terça-feira, agosto 3, 2021

Gripen para o Brasil

MMRCA: processo de aquisição do Rafale ainda está no MD indiano

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Processo ainda deverá passar por outras instituições na Índia, e demora é explicada pelo cuidado em seguir todos os procedimentos, segundo autoridade do Ministério da Defesa do país

Em trecho de reportagem do jornal “The Times of India” a respeito do crescimento das ameaças externas à Índia, assim como da elevação do orçamento de defesa do país, o Ministro de Estado para a Defesa, Pallan Raju, referiu-se ao processo de aquisição MMRCA (aeronave de combate multitarefa de porte médio).

Raju deixou claro que o processo de aquisição, após ter  recebido o sinal verde do Ministério da Defesa quanto ao processo de avaliação que levou à seleção do caça francês Rafale, ainda tem um caminho a ser percorrido em outras instituições, e que não saiu ainda da Defesa: “A proposta ainda precisa passar pelo Ministério das Finanças e pelo Comitê do Gabinete, embora no momento ainda esteja com o Ministério da Defesa. Ainda assim, nós queremos terminar todo o procedimento tão rápido quanto possível, mas estamos seguindo todos os procedimentos, o que leva tempo. Queremos estar absolutamente certos de evitar casos de irregularidades já que isso nos afetaria de forma negativa. ”

Sobre as ameaças externas que justificam um incremento dos gastos em defesa, nos quais se inclui a aquisição dos novos caças, Raju disse que a percepção de ameaças é crescente, na medida em que forças internacionais se retiram do Afeganistão, e em que há desafios em resolver disputas de fronteiras com a China, além do Paquistão. “Nós certamente precisamos fortalecer nossas capacidades defensivas e ofensivas”, afirmou Raju, justificando um aumento de 12% nos gastos de defesa para que as forças se mantenham em dia com as últimas tecnologias, para se contrapor às ameaças externas.

FONTE: Times of India (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Força Aérea Francesa

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

Os indianos também não sabem para onde vão. Outro país torrando dinheiro público.

ci_pin_ha

Marcos
Não acho que a Índia não saiba para onde vai, mas sim, que eles possam ter mudado de ideia quanto ao Rafale, talvez assim como o Brasil. Eles não sabem é como voltar atrás, para que possam escolher o que lhes interessa verdadeiramente.

Mauricio R.

O MMRCA ficou prensado entre o Su-30MKI, que lhe é superior em desempenho e os projetos de 5ª geração FGFA e AMCA.

Mauricio R.
Marcos

Detalhe da imagem acima: vide que os pilones não são paralelos ao eixo da aeronave.

RA5_Vigilante

^^ Aham
*ttp://rafalenews.blogspot.com.br/p/rafale-weapon-load-out.html

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -