segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

Produção de aeronaves na Segunda Guerra Mundial

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Clique na imagem e compare a quantidade produzida dos principais aviões militares durante a Segunda Guerra Mundial.

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Vale comentar que esse número do Yak-1 é na verdade toda a família que se desenvolveu a partir dele, que incluem, em ordem cronológica, os Yak-7, 9 e 3.

3 aeronaves que estão nessa lista se destacam pelos volumes produzidos, pois não foram projetados visando serem fáceis de construir, são o Spitfire, com 20.00 produzidos, o P-47 com 15.000 e o P-38, com 9.000. Este último, foi feito segundo uma especificação que ditava que seriam produzidas apenas uma centena de unidades, mas acabou sendo produzido aos milhares.

Luis

Nem fala do Ilyushin IL-2/IL-10 Shturmovik, com mais de 36.000 unidade produzidas…era conhecido como ‘Schwarz Tod’, morte negra.

HRotor

Impressionante mesmo é a produção industrial alemã, mesmo sob intenso bombardeio em seu território. “Enquanto esses ataques aéreos contra a Alemanha começaram em 1939, eles realmente não tomaram fôlego até 1943, quando a “ofensiva de bombardeio estratégico” começou. Os bombardeiros quadrimotores jogaram um milhão e meio de toneladas de bombas, enquanto todos os outros aviões (monomotores e bimotores) jogaram outro milhão e cem mil toneladas. Na verdade, houve duas campanhas de bombardeio acontecendo contra as fábricas alemãs, cidades, transportes e forças armadas. Os britânicos jogaram um milhão e duzentas mil toneladas de bombas, a maior parte à noite. Os americanos… Read more »

tiagobap

Nessa lista só tem caças.Deve ser este o motivo do IL-2 não aparecer. Outras faltas que eu senti: B-17, 12,7 mil unidades; B-24, 18 mil; B-29 3,9mil; Lancaster 7,3mil; B-25 9,9mil (dados by wikipedia).

Vader

Impressiona mesmo o número de FW 190 e Bf 109 construídos. Duas excelentes aeronaves que, felizmente, não puderam mudar o jogo em favor da Alemanha. Particularmente não me sentiria bem voando o Bf 109. Quem já viu um de perto sabe porque, rsrs. Além do mais, sou mais um belo e barulhento motorzão radial. 🙂 Agora, o que realmente assombra é a produção industrial americana. Foram pelas minhas contas, só levando em conta os oito caças mais produzidos, exatas 97.535 aeronaves, que distribuídas pelos dois fronts deram a superioridade aérea inconteste aos americanos. Dessas, foram 52.434 quase que exclusivamente contra… Read more »

Ivan

Um detalhe, que não é pequeno, é a impressionante produção de quase 35.000 (trinta e cinco mil) bombardeiros quadrimotores dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, assim distribuídos: * B-24 Liberator ………………18.482 * B-17 Flying Fortress …….12.731 * B-29 Superfortress ………..3.740 Outro detalhe, ainda mais desconcertante, é a produção norte-americana em 1940 e 1941 de aviões de combate: * 1940 = 1.771; * 1941 = 8.395. Finalmente, para ajudar a entender a história, a produção norte-americana de aviões de treinamento ao longo da WWII: 1940 = 1.676; 1941 = 9.294; 1942 = 17.237; 1943 = 20.950; 1944 = 7.936; 1945… Read more »

Ivan

Para uma pequena comparação, a Alemanha nazista produziu cerca de 22.000 (vinte e dois mil) bombardeiros bimotores, que tinham que desempenhar missões táticas e estratégicas. Foram aproximadamente:
* 7.000 (sete mil) Heinkel He 111; e
* 15.000 (quinze mil) Junkers Ju 88.

Só os americanos produziram poucom mais de 21.000 (vinte e um mil) bombardeiros médios (bimotores), entre eles:
* 10.131 B-25 Mitchell; e
* 5.288 B-26 Marauder.

Abç,
Ivan.

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -