terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

Encontrados destroços do Rafale M24, acidentado na segunda-feira

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Maior parte do caça afundou e foram recolhidos apenas destroços que ainda flutuavam, para investigações – matéria da Air & Cosmos traz especulação sobre a causa do acidente, ocorrido em um treinamento de combate aéreo a baixa altitude, provavelmente sem falha técnica

A Marinha Francesa divulgou nota nesta terça-feira, 3 de julho, informando que foi encontrada a zona de impacto do Rafale M24 que caiu na tarde anterior. M24 é a designação do 24º Rafale entregue para a Aviação Naval francesa.

Os meios do porta-aviões francês Charles de Gaulle participaram das buscas dos destroços da aeronave, e a  zona de impacto foi localizada no mar a 140 km a sudeste de Alicante (cidade espanhola), A maior parte do caça afundou e deve estar a uma profundidade superior a 2.000 metros. A fragata Forbin recuperou o essencial dos destroços flutuantes para ajudar nas investigações em curso, e a fragata Montcalm e o rebocador Ailette fazem a segurança da área e prossegem nas buscas.

A nota também informou que as missões aéreas programadas voltaram a ser realizadas nesta manhã, e a missão de treinamento será finalizada como previsto.

Matéria do site e revista Air & Cosmos trouxe algumas informações adicionais, assim como especulações. Fontes militares teriam dito à publicação que houve uma perda de controle do caça, que voava em configuração leve, equipado apenas com um único pilone ventral que carregava uma maquete do míssil MICA-IR. O piloto efetuava manobras de combate aéreo no alcance visual e a baixa altitude, treinamento do qual também participava um caça F/A-18 da Marinha dos Estados Unidos (USN)

Até o momento, a explicação continua sendo perda de controle, especulando-se que o Rafale tenha entrado, por um breve instante, na esteira dos jatos do F/A-18, o que teria afetado seu comportamento aerodinâmico. A decisão de se voltar a voar os caças Rafale do Charles de Gaulle nesta terça-feira indica que falhas técnicas estariam descartadas.

As condições do piloto, que ejetou com sucesso e foi resgatado por um helicóptero da USN, são satisfatórias, segundo a Air & Cosmos.

Por fim, segundo o site Rafale News o caça M24 foi usado para fazer o primeiro disparo de validação do míssil de ataque nuclear ASMP-A, operando a partir do Charles de Gaulle. Por isso, a aeronave teve o símbolo nuclear pintado sob a sua cabine, (foto acima) exibindo-o no aniversário de 100 anos da Aeronáutica Naval Francesa, em 13 de junho de 2010.

FONTES: Marinha FrancesaAir & Cosmos e Rafale News

FOTOS: Marinha dos EUA e Rafale News

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RA5_Vigilante

“Até o momento, a explicação continua sendo perda de controle, especulando-se que o Rafale tenha entrado, por um breve instante, na esteira dos jatos do F/A-18, o que teria afetado seu comportamento aerodinâmico”

Isso me lembra um filme famoso, onde a aeronave que caiu estava prestes à abater a aeronave da frente, heheh.

Nick

O piloto é sempre o culpado…. BAH!

[]’s

Vader

Só sei de uma coisa: esse caça é zicado.

Almeida

24 entregues (este que caiu foi o último, estava novinho!), 4 na água em menos de 10 anos. Tenso.

Mauricio R.

Só uma pergunta, aquela cola Super Bonder, adere em Le Jaca???
Senão como a Dassault irá remendar essa célula???
Amarrando c/ arame???

Marcelo

Já saíram informações que os voos estão liberados e que a causa do acidente não teve relação com a aeronave. Acidentes acontecem, como os 2 Tornados GR4 que caíram hoje (ou ontem?). Nada de mais. Os treinamentos militares são atividades arriscadas. Ainda bem que o piloto se salvou. Fazer chacota em cima disso não está com nada e mostra bem o nivel de quem faz isso…

Mauricio R.

O custo de Le Jaca:

Vc pode até escolher, ou 4 X Gripens ou 2 X F-16.

(http://t.co/AKEnkztx)

Últimas Notícias

Dois novos drones de combate secretos estão em construção, disse o secretário da Força Aérea dos EUA

A divulgação é a indicação mais forte de que a USAF está apostando em sistemas de armas autônomos para...
- Advertisement -
- Advertisement -