domingo, agosto 14, 2022

Gripen para o Brasil

Exercício MACE XXIII

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em abril de 2012, vários países da OTAN foram deslocados para a base aérea de Sliac na Eslováquia para participar do Exercício MACE XXIII. Entre os participantes, estiveram presentes os Mirage 2000D e Rafale franceses, os F-16 dinamarqueses, os F-4 turcos, F-18 espanhóis, Tornados alemães e um E-3 da OTAN.

Durante a operação, os caças da OTAN tiveram a oportunidade de atuar contra uma bateria de mísseis S-300 eslovaco. Felizmente para a OTAN estes encontros só estão ocorrendo em exercícios pois a capacidade do S-300 supera em muito as gerações de mísseis anteriores.

No Vietnã, os caças americanos enfrentavam os S-75. O S-75, também chamado de SA-2 na OTAN, podia atacar uma alvo de cada vez com 1-3 mísseis, sendo fácil de saturar com grandes formações. Os radares firescan do SA-2 tentam guiar seus mísseis com um feixe de radar bem estreito, mas emite muitos lobos laterais, sendo visível em várias direções. Estes feixes laterais o tornava vulnerável a interferência eletrônica e a mísseis anti-radar. Os radares de varredura eletrônica tentam eliminar estas vulnerabilidades.

O S-300 tem um radar de varredura eletrônica capaz de produzir feixes múltiplos. Um radar pode engajar de 6 a 24 alvos no campo de varredura de 90 graus, guiando de 12 a 48 mísseis ao mesmo tempo. O alcance era de 50 a 100km. Além de ser menos vulneráveis aos mísseis anti-radar e interferência, os mísseis atuais são bem mais manobráveis. Em 1987, havia 80 baterias de mísseis S-300 operando na Rússia.

Mesmo tecnicamente obsoletos, os operadores dos mísseis SA-2 continuam operando usando táticas snipers. Ficam a espreita esperando uma situação ideal para engajar, mas deixando os caças inimigos operando livremente.

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest

1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

“Os radares firescan do SA-2 tentam guiar seus mísseis com um feixe de radar bem estreito, mas emite muitos lobos laterais, sendo visível em várias direções.”

Tá falando de mim, por um acaso???

(http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=fan+song+radar&source=web&cd=7&ved=0CGcQFjAG&url=http%3A%2F%2Fwww.ausairpower.net%2FAPA-SNR-75-Fan-Song.html&ei=4BcQUJHmFerr6wHP3YHYDw&usg=AFQjCNFM2P9TpFrGcR8WqHgSPWGgUCbsKA&cad=rja)

Olha, presta atenção, eu podia ser cheio dos defeitos, mas alvos abatidos não me faltaram.
Quer ser mais um???? Hein, hein, hein???
(Brincadeirinha!!!)

Últimas Notícias

Grécia enviará uma carta de solicitação para atualizações de 38 caças F-16V em breve

Segundo informações, é apenas uma questão de alguns dias até que o Estado-Maior da Força Aérea Helênica envie a...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -