segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

A-1M voa pela primeira vez

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, nesta terça-feira (19/06), o primeiro voo do caça A-1M na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto, no interior paulista. A cerimônia de demonstração da primeira aeronave modernizada teve a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Juniti Saito, e oficiais do Alto Comando da Aeronáutica, além de executivos da Embraer Defesa e Segurança.

O contrato entre a FAB e a Embraer prevê a revitalização e a modernização de 43 caças subsônicos A-1, nas versões A e B. Dez aeronaves já estão nas instalações da Embraer e as primeiras entregas, segundo a empresa, serão em 2013. A campanha de ensaios em voo da aeronave terá início em breve.

“O A-1 é um avião genuinamente nosso, desenvolvido a partir de uma parceria entre a Embraer e a Força Aérea Brasileira. A modernização que estamos fazendo o tornará um avião muito superior à versão anterior. O piloto vai ter um avião com um grande incremento na sua capacidade operacional”, disse Luiz Carlos Aguiar, presidente da Embraer Defesa e Segurança.

As aeronaves A-1 estão passando por uma revitalização estrutural e vão receber novos equipamentos, entre eles o radar SCP-01, com modos ar-ar, ar-solo e ar-mar. Serão mantidas características elogiadas da aeronave, como o raio de ação, a capacidade de reabastecimento em voo e os dois canhões de 30mm.

Além do radar, os caças também vão receber um sistema integrado de autodefesa com alerta de detecção de radar (RWR) e de aproximação de mísseis (MAWS), contramedidas (AECM) e lançadores de iscas para mísseis (chaff e flare). Os A-1M também terão sistemas de reconhecimento e designação de alvos, além do Skyshield, que tem a capacidade de bloquear e despistar radares de busca em solo, embarcados ou de guiagem de mísseis.

“Os A-1M estão recebendo sistemas modernos semelhantes aos que já equipam os nossos F-5M e A-29. A similaridade entre os aviônicos destas aeronaves ajudará na adaptação dos nossos pilotos e representa uma padronização que oferece inúmeras vantagens operacionais, tais como o aprimoramento da doutrina de emprego da FAB e o melhor rendimento das horas de voo”, afirma o Tenente Brigadeiro do Ar Juniti Saito.

A ocasião também marcou o recebimento do 99º e último turboélice de ataque leve A-29 Super Tucano. Também foram entregues os dois últimos caças F-5M do lote de 46 aeronaves modernizadas. Em breve, mais onze F-5 comprados pela FAB junto à Jordânia deverão passar por uma modernização.

FONTE: FAB

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

Pouca utilidade pelo montante investido, em breve seremos o único operador desta aeronave, acarretando custos operacionais e de manutenção mais elevados, dos de uma outra aeronave c/ maior capilariedade no mercado.

Fabio ASC

Mauricio R, pense pelo lado positivo: quando a Itália der baixa nos dela, eles virão para o Brasil, e serão mais modernos que os nossos… rsrsrs

Marcos

É o seguinte:

Os AMX brasileiros, se comparados aos italianos, tem poucas horas de vôo. Uma revitalização/modernização da aeronave se justifica, até porque os italianos comprovaram na prática que a aeronave foi muita bem desenvolvida.

Alexandre Galante

A modernização do AMX brasileiro é bem mais abrangente que a do italiano:

http://www.aereo.jor.br/2009/10/22/amx-acol/

Alexandre Galante

Tô sentindo o pessoal muito negativo, estão malhando todas as notícias. Isso é por causa do F-X2?

Augusto

Isso é frustração acumulada rsrs.

É por causa do FX-2, mas também por causa do PROSUPER, por causa do sucateamento de maneira geral, etc, etc, etc.

Fabio ASC

É verdade Galante, olha, li e reli a Revista, a volta ao mundo …. cada vez que leio novamente fico com mais raiva……

Galante, é um absurdo o que vem fazendo com as FA´s.

Aí esta terrorista ainda faz discurso falando das torturas que sofreu, e o quanto ela roubou?!?!?!?!

Desculpa desabafar aqui, mas é cada coisa que a gente tem que aguentar… e o Mollusco barbudo agora de mãos dadas com o Maluf, já não bastava Collor e Sarney?!?!?!?!

Baschera

Galante, Aqui o pessoal não malha, fala a verdade !! Agora, estava lendo os comentários de um portal de notícias sobre esta mesma matéria….. lá sim… o pessoal malha pesado…uns contra e outros a favor….. mas sempre contra os políticos. Quanto aos comentários de alguns colegas, cobrar coerência e lisura de políticos…. pelamordeDeus….. aqui em Banânia ?? Fosse na Suíça até vai….. A frustação existe e é muita….. mas ou se continua a comentar e discutir defesa…ou se faz como um notório comentarista do Poder Naval que tempos atrás, carcomido pela desesperança e desgosto com o rumo das coisas neste… Read more »

Baschera

Vejam, na foto de baixo, a cara de frustação do Cmdt. Saito….. deve estar pensando…. ” piano, piano” ….. mas cadê o “Papa” ???

Sds.

Corsario137

Galante,

Eu tô NADA pessimista. A-1 é orgulho nacional. Nosso vetor de ataque, agora modernizado, mais letal que nunca. Melhor custo x benefício possível com o que já temos.

Parabéns a FAB.

Marcos

Para a missão que se destina, é um excelente avião.

Agora, falta é um substituto para os F-5 e Mirage.

E sejamos sinceros, adquirir 36 unidades de caça não mais atende as nossas necessidades.

Nick

Nada contra a modernização dos AMX, que se fazia necessária a muito tempo.

Mas, em paralelo temos a ” Não Decisão do FX-2″,

A modernização dos F-5E ex-Jordânia começando em 2012! Entregando em 2013, para voar até 2028,2030!!!
A FAB em 2030 com F-5EM voando … sem comentários…

E ainda um empréstimo do Brasil para o FMI de US$10 Bilhões!

¬¬’

[]’s

Taz Miranda

Caros. Tempos atrás (não muito), fui a uma palestra sobre o Lean Manufactory da EMBRAER. No fim da palestra, tive uma conversa com o palestrante e indaguei em que setor ele trabalhava. Ele enrolou um pouco e disse que trabalhava na parte que estava realizando projetos pro governo, relativo à revitalizações. Perguntei de bate e pronto… “F5 e AMX?”. Ele sorriu indicando que sim. De acordo com o que o papo decorreu, fui ganhando a confiança e perguntei (entre outras coisas) sobre a modernização. Um dos pontos em que ele foi enfático foi o resultado extremamente positivo em relação à… Read more »

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -