segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

‘Fumaça’ no Farol da Barra

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Catiane Magalhães

O farol e a praia da Barra ficaram em segundo plano, neste domingo, 11, quando as atenções e olhares estavam voltados para o céu. Ao longo da orla, do morro do Cristo ou do alto dos prédios, milhares de pessoas assistiram a apresentação do Esquadrão de Demonstração Aérea (EAD), da Força Aérea Brasileira (FAB), mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça.

Durante 40 minutos, o grupo realizou cerca de 55 manobras, entre cruzamentos, loopings e diversos tipos de voltas, impressionando adultos e crianças que foram conferir o espetáculo. A cada voo rasante ou acrobacia mais ousada, os pilotos arrancavam gritos e aplausos da plateia.

Encantada, Camile Vitória Araújo, de 7 anos, presenciou ao vivo o que até então só tinha assistido pela televisão. “É tudo lindo, mas o que eu mais gostei foram os desenhos que eles fazem com a fumaça”, contou, enquanto apontava para uma forma de coração.

Apaixonado por avião, o que impressionou o pequeno Francisco Zancanaro, de 3 anos, foram as aeronaves. Ao todo, eram sete que faziam apresentações individuais e em grupos, voando a uma distância de 70 metros dos obstáculos e a uma velocidade de até 450 km/h.

“Eles andam de cabeça para baixo. Tem hora que parece que vão cair”, disse, sem esconder o entusiasmo. Na impossibilidade de ver mais de perto o avião acrobata, Francisco se conformou com uma miniatura dele, dado pelo seu pai, o turismólogo Camilo Zancanaro.

A apresentação faz parte das comemorações pelos 70 anos da Base Aérea de Salvador. Antes do show, as aeronaves ficaram expostas à visitação durante todo o sábado, 10. Há um ano a Esquadrilha da Fumaça não vinha a Salvador. A última apresentação na capital baiana foi em outubro de 2011, também no céu da Barra.

Criado há 60 anos, o grupo conta atualmente com 11 pilotos e utiliza a aeronave T-27, fabricada no Brasil. Segundo informações da FAB, a Esquadrilha realiza cerca de 100 demonstrações todos os anos.

Trânsito – A expectativa para ver a Esquadrilha da Fumaça era tanta que o trânsito ficou totalmente congestionado na região da Barra e Ondina. Devido ao fluxo intenso, muitos espectadores não conseguiram chegar a tempo e tiveram que se contentar em assistir parte da apresentação de dentro do veículo.

FONTE/FOTO: A Tarde, via Notimp

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -