Home Indústria Aeronáutica ‘Não sonhe grande, sonhe enorme!’, diz fundador da Embraer

‘Não sonhe grande, sonhe enorme!’, diz fundador da Embraer

253
5

A aviação brasileira não seria o que é hoje se não fosse o sonho de Ozires Silva. Com 20 e poucos anos, na cidade de Bauru, no interior de São Paulo, ele já sonhava em construir aviões no Brasil, afinal, nascera no país natal de Santos Dumont. Desde a década de 1940, Ozires Silva não se conformava com o fato de que, no Aeroclube de Bauru, todos os modelos tinham fabricação internacional.

Formou-se engenheiro no recém-criado ITA e apesar das críticas e dúvidas uma oportunidade de ouro surgiu: conseguiu falar com o presidente da República e o convenceu de que a Embraer era um projeto viável e um sonho possível para o país. Hoje, a companhia fabrica e opera em mais de 90 países, com engenheiros brasileiros. E se a aviação brasileira é referência no mundo todo é por causa do sonho de alguém.

Ozires Silva garante que não basta sonhar grande, tem que sonhar enorme e acreditar sempre. Veja a história de sucesso desse empreendedor:

Palestra na versão completa

FONTE: Yahoo Finanças

5 COMMENTS

  1. E se a Embraer não tivesse sido privatizada, hoje estaria fabricando avião agrícola e o Guia Geniau dizendo “nunca antes na história desse país…”

  2. Aliás, o fato de não termos um túnel de vento como este é que me deixa indignado principalmente quando da propanda feita do tal “Brasil Potência”. Não seria tem o tal túnel de vento que resolveria essa questão mas, que ainda temos um logo caminho a seguir e a distância entre o discurso e a prática é explícita? Acabei de ver uma reportagem da movimentação dos setores do agronegócio que estará fazendo o que for possível para escoar a nossa produção de grãos para 2013, devido aos eternos problemas de infraestrutrura rodoviária, ferroviária e de navegação.

    E por falar em Dassault e megalomania, esta sim que ao querer abraçar todo o processo produtivo/desenvolvimento com o Rafale pode ter colocado muito a perder, ao menos a Embraer não segue este caminho e mesmo assim chamar esta de megalomaníaca ?! E ficarei outra vez indignado quando o os atuais ocupantes do poder irem posar para sair na foto do lançamento do Emb390, justamente os que sempre foram contra sua privatização mas que agora vão querer aproveitar os bons frutos. A não ser que se seja um fracasso é claro ……

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here