opinião de torcedor, pelo que se deveria gastar para elevar ao padrão M, acredito que seria melhor comprar F-16D(esert)…

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Toda vez que vejo o Mirage F1 eu lembro do potencial que o F-104 teria com asas maiores e uma cauda baixa. Mas a obsessão de Kelly Johnson com o desempenho acabou limitando as capacidades do Starfighter, além de tornar sua operação em baixas velocidades uma aventura.

Guilherme Poggio
Reply to  Clésio Luiz
7 anos atrás

Clésio Luiz disse:

Toda vez que vejo o Mirage F1 eu lembro do potencial que o F-104 teria com asas maiores e uma cauda baixa

Caro Clésio Luiz, mas esta era a proposta do CL-200 da Lockheed

http://www.aero-web.org/database/aircraft/getimage.htm?id=11903

Merecidamente ele perdeu onde disputpou. Perdeu para o F-5 na concorência “International Fighter Aircraft” e nem foi classificado para o programa LWF.

Era um projeto antigo, feito com ideias antigas, concorrendo com projetos modernos e soluções inteligentes.

Abrs

jacubao
jacubao
7 anos atrás

Simplesmente lido, magnífico! O mais belo dos mirage, na minha opinião.
Pena que acabou a era desses belos pássros de metal.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Poggio, eu já conhecia ele. Por falar nisso, seria interessante continuar a série de matérias sobre projetos que não saíram do papel, tem muita coisa interessante. O concorrente da Boeing para o projeto LWF (que resultou no F-16), por exemplo, deve surpreender muita gente que não o conhece.

ci_pin_ha
ci_pin_ha
7 anos atrás

Bem que poderíamos comprar os Mirage F-1 jordanianos ou espanhóis e fazermos uma modernização para um padrão baseado nos marroquinos, talvez não seja tão bom quanto o F-16 modernizado e nem tão baratos, mas acredito que os custos de adaptação no F-1 sejam mais baixos, o que importante para um tampão. Além do mais, poderem levar Exocet e Mica. Não sei quantos estão à venda, mais acredito que uns 20 seriam suficientes. O Marrocos gastou 420 milhões de dólares para modernizar 27 Mirage F-1, fazendo continha de padaria, gastaríamos 312 milhões. Por outro lado, poderíamos comprar novíssimos JF-17 Block 2… Read more »

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Clésio Luiz disse: 25 de fevereiro de 2013 às 12:54 Boa! Apoiado! Realmente, o projeto da Boeing para o LFW seria um misto de F-16, com entradas de ar do J-10 e as asas do Gripen e estabilizadores horizontais do Phantom! E alguém lembra do Vought V-1100? Ou do Vought V-1600 ( a versão navalizada do F-16)? E o Vought V-507 Spartion? A proposta da Vought para o F-14! E o P.110? Bah, me emocionei! Se tem uma coisa que gosto de fazer é ler sobre os aviões e propostas que não foram adiante! Tem idéias muitos boas e que… Read more »

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Giordani, é interessante como era fácil/barato fazer projetos nas décadas de 50/60. A quantidade de protótipos, só de caças, chega às dezenas. Eu lembro que só a Dassault fez 2 de decolagem vertical, 2 de geometria variável, um caça convencional bimotor e finalmente o Mirage F1. Tudo durante a década de 60.

Hoje em dia, para acrescentar uma antena num avião são necessários 1000 engenheiros, 5 anos e alguns milhões para fazer o serviço…

Optimus
Optimus
7 anos atrás

Clésio e Giordani, olha as fotos da “criança”

http://www.f-16.net/index.php?name=PNphpBB2&file=viewtopic&p=30416

Optimus
Optimus
7 anos atrás

E por falar em projetos que não foram adiante, houve uma proposta dos EAU para um F-16 “Block70” – praticamente um F-16XL atualizado e remodelado com canards – eu achei Fantástico!

http://www.f-16.net/gallery_item390077.html

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

Sinceramente do jeito que o F-35 está, é melhor a Lockmart tirar a poeira do F-16XL e garantir o leitinho das crianças.
Qnto aos projetos não realizados das décadas de 50/60 e 70, reservem um lugarzinho p/ o XF-103 e um outro, um pouco mais espaçoso, p/ o XF-108.

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Optimus disse:
25 de fevereiro de 2013 às 22:07

Como os requisitos do LFW era para um caça leve e diurno, vejam que a Boeing aboliu o radar, acho que só um diretor de tiro e nada mais! Interessante notar que fora a proposta da Northrop, todos os demais estavam “vibrando” na mesma onda.
Eu acho o YF-17 lindíssimo! Mas se não fosse a insistencia da USAF em contar com uma proposta de dois motores e ele jamais teria saído do papel…talvez o Hornet jamais existísse…

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Optimus disse:
25 de fevereiro de 2013 às 22:36

Que isso? Um “F-16 Raptor???” Mas ficou muito bacana a arte!

Optimus
Optimus
7 anos atrás

Boa lembrança, Maurício. O XF-103 não era um avião, mas um “míssil” com piloto – posso estar enganado – mas creio ser o primeiro projeto com armas internas (em baias), mas que ao contrário de hoje, não era pra diminuir o RCS, mas pra não gerar arrasto… E o XF-108, um dos mais bonitos projetos que nunca saíram; ele era basicamente o Valkirye versão “caça-bombardeio” – muito belo por sinal e ninguém me tira da cabeça que ele acabou sendo o avô do Vigilante e do Tomcat – tendo até algumas semelhanças com eles… Concordo com vc, Giordani a respeito… Read more »