domingo, agosto 14, 2022

Gripen para o Brasil

Escola de aperfeiçoamento de pilotos do Gripen deverá ser aberta na África do Sul

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

 

Primeiro curso, voltado para aperfeiçoar habilidades de combate de pilotos experimentados do caça, está planejado para o verão sul-africano de 2013

A Saab informou em nota publicada nesta terça-feira, 10 de julho, que vai investir num centro de treinamento avançado para pilotos experimentados de caça na Base Aérea de Overberg, na África do Sul. Inicialmente, o curso estará voltado para países que operam o Gripen e suas forças aéreas.

A “Gripen Fighter Weapon School” é uma iniciativa da Saab em cooperação com o grupo de forças aéreas usuárias de Gripen.  O objetivo é aperfeiçoar as habilidades de combate de pilotos experimentados de Gripen de todo o mundo. As instalações customizadas na África do Sul permitirão treinamento excepcional com espaço aéreo amplo, sobre montanhas, desertos, além dos oceanos Índico e Atlântico.

O curso será realizado durante o verão sul-africano, que oferece condições meteorológicas favoráveis e, a cada ano, o treinamento vai focar em diferentes aspectos multitarefa. Além dos exercícios aéreos, haverá treinamentos acadêmicos e de sobrevivência no contexto africano.  Em apoio a clientes do Gripen na Suécia, África do Sul, Hungria, República Tcheca e Tailândia, o primeiro curso está programado para o final de 2013.

Segundo Magnus Lewis-Olsson, presidente da Saab na África do Sul, “o Gripen está operativo e em serviço em cinco países, e o sistema continua em desenvolvimento. A Saab acredita, agora, que há uma necessidade de estabelecer um centro de treinamento avançado para pilotos experimentados de Gripen, com o objetivo de ampliar suas capacidades operacionais, oferecendo uma oportunidade para operarem num ambiente diferente de seus, além de uma chance de treinar numa região que reflete um potencial cenário de desdobramento futuro, realista.” Sobre a escola, Lewis-Olsson disse que ela “irá ampliar nosso entendimento a respeito dos diferentes operadores de Gripen e nossos próprios esforços em criar um software comum de base, na medida em que os pilotos vão dividir suas experiências no Gripen.

Os novos cenários de ameaças e os novos requerimentos serão a tônica do curso, além da necessidade de treinamento mais aprofundado no Gripen e seus sistemas. Também vai ampliar as capacidades operacionais dos alunos, permitindo a possibilidade de experimentarem um comportamento tático que difere de suas doutrinas (SOP – Standard Operating Procedures) nacionais, servindo para ampliar  suas habilidades.

FONTE / FOTOS: Saab

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Grécia enviará uma carta de solicitação para atualizações de 38 caças F-16V em breve

Segundo informações, é apenas uma questão de alguns dias até que o Estado-Maior da Força Aérea Helênica envie a...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -