Home Divulgação Consórcio Rafale participa da Semana de Engenharia Aeroespacial da UFMG

Consórcio Rafale participa da Semana de Engenharia Aeroespacial da UFMG

275
2

O curso de Engenharia Aeroespacial da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) promoveu, entre 19 e 23 de novembro, a Semana de Engenharia Aeroespacial da UFMG, no prédio da Escola de Engenharia em Belo Horizonte. O Consórcio Rafale, composto pelos três grupos franceses Dassault Aviation, Snecma (Grupo Safran) e Thales, esteve presente e foi representado pelo engenheiro da Diretoria de Estratégia e Perspectivas da Dassault Aviation, Michel Ravachol, que apresentou os avanços tecnológicos desenvolvidos por estes três grupos na alta tecnologia aeroespacial.

A partir do domínio tecnológico dessas empresas, ele destacou os vários programas aeronáuticos por elas liderados na França e na Europa, e demostrou o impacto destas tecnologias no desempenho da aviação, tanto civil como militar. Graças a investimentos de longo prazo na tecnologia aeronáutica, a França conseguiu desenvolver capacidades avançadas independentes de qualquer outro país.

A palestra ainda destacou as cooperações já existentes entre centros de pesquisa brasileiros e as empresas do Consórcio Rafale, principalmente nas áreas da aerodinâmica e de cálculos de alto desempenho, bem como as perspectivas de cooperações mais avançadas no âmbito de um futuro programa Rafale BR.

Finalmente, ele salientou o potencial da tecnologia aeronáutica para a geração de desdobramentos em outras áreas tecnológicas e apresentou o exemplo da Dassault Systemes, que nasceu da tecnologia da Dassault Aviation, e que é hoje líder mundial dos softwares de desenvolvimento de sistemas, utilizado por todas as indústrias aeronáuticas no mundo.

Sobre o Rafale International

Rafale International é uma joint-venture (G.I.E Groupement d’Intérêt Economique), constituída pela Dassault Aviation, Snecma (Safran Group) e Thales para promover a aeronave de combate Rafale a clientes internacionais. As três empresas são referências mundiais nos setores aeroespacial e de defesa com mais de 135 mil funcionários e um faturamento anual de 28 bilhões de Euros. Mais informações: www.rafale.com.br.

DIVULGAÇÃO: CDN Comunicação Corporativa

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
MarcosLuppusFurius Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
LuppusFurius
Visitante
LuppusFurius

“….independentes de qq. outro país.”
Pierr, Jean não misturem “farinha” com bebedas…..senão a viajem é mutcho Lôka!!!!
Lê Atack dos Pinóquios……….

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Decisão Técnica: após criteriosa análise, FAB considera que Gripen, Super Hornet e Rafale atendem os requisitos e opta pelo Gripen por ser o mais barato e de menor custo operacional;

Decisão Política: embora a FAB tenha optado pelo Gripen, o Governo Federal opta pelo Super Hornet, pois entende que a aquisição dessa aeronave pode estabelecer novos canais de comércio com a maior economia do planeta;

Decisão Ideológica: Governo Federal opta pelo Rafale, mais caro e da maior custo operacional, pois não gosta dos americanos, que fabricam o Super Hornet e tem grande quantidade de componentes no Gripen.