segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

Ministro Celso Amorim diz que caças virão, mas evita dar detalhes

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O ministro da Defesa, Celso Amorim, disse nesta terça-feira, ao final da cerimônia do dia do aviador, na Base Aérea de Brasília, que “os caças virão”, sinalizando que o Brasil não desistiu de reforçar a sua frota aérea. Mas o ministro não quis precisar nem quando haverá uma decisão sobre o assunto nem sobre que modelo será escolhido para o projeto F-X2. “Não adianta perguntar porque não vou satisfazer esta curiosidade nem sobre quando nem sobre quem. Mas é certo que os caças virão”, disse Amorim, desconversando sobre quando o governo poderá decidir sobre a compra dos novos aviões supersônicos, que vem se arrastando há mais de uma década. “O governo tem procurado dotar a Força Aérea de meios adequados, mas todo mundo pensa só em caças. E eu posso dizer que os caças virão”, reiterou.

Nesta segunda-feira (22), a presidente Dilma Rousseff se encontrou com o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, mas o governo nega que o assunto compra dos aviões militares Rafale, fabricados pela Dassault, tenha entrado na pauta. Em 2010*, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a apontar que o governo escolhera o Rafale, durante visita ao Brasil do ex-presidente Sarkozy, mas depois se viu obrigado a voltar atrás, por causa das pressões da Força Aérea, já que o processo estava em andamento, e das concorrentes norte-americana Boeing e sueca Saab. No momento, o processo está parado, esperando sinalização da presidente Dilma Rousseff.

Na sua fala aos aviadores, o ministro Amorim salientou que aviões patrulha e helicópteros foram comprados e estão fazendo vigilância em nossas fronteiras e no Atlântico Sul, mas reconheceu que o País precisa de “aviões adequados para rechaçar qualquer ameaça ao território”, referindo-se indiretamente aos caças F-X, sem definição ainda para serem adquiridos. Amorim lembrou que o Brasil é um país pacífico, que vive em paz com seus vizinhos, mas que “não pode descuidar da sua defesa”.

A presidente Dilma Rousseff, por sua vez, em sua mensagem à Força Aérea, preferiu também não falar sobre os caças, limitando-se a reiterar o seu compromisso com a Estratégia Nacional de Defesa (END) e genericamente citar o fortalecimento da Força Aérea Brasileira para a realização de sua missão constitucional. Disse ainda que está trabalhando pelo desenvolvimento da indústria de defesa, pelo estímulo à aviação, acrescentando que tem “compromisso com a modernização da infraestrutura portuária brasileira” para “oferecer serviços aéreos à altura das expectativas da sociedade brasileira”.

FONTE: Agência Estado

*NOTA DO EDITOR: o fato ocorreu um ano antes, em 2009.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

25 Comments

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

Celso Amorim deixou de ser Ministro par ser Profeta, talvez Profeta do Apocalipse: o Mundo um dia acabará!!!!

asbueno

“O governo tem procurado dotar a Força Aérea de meios adequados, mas todo mundo pensa só em caças. E eu posso dizer que os caças virão”

Considerando que a caça é o principal segmento da força e, infelizmente, o menos prestigiado e o que conta com meios mais antigos, é uma “surpresa” esta frase. Ou não deveria ser surpresa?

ernaniborges

Sim. Podem me chamar de um louco apaixonado que ainda crê no amor…
Mas, como eu disse, repeti e torno a dizer, o processo nunca esteve parado.
Está demorando mais do que devia, sim.
Mas no fim virá, porque é imprescindível que venham.
E, devaneio ou não, não surpreender-me-ia se no final das contas viessem dois dos finalistas.

Adriano Bucholz

Hum……Agora vão fazer suspense…………. Só pra dizer que a decisão vai ser em 2014!!! rsrs

Marcos

Não há justificativa para tanta demora.
Tem algo estranho nessa história.

Darkman

Está circulando que a Dilma vai conversar com o Putin na Rússia dia 14 Dezembro e que os Sukoi podem estar sendo pretendidos.
Tendo em vista a visita do Sarkosy relâmpago para saber a situação do FX2 entre outros assuntos.
Na altura de todo o processo o Su35 ganhar o Fx2, vai ser uma banana enorme para os concorrentes.
Mas a realidade dessa visita é as anti aereas e helis de ataque para o EB.

Vamos aguardar os acontecimentos.

ernaniborges

Não creio nos SU.
Podem até serem inseridos no processo apenas para forçar uma redução de preços, pois quanto mais concorrentes, maior possibilidade de barganha.

Giordani

Uáaaaa….
Primeiro era o fome zero…depois a crise financeira…depois as eleições…depois novamente a crise financeira…depois as eleições francesas…depois as eleições…depois a crise de novo…depois as eleições americanas…depois a crise financeira de novo…depois as eleições me Zamunda…
Quando o cara acha, bom, agora vai, acabaram-se as desculpas…conseguem inventar outra desculpa! E original!

Que os caças virão, bom, isso até a mãe dinah acerta…só resta saber se virão para a defesa ou pelas mãos do inimigo…

PS.: Esse papinho do Su-30 é só para russo ver, depois de liberado o embargo da carne, o GF vai sofismar os russos…

Ivan

“Mas é certo que os caças virão”

Além disso vai chover este ano e no próximo, assim como fará sol também, haverá gols no brasileirão e em dezembro tem Natal, possivelmente todos os anos…

O FX-2 perdeu a importância para os poderosos de Brasília.

Porque razão?

Sds.,

Baschera

Rebus sic stantibus…… sine die !

Sobre os “russos” já expliquei em outra matéria de onde veio isto…..

Sds.

Nick

Alguém devia pegar o Livro Branco e acertar esse Amorim.

Fala sério, dizer uma coisas dessas justo no Dia do Aviador? Melhor teria sido se nem aparecesse por lá.

No meu entender, a FAB tem que esquecer que existe MD e GF e buscar sua própria solução, dentro do seu orçamento.

[]’s

Observador

Senhores, A decisão já ficou para 2013. E só sai o anúncio se a economia se recuperar. Eu já disse algumas vezes que o FX-2 tem tudo para ser anunciado apenas em 2014, para ser usado como plataforma eleitoral para as eleições presidenciais daquele ano. E isto se chegarem mesmo a ser comprados. O Giordani falou uma coisa muito certa: “Que os caças virão, bom, isso até a mãe dinah acerta…só resta saber se virão para a defesa ou pelas mãos do inimigo…” E eu completo: se não virão para a nossa defesa, certamente um dia virão pela mão do… Read more »

Ricardo Santos

Esse aí, merece o prêmio Alberto Roberto!!

Vader

Ah sim, virão os caças. Assim como virá o fim do mundo Maia. E virá também o Papai Noel. E a segunda vinda de Jesus. E a invasão dos Alien Grey. Esqueçam senhores: o governo do ______já percebeu que não vai conseguir tirar propina nenhuma dos caças da FAB, porque ali ainda tem gente que não se vende por 30 denários. Não virá nada. A FAB que se arrume com algum tampax. Ou que simplesmente aposente seus caças. Afinal, o salário cai na conta do mesmo jeito. Isso o __ não consegue mudar. COMENTÁRIO EDITADO. VADER, COMO JÁ DISSEMOS INÚMERAS… Read more »

Giordani

Eu sou da opinião de que se não tem, não compra e não faz! O GF já transformou a FAB numa guarda aérea mesmo…
Se não tem $$$ pra manter o GDA com real capacidade operacional, então fecha! E isso vale para todos os esquadrões…pois o salário vai estar sempre na conta….no dia certo!

Vader

Ok pessoal, desculpem-me, esqueci dessa porca dessa eleição.

HRotor

“Satisfazer a curiosidade”?
Definitivamente esse senhor não tem a menor noção do significado do cargo que ocupa!
Em pleno Dia do Aviador, somos “homenageados” com mais essa demonstração de incompetência e desdém com a Defesa e com a Aviação.
Lamentável…

thomas_dw

FX3

marciomacedo

Isso é exatamente o que se quer com tantas protelações: que a FAB arranje o segunda mão que puder, e pare de encher a paciência com FX. Isso não seria somente o desejo desse governo, como o foi dos que pontificaram no país de 1988 a 2002. Defesa não foi, não é e não será prioridade no Brasil. Por isso, a escolha do FX é tão difícil.

Mauricio R.

Defesa no Brasil só é prioridade qndo acomoda outros interesses como essa “parceria estratégica”, c/ os franceses.
Ou a concessão do Sisfron, apesar das evidências do uso de informações privilegiadas, pelo consórcio “vencedor”.

Ivan

Curioso é comparar o interesse do eleitor norte americano pelos assuntos militares com a total falta de interesse brasileiro. Quem acompanhou os debates da eleição presidencial nos EUA observou que suas forças armadas é assunto de primeira linha. Não tratam simplesmente de economizar recursos mas de como gerir estes recursos com responsabilidade, mantendo suas forças em um nível adequado a defesa dos seus interesses. Por estas nossas bandas este assunto sequer faz parte da pauta eleitoral, sem mesmo ser discutido abertamente pela sociedade, em que pese o esforço de dedicados jornalistas e blogueiros como Alexandre Galante, Nunão, Poggio, Fernando Valduga,… Read more »

Ivan

“O Exército pode passar cem anos sem ser usado,
mas não pode passar um minuto sem estar preparado.”

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . (Rui Barbosa)

marciomacedo

A End aponta uma direção e me parece que o Livro Branco mapeia as necessidades e as alternativas para atendê-las, mas isso não significa que o que estiver ali vai ser fielmente executado.

MSG

CaroIvan, só complementando:
aqui na Bahia foi na bala mesmo.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Independ%C3%AAncia_da_Bahia

Abs

Vader

A questão é que com o fim do período da Revolução de 1964 o assunto defesa foi cada vez mais e mais demonizado pela antipatriótica e internacionalista esquerda nacional, que assumiu o poder desde então. Lavou-se a cabeça da plebe ignara para que esta achasse que Defesa é coisa “de milico”, “de reacionário”, de gente fora de moda. E esse pensamento pegou, até o ponto em que marchinhas “sou da paz” são hoje apoiadas por grande parte da imprensa formadora de opinião, de tendências notoriamente avermelhuxadas, a juventude maconheira de alta classe e os canalhas políticos, que surfam sempre conforme… Read more »

Últimas Notícias

O Gripen E vai igualar e, em muitos casos, ser melhor do que os atuais caças de quinta geração, afirma o Chefe da Força...

A Saab apresentou os seis primeiros Gripen E produzidos em série e que em breve ficarão prontos para a...
- Advertisement -
- Advertisement -