quinta-feira, outubro 21, 2021

Gripen para o Brasil

AESA para os F-16 de Taiwan: contrato deverá sair em julho

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo o site financeiro Wall-Street.com, em julho os EUA deverão assinar um contrato militar com Taiwan,  no valor estimado de 600 milhões de dólares, para a aquisição de radares AESA (varredura eletrônica ativa) para seus caças F-16. O contrato faz parte de um acordo de 5,8 bilhões de dólares assinado entre os dois países em setembro do ano passado, em que os EUA se comprometeram com a renovação dos F-16A/B taiwaneses.

O Governo de Taiwan afirmou, na segunda-feira passada, que recebeu uma carta de resposta do Governo dos EUA, acrescentando que o Ministro da Defesa de Taiwan está no momento realizando análises para determinar se os equipamentos militares listados, assim como seus preços, estão de acordo com os requerimentos do país. Espera-se que o contrato seja finalizado até 26 de julho.

FONTE: Wall-Street.com

NOTA DO EDITOR: como não foi divulgado qual será o fornecedor do radar, ilustramos esta matéria com os modelos AESA da Northrop Grumman e da Raytheon, cotados para equipar os F-16 taiwaneses. Recentemente, foi divulgado que os EUA estavam considerando a venda de caças F-16 novos para Taiwan – nesse caso, a provável beneficiária de um contrato seria a Northrop Grumman, fabricante do APG-80 que equipa os F-16 Block 60 dos Emirados Árabes Unidos, adquiridos novos de fábrica.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Groo

O F-16 teria sido um caça tampão decente.

Marcos

A probabilidade de o governo brasileiro adquirir um lote de caças de última geração está na razão direta de a Charlize Theron “dar” para alguém aqui das Forças.

Vão sonhando!

Mauricio R.

E a Índia gastando 2,5 bilhões de Euros p/ reformar 1/3 de aeronaves e sem AESA.

ernaniborges

Se é para ter um tampão, que seja então um decente como o F-16.

Marcos

Tampão seria os F-16 novos, aguardando os F-35.

Nick

Próxima caça da FAB: um 4.5ªgeração baseado no F-5EM 🙂

Novos equipamentos adicionados:

IRST( sacrificando o canhão restante)

Antena AESA adicionado.

MAWS

Nova suíte de EW.

Também será adicionado a capacidade de voar remotamente, para poupar a vida do piloto (dado o risco de voar essas células).

[]’s

marciomacedo

Quem sabe a gente pega para tampão os F-16 italianos que estão sendo devolvidos. Quantos são? É um bom negócio do ponto de vista do estado da arte?

Últimas Notícias

Assista ao primeiro episódio da websérie Colaboração Real 4

Estreou hoje o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal do YouTube da Saab do...
- Advertisement -
- Advertisement -