segunda-feira, julho 4, 2022

Gripen para o Brasil

F-5 a 2100 km/h?

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O vídeo acima, que está no Youtube, é um pequeno trecho de uma reportagem do programa Auto Esporte da TV Globo. Nele, o apresentador entrevista um piloto de caça da F-5 durante os testes de um carro.

O apresentador faz a seguinte pergunta para o piloto: Qual a velocidade máxima que você já atingiu com o seu veículo? A resposta é 2100 km/h. Logo em seguida a reportagem sofre edição e apresenta um F-5 decolando e nas legendas, com letras garrafais, a informação: “Caça F-5: 2448 km/h”.

É de pleno conhecimento que esta velocidade não é compatível com um F-5 (Mach 1,64 no máximo). E também ficou demonstrado que a reportagem não tinha o menor conhecimento sobre o assunto.

O que provavelmente deve ter ocorrido é que o piloto da FAB, identificado na reportagem como capitão Ulisses Guimarães, deve ter voado um caça Mirage (2000 ou III) e atingido a velocidade de 2100 km/h. Mas durante a edição da reportagem tudo foi misturado e acabou saindo esta absurda informação.

- Advertisement -

51 Comments

Subscribe
Notify of
guest
51 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

“É um Phantom é F-5, paiêêê!!!!”

Marcos

E todo “jatinho” é um Learjet!!!

Blind Man's Bluff

Não que importe muito, afinal o publico alvo da Globo é a maioria ignorante, mais que eles próprios.

Marcos

E o conhecimento dos que estão decidindo a compra do futuro caça é o mesmo dos jornalistas especializados ai do vídeo.

Giordani RS

É soda…daí o povo e os políticos, acham que está tudo bem, tudo ótimo, que as forças armadas braZileiras são capazes de fazer frente aos guerreiros de maculelê…

Giordani RS

Ah! Não dá pra esquecer do AMX Espacial, capaz de atingir 67.000 metros de altitude!!!!

http://www.youtube.com/watch?v=vxI_u2UuF4I&feature=player_embedded#t=17s

wallace

Bom, tentando fazer uma defesa: Mach 1,64 = 2.000 km/h, mais ou menos… Então 2000 pra 2100 não é uma diferença tão grande assim… (cada mach é cerca de 1234,8 km/h)…
Abraços

Mauricio R.

“(cada mach é cerca de 1234,8 km/h)…”

Para qual altitude, temperatura do ar, umidade, etc, etc, etc???

“At Standard Sea Level conditions (corresponding to a temperature of 15 degrees Celsius), the speed of sound is 340.3 m/s[5] (1225 km/h, or 761.2 mph, or 661.5 knots, or 1116 ft/s) in the Earth’s atmosphere.”

(http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=mach%20number&source=web&cd=1&sqi=2&ved=0CFoQFjAA&url=http%3A%2F%2Fen.wikipedia.org%2Fwiki%2FMach_number&ei=ty3aT_CBMYOK8QT54aTsBQ&usg=AFQjCNEcYjaLMIVJus0-m4sC8EtEVjy2kQ&cad=rja)

Roberto F Santana

Somente lembrando, a velocidade do som, no ar, depende só da temperatura.

Clésio Luiz

Olhem o que está escrito no site da Lockheed, sobre a velocidade máxima do F-16:

http://www.lockheedmartin.com/us/products/f16/F-16Specifications.html

Speed 1,500 mph
(Mach 2 at altitude)

Isso dá 2.414 km/h.

A incompetência é internacional senhores.

Clésio Luiz

A velocidade do som no ar, depende mais da densidade do mesmo, não Roberto? Afinal, a pressão e a temperatura fazem a densidade do ar variar.

Roberto F Santana

Prezado Clésio Luiz, Seria por demais complexo e demorado entrarmos nos pormenores da acústica e da hidrostática, mas por hora bastaria dizer que os cálculos da velocidade do som em aviação tomam em conta só a temperatura, o deslocamento do som através de gases despreza a densidade e a pressão. Note que em altitude, a temperatura é baixa, e a velocidade do som também é baixa, pois a mesma é diretamente proporcional a aquela, entretanto a densidade do ar também é baixa.Mas se formos ao nível do mar a densidade aumentará, porém se mantermos a mesma temperatura, o que é… Read more »

Roberto F Santana

Prezado Clésio Luiz,

Caso queria, vou lhe passar um link que calcula a velocidade do som em diversas altitudes.
Por exemplo, tente calcular a velocidade em 0 foot e após calcule em 40000 feet, deixe a temperatura a mesma, verá então que a velocidade é praticamente a mesma, sempre notando que os outros parâmetros de densidade e pressão irão se alterar.

Tente, é bem interessante:

http://www.aviation.ch/tools-atmosphere.asp

Clésio Luiz

Bem, ao nível do mar deu 1.225 km/h e a 10.000m deu 1.078 km/h. Então te uma grande variação aí. O que acontece é que muita gente vê valor de Mach 2 como a velocidade máxima de um caça, e na hora de converter pega o valor da velocidade do som ao nível do mar e multiplica por dois, quando o correto seria pegar o valor Mach da altitude onde o caça obtém o melhor desempenho. Mesmo assim, eu já vi uma repórter brasileira que cobria o exercício Tigre I (nos anos 90) dizer que a velocidade do F-16 era… Read more »

Roberto F Santana

Não Clésio,
A 10.000m dá 1.224 km/h e ao nível do mar dá 1.225 km/h, praticamente o mesmo.

Lembre-se que para 10.000m, digite somente “10” na janela de velocidade, e não “10.000”.

Roberto F Santana

Digo: janela de altitude.

helder junior

Minha bicicleta anda a 3000km/h mach 3
Ninguem pode fi!

Ivan

Roberto Santana, Excelente dica, já guadei nos ‘favoritos’ do computador do escritório e farei o mesmo em casa mais tarde. Entretanto talvez o Clésio Luiz esteja certo. Curiosamente o site indicado coloca os valores com 3 (três) casas decimais, sendo que não utiliza ‘vírgula’ (,) para separar o inteiro da fração, mas usa ‘ponto’ (.). Quando digitamos ‘10000’ (dez mil), aparece o seguinte valor: 10,000.000 m Observe que a vírgula separa unidades de milhares, sendo que o ponto separa inteiro de fração. Com são 3 (três) dígitos após o ponto (que é vírgula para nós), seriam milésimos. Mas posso estar… Read more »

mateus018

Olá a todos, esse é meu primeiro post aqui, espero contribuir com a discussão. Prezado Clésio, de fato, como o Roberto já citou, em aviação, a velocidade do som é calculada em função apenas da temperatura. Mas não é diretamente proporcional, ela varia com a raiz da temperatura. Os outros parâmetros são constantes termodinâmicas que dependem principalmente do gás que está escoando (no nosso caso, é sempre o ar, então eles podem ser considerados constantes). Prezado Roberto, os resultados de velocidade do som obtidos pelo Clésio no site que você indicou estão corretos, realmente a velocidade do som varia de… Read more »

Roberto F Santana

Prezado Ivan,

Creio que seja como eu falei, veja que a gama de unidades para altitude é grande, vai de milimetros até o desconhecido “Parsec” que é uma medida que uma só unidade equivale a um metro elevado à décima sexta potência!
Ou seja, tem que ser assim mesmo, se não ficaria impraticável converter outros valores.

Clésio Luiz

Para tirar a dúvida, coloquei a unidade em km e coloquei 10 como altitude. E deu o mesmo valor de 1.078 km/h.

O site está usando o sistema inglês (do qual eu tenho ódio) para tratar das vírgulas e pontos.

Vader

Parsec é uma unidade de medida astronômica estelar.

Roberto F Santana

Prezado Ivan e Clésio,

Veja: Countries using Arabic numerals with decimal point

Em:
http://en.wikipedia.org/wiki/Decimal_mark

Roberto F Santana

Essa história de velocidade máxima ao nível do mar me fez lembrar daquele golpe de estado na Venezuela, acho que o de 92.
Os rebeldes estavam com os Mirage III/50 e o governo com os F-16.Por duas vezes os F-16 não foram capazes de perseguirem os Mirage, que fugiram para as ilhas do Caribe, em voo supersônico ao nível das ondas do mar.
Ou a camaradagem pesou ou o poderoso F-16 não foi capaz de “jantar” os lisos e supersônicos deltas franceses.

Clésio Luiz

Não precisa tanto. veja que ele na parte de baixo ele tá o valor de altitude no sistema imperial e métrico: Altitude 10.000 km, (10,000.000 m) Para não alongar muito a conversa, essa é a primeira vez que eu vejo alguém defender que a velocidade do som não diminui com a altitude. Só para exemplificar, veja esse trecho desse extenso documento da Wikipedia sobre o assunto: http://en.wikipedia.org/wiki/Speed_of_sound#Tables Given normal atmospheric conditions, the temperature, and thus speed of sound, varies with altitude. Abaixo da frase acima, tem uma tabela com valores mostrando que a velocidade diminui conforme a altitude aumenta. Não… Read more »

Clésio Luiz

A velocidade do F-16 ao nível do mar é bem melhor que a do Mirage III. Acho que os pilotos do Viper não quiseram dar perseguição, já que o resultado só prejudicaria o pais futuramente. E piloto de terceiro mundo sabe que cada mirrada unidade de caça é importante para sua força aérea.

Roberto F Santana

Saudações mateus018, seja bem-vindo ao Poder Aéreo. Clésio, tenho os manuais do F-16(não em mãos), do Mirage III eu não tenho. Mas eu me arriscaria a dizer que um F-16 com aquela cabine bolha e aquela tomada de ar, não consegue pegar um Mirage 50 liso ao nível do mar. Lembre-se que potência não é tudo, tenho um livro que fala da operação do NA Vigilante no Vietnam, durante uma perseguição a baixa altura, a tripulação sabia que nenhum MiG-21 Norte Vietnamita poderia pegar o Vigilante, mas o MiG se aproximou e colou em sua trazeira, só aí que os… Read more »

Roberto F Santana

traseira

Giordani RS

Deu…virou discussão tipo a do “vaporzinho”…até Parsecs apareceu…

Afinal, Quem é mais rápido? O Superman ou o Flash?

Clésio Luiz

Os dados que eu tenho dão uma vantagem de cerca de 200 km/h para o F-16. O Mirage III mal passa de Mach 1 a baixa altura. Porém… se o caça for o Mirage 50, com as ATAR 9K, com 1.000kg a mais de empuxo, aí talvez o Mirage possa emparelhar. A despeito do canopi, o F-16 é um caça com aerodinâmica muito boa. Suas asas (o Hornet também) usam o mesmo conceito empregado no F-104 e F-5: o aerofólio é quase simétrico, os flapes de bordo de ataque e de fuga ficam em posição “sustentação zero”, para mínimo arrasto… Read more »

Ivan

Giordani RS,

“O Superman ou o Flash?”

Esta é moleza, tchê! 🙂

O Superman é mais veloz, com maior velocidade final…
… coisa de kriptonita com sol amarelo, ou algo parecido.

O Flash é mais rápido, com maior acelaração ao nível do mar…
… coisa de mutação molecular com aceleração atômica, ou sei lá.

Ka ka ka ka…

Grande abraço,
Ivan, desacelerando!

Roberto F Santana

Prezado Clésio,

Excelente dica!
É para imprimir, colorida e guardar.Vou ler.
Lá tem um capítulo que fala sobre a técnica de pouso do F-16, talvez explique aquele vexame em Oshkosh ano passado, quando um desses estupidamente varou a pista.

Roberto F Santana

Prezados Giordani RS e Ivan,

Quando eu era calça curta, eu me lembro de uma revistinha que ganhara, era do Super-Homem, lembro que na capa tinha uma espécie de desafio, uma corrida, entre o Super-Homem e o Flash, esse último carregava algo no pescoço que atirava um constante raio sob os seus pés, e materializava um estrada.Enfim, os dois em disputa, correndo pelo espaço com a Terra ao fundo.

Lembranças de uma infância distante…

Clésio Luiz

Já o li de ponta a ponte e te digo, é excelente. Joe comenta cada aspecto da aeronave, seus qualidades (obviamente) e seus defeitos e como lidar com eles. Fica bem claro que o melhor jeito de voar o F-16 é aproveitando a capacidade dele de manter energia alta, nunca baixando, evitando entrar na arena da baixa velocidade. O pouso ele até tenta disfarçar, mas é meio chatinho, pois o Viper tem a tendência a flutuar um pouco antes de tocar as rodas no solo. O canopi (da época, F-16A) gerava muitos reflexos dos instrumentos no voo noturno, quando é… Read more »

Roberto F Santana

Pois é,
Pesquei essa rapidamente:
O canopy do protótipo tinha 3/8 de polegada de espessura, hoje os de produção tem 3/4 de espessura!

Giordani RS

Estive lendo o artigo…fascinante! Leitura perfeita para um sábado à tarde e chuvoso em Porto Alegre… ;-)!

Eu tinha uma revista aonde o Flash corre tanto, mas tanto, que ele praticamente viaja no Tempo, tipo Dobra Temporal…e é só lembrar que o Super altera o Tempo no 1º filme…heheheh…vaporzinho parceiro, vaporzinho…

Grifo

Não precisa nem muita explicação matemática: a velocidade do som é maior quanto mais denso for o meio.

Caro Clésio, correto. Acrescento que este é um princípio geral que vale para qualquer onda mecânica.

Sensacional o link para a Code One, vai para os bookmarks.

Roberto F Santana

Prezado Grifo, Preste atenção, a afirmação do Clésio é uma premissa errada. Volto a afirmar, a velocidade do som, no ar, depende só da temperatura. Veja bem, acompanhe o seguinte problema: Conforme se sobe ,através da artmosfera, o ar fica mais frio e a densidade diminui.Ele irá chegar a certa altitude em que sua temperatura irá ficar constante (-56,5), da tropopausa até depois da estratosfera, voltando a esfriar. Pois bem, vamos supor que um avião esteja voando a uns 8000 metros, na exata velocidade do som, é bem alto e o ar está fino, pouco denso, obviamente a pressão é… Read more »

Roberto F Santana

Prezado Guilherme Poggio, Você está certo em: “Geralmente as pessoas que possuem um pouco de conhecimento aeronáutico sabem que a velocidade do som varia com a densidade do ar.” Ainda bem que você disse “um pouco”. Mas por favor, sou levado a tirar a seguinte conclusão (vocês estão me forçando a falar tal coisa!): Geralmente as pessoas que possuem muito conhecimento aeronáutico sabem que a velocidade do som varia com a temperatura do ar. Sinceramente, ao contrário de aquecer a discussão, você joga um balde de água fria. Você, ou seja lá quem que escreveu tal coisa, parte do mesmo… Read more »

Roberto F Santana
Grifo

Caro Roberto, eu não quero entrar aqui em uma discussão estilo “conezinho”, então deixe-me apenas dizer: O Clésio está certo em dizer que a velocidade do som aumenta quando a densidade do meio aumenta. Afirmação que eu expando como válida para qualquer onda mecânica. E você está certo em dizer que no ar a velocidade do som vai ser função direta exclusivamente da temperatura, já que no caso específico da atmosfera a densidade varia com a pressão e ambas no fim se cancelam. Em resumo, ambos estão certos nas suas afirmações, e não sei qual é o motivo da discordância… Read more »

Giordani RS

Vamos chegar num consenso; A Velocidade do Som varia com a altitude, ok?

Mas só vence a velocidade do som na parte mais baixa da troposfera quem tiver motor!
Existem vários relatos de que o F-105 causava mais estragos voando supersônico rente a copa das árvores do que lançando bombas…

Roberto F Santana

Prezado Grifo, Você compreendeu e reteve o raciocionio, é isso. Note que o “erro” do Clésio foi iniciar o raciocínio a partir de uma consequência e não do princípio básico. Prezado Giordani RS, A velocidade do som varia não pela mudança da altitude, mas pela mudança da temperatura, ora, é claro, que seu raciocínio vem da idéia de que só se variou altitude,compreensível, visto que poucos sabem que a temperatura cai cerca de 2ºc a cada dois mil pés. Para se vencer a velocidade do som, temos que ir para onde a temperatura é mais baixa, não importa a altitude,… Read more »

Roberto F Santana

Continuando… Não é preciso só motor, ou vence quem tem mais motor. Veja o exemplo do Supermarine Scimitar, era um avião com uma excelente asa e dois poderosos motores , os mesmos do English Electric Lightning, mas não conseguia ultrapassar a barreira do som, era pesado, tinha duas imensas tomadas de ar que provocavam um grande arrasto. Um outro exemplo de como é importante um bom desenho aerodinamico: O F-102 biplace, o “B”. O monoplace era supersônico mas o biplace não era. Tinha o exato mesmo motor, mas por conta da modificação na secção frontal da fuselagem não passava a… Read more »

Roberto F Santana

E continuando…

Sobre o F-105 ou o estrondo que ele fazia.
Você tem dúvida se o som da turbina era mais forte que as bombas?
Veja isso:

http://www.youtube.com/watch?v=aDiYMI5cTaw

Roberto F Santana

Sem querer ser chato, Veja um exemplo de como é errado considerar a velocidade do som dependente da altitude veja esse vídeo: Note que a pessoa fala que o 747 está na velocidade do som, baseando-se puramente num grosseiro calculo de altitude. Como: Ela diz do 747: Altitude: 33000 feet / 10085 m Speed: 586 knots / 1085 km/h / 674 mph Mais abaixo comete o erro em: “Speed of sound in about 10000 m (32 808 ft) altitude amounts of 1079,3 km/h (670,6 mph).” Conclusão:por causa da altitude o Jumbo está super sonico. Ainda bem que apareceu um comentarista,… Read more »

Giordani RS

Credo…quero morrer amigo de voces…ou melhor, de voces e do Sheldon Cooper(e da Penny, obviamente)…a celeuma do “vaporzinho” foi posta no chinelo…hehehe… 🙂

E quanto a temperatura decair 2ºC a cada 2.000 pés, sei não, como paraquedista, posso falar por experiência e vivência própria…à 10.000 pés, é frio pra cacete!!!

Clésio Luiz

Giordani, se a cada 2 mil pés a temperatura cai 2° C, a 10 mil pés ela está a 10° mais fria. Som a isso a sensação térmica por causa do vento e você chega no “frio pra cacete” 🙂 Quanto a eu falar esse negócio de densidade, eu levo em conta obviamente que os outros fatores mudam. Se você muda a temperatura, a densidade e a pressão mudam. A cada aumento de altitude, os valores de pressão e temperatura mudam. Na teoria você pode fazer cálculos mantendo um valor constante, mas na prática, os valores estão em constante mudança.… Read more »

Últimas Notícias

FAB intercepta aeronave carregada com 500 kg de drogas

Atuação da Força Aérea tem como objetivo defender o espaço aéreo e proteger as fronteiras do país A Força Aérea...
- Advertisement -
- Advertisement -