quarta-feira, agosto 4, 2021

Gripen para o Brasil

Rafale com as cores do ‘Normandie Niemen’ nos 100 anos da aviação russa

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No centenário da aviação russa recentemente comemorado (veja matéria na lista abaixo), entre as diversas apresentações de aeronaves russas e de vários outros países estava um Rafale da Força Aérea Francesa com as cores do esquadrão 2/30 “Normandie-Niemen” – a mais recente unidade operacional francesa equipada com o caça e também um esquadrão cuja história remonta à Segunda Guerra Mundial, quando voou caças Yakovlev soviéticos. Para saber mais sobre esse esquadrão e sua história, confira também os links abaixo.

Acompanhando o “Rafale Solo Display Team” estavam o general francês Antoine Noguier, comandante da defesa aérea e operações aéreas (CDAOA)  e o comandante Alexandre Richard, segundo em comando do “Normandie-Niemen”. Emocionado, Noguier disse que “é uma grande honra estar aqui com nossos camaradas russos com quem partilhamos uma longa tradição que remonta à Segunda Guerra Mundial. A apresentação aérea do Rafale com as cores do “Normandie-Niemen” foi absolutamente notável. É impressionante perceber o tanto de simbolismo que essa esquadrilha representa para o povo russo. Os aviadores combateram junto com os russos na Segunda Guerra Mundial. Muitos perderam a vida, mas sua memória está bastante presente.

Na exibição aérea, o Rafale foi pilotado pelo capitão Michaël Brocart, que recebeu as felicitações, após o pouso, do piloto russo do demonstrador T50 (o PAK-FA). Segundo Brocart, o piloto russo se instalou na cabine do Rafale e elogiou bastante a ergonomia dos comandos de voo.

O último dia da participação francesa, 13 de agosto, foi marcado por um encontro aéreo histórico de uma patrulha que incluiu dois caças Rafale e um Sukhoi russo sobre Khatenki, a 200 km de Moscou, justamente a região em que o então Grupo de Caça  n°3 “Normandie”, batizado mais tarde de “Normandie Niemen” por Stálin, teve seu batismo de combate na luta contra o fascismo em 1943. Em breve, um museu sobre o esquadrão franco-russo deverá ser inaugurado no aeroclube batizado com o nome da unidade, em Khatenki.

FONTE / FOTOS: Força Aérea Francesa (Armée de l’ air)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Giordani

A FABb também é 100…nada!

Marcelo

Bela homenagem!
O piloto do Rafale deve invejar o formato stealth do T-50 e o piloto russo o nível de eletrônica e ergonomia do Rafale!

Últimas Notícias

Taiwan conclui as avaliações operacionais do míssil Sky Sword II aprimorado

Novo míssil projetado pelo NCSIST de Taiwan tem alcance estendido de 60 km TAIPEI (Taiwan News) – Oficiais militares disseram...
- Advertisement -
- Advertisement -