segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

EUA exportam R$ 134 bi em armas em 2011 e batem recorde histórico

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Os Estados Unidos exportaram em 2011 mais armas do que nunca, com um total de US$ 66,3 bilhões (R$ 134,2 bilhões) em cargas que se destinaram sobretudo a aliados no Golfo Pérsico, que argumentam que precisam se defender de um possível ataque do Irã, informou neste domingo o The New York Times. As exportações americanas representaram quase 78% do mercado mundial de armas, no qual o segundo maior vendedor é a Rússia, com US$ 4,8 bilhões, segundo um relatório entregue na sexta-feira ao Congresso e publicado neste domingo na edição digital do jornal.

O número de vendas é o triplo do total de 2010, quando foram exportados US$ 21,4 bilhões, e é “o maior valor total em um ano da história das exportações de armas dos Estados Unidos”, segundo o relatório, elaborado pelo Serviço de Investigação do Congresso – uma entidade independente. Os maiores clientes foram Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Omã, que compraram, sobretudo, sistemas de mísseis avançados e aviões de última geração.

Entre as vendas para a Arábia Saudita, que somaram US$ 33,4 bilhões, está o maior acordo militar já assinado pelos EUA, que vendeu ao país 84 novos aviões de combate F-15, atualizou outras 70 aeronaves e ofereceu três tipos de helicópteros: 70 Apaches, 72 Black Hawks e 36 Little Birds. Os Emirados Árabes Unidos compraram US$ 4,42 bilhões em armas, entre eles US$ 3,49 bilhões em um escudo antimísseis avançado e US$ 939 milhões em 16 helicópteros Chinook.

Omã, por sua vez, comprou 18 aviões de combate F-16 por US$ 1,4 bilhão, entre outras armas que a região acumula com o argumento de se defender de um possível ataque do Irã. Além disso, os EUA venderam US$ 4,1 bilhões de dólares em aviões C-17 à Índia, e outros US$ 2 bilhões em baterias antimísseis Patriot para Taiwan, em um acordo muito criticado pelo governo chinês.

FONTE: EFE

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader

Impressionantes as compras sauditas.

Baschera

Impressionante é o “trabalho” bem feito do maior vendedor de armas dos USA…….. o Ahmadinejad !!

Sds.

Blind Man's Bluff

Logo o gaucho solta uma perola americanizada! kkk

Ivan

Baschera,

‘Trilegal’ seu comentário…

Como contrapartida a pressão yankee garante votos para aquele populista, um ciclo vicioso que alimenta os extremos e mantém os povos como refém.

Sds,

Baschera

Pois é Ivan….

Aqui no sul, tem um jogo parecido…. o do cabo de guerra…ou jogo da corda….

Sds.

Mauricio R.

Malhar o Irã, rende!!!

Edgar

Na verdade a Grande República do Sul fará uma compra histórica de mais de 120 F/A-18E/F que se tornará a maior venda americana jamais vista.

Mas isto, claro, quando Dom Hussein Obama VIII subir ao poder, no século XXIV, tempo em que os americanos e chineses já terão colônias espalhadas por Andrômeda e os terrenos das luas de Júpiter estarão à venda no eBay.

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -