quarta-feira, julho 6, 2022

Gripen para o Brasil

Brasil terá transferência de tecnologia com Super Hornet, segundo Panetta

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Notícia divulgada pela AFP nesta quarta-feira (25 de abril) traz declaração do secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, de que o Brasil terá a transferência de avançadas tecnologias dos EUA caso compre o caça F/A-18 Super Hornet da Boeing. Num claro sinal dos desejos de Washington em ganhar o lucrativo contrato, Panetta disse: “Esta oferta, que tem o forte apoio do Congresso dos Estados Unidos, contém um compartilhamento sem precedentes de tecnologias avançadas, que são reservadas apenas para nossos parceiros e aliados mais próximos.”

Falando numa academia militar, Panetta acrescentou que “esta oferta é muito mais do que apenas fornecer ao Brasil o melhor caça disponível. Com o Super Hornet, as indústrias de aviação e defesa do Brasil serão capazes de transformar suas parcerias com empresas  dos Estados Unidos, e poderão ter melhores oportunidades de se inserir em mercados mundiais.”

No dia anterior, Panetta encontrou-se com Celso Amorim, ministro da Defesa do Brasil, para inaugurar o “Diálogo de Cooperação de Defesa” entre os países. Amorim deixou claro, após o encontro, que o maior interesse de Brasília era garantir a transferência de tecnologia a partir da nova aliança proposta por Washington.

Além da transferência de tecnologias, Brasília também quer que alguns dos caças sejam montados no país. De acordo com analistas, isso poderia favorecer o francês Rafale da Dassault, um dos três concorrentes na disputa do novo caça brasileiro. Os outros dois são o próprio Super Hornet da norte-americana Boeing e o Gripen da sueca Saab.

Segundo o chefe da Dassault no Brasil, Jean-Marc Merialdo, o consórcio francês Rafale International assinou três acordos com empresas do Sul do Brasil para ampliar sua cooperação tecnológica, no caso do Rafale ser o escolhido. Merialdo disse à AFP, em Porto Alegre: “Estamos dando mais um passo para ampliar nossa cooperação”.  Desde o final de 2010, o consórcio já organizou quatro seminários em diversas cidades brasileiras para aumentar sua quantidade de parceiros no caso de seleção do Rafale. A França oferece total transferência de tecnologias em sua oferta para o contrato.

Voltando às declarações de Panetta, o secretário norte-americano também disse que o Governo dos EUA está satisfeito com a emergência do Brasil como um poder global. “Este é um relacionamento entre dois poderes globais, e nós damos as boas vindas ao fortalecimento do Brasil. Nós apoiamos o Brasil como um líder global e desejamos uma cooperação mais próxima em defesa”, disse Panetta.

O secretário acrescentou: “Nós não vamos concordar em todos os assuntos – nenhuma dupla de países, nem mesmo os aliados mais próximos, fazem isso. Mas eu acredito que nossos interesses comuns são tão grandes, e as possibilidades provenientes de nossa cooperação são tão tangíveis, que nós devemos segurar essa oportunidade de construir uma parceria de defesa mais forte para o futuro.”

O diálogo entre o Brasil e os EUA também tem como objetivo resolver outras questões como a decisão norte-americana, em 2008, de reativar sua Quarta Frota no Atlântico Sul, uma área estratégica e rica em recursos, onde os países da região não desejam nenhuma presença militar externa. A visita de Panetta à América Latina é a primeira desde que assumiu o cargo de secretário de Defesa, iniciando-se na Colômbia. Após o Brasil, o secretário deverá visitar o Chile.

FONTE: AFP, via Yahoo (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Marinha dos EUA (USN)

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

O que eu acho que interessaria a FAB é: o código fonte do software da aeronave, incluindo o radar e a suíte de guerra eletrônica, os dados estruturais e aerodinâmicos, para facilitar a homologação de armamentos de origem não-americana na aeronave.

Fabio ASC

Economica, Política e Estratégicamente falando, o F/A 18 E/F Super Hornet é a melhor opção para o Brasil.

Todos que frequentam o blog sabem que não é este caça minha primeira opção, aliás nenhum dos 3, mas…. na falta de tu vai tu mesmo!!!

ernaniborges

Fabio ACS

Gostaria muito de ver os russos participando dessa concorrência, mas acho a melhor relação CUSTO X BENEFÍCIO dos americanos.

O que me incomoda é ficar dependente da tecnologia deles, face ao passado de restrições e embargos.

Que tal Rafales no Nae São Paulo (ou seu substituto) e F 18 em terra?

(não levando-se em consideração o custo, afinal estamos dispostos a gastar muuuuuuuuuuito em TOT)

asbueno

Todos concordam que ao adquirir uma aeronave ficamos dependentes do país que a fornece, certo? Tanto em relação a logística de manutenção quanto ao alinhamento político. Pisou fora da linha política: embargo! É natural e nem poderia ser diferente, concordam? Cabe às mentes brilhantes do governo de nosso país planejar o que querem fazer no plano internacional. Não é preciso ser capacho norte-americano, mas que os embates diplomáticos sejam pragmáticos e baseados no bom senso. Qual nosso projeto de nação? Há algum? “Queremos um assento no CS!” E daí?! Não temos cacife atualmente, nem moral ou militar, para sentar na… Read more »

ernaniborges

asbueno
Você está certissimo ! Concordo em gênero, número e grau.

Eu, se pudesse, mandaria esse CS às favas, com ONU e tudo!

Corsario137

Pessoal do Poder Aéreo ralou hoje hein!
FX tá esquentando não? E ainda é só o começo.
Vamos ver quanto tempo o GF resiste ao cerco da Boeing. E vamos ver o quanto os EUA são capazes de ceder em prol da venda do seu produto.
Sem mais.
Sds.

Optimus

“…Quem viu a entrevista do Chael Sonen?”

Comparar a fala de um lutador estupido com Geo-política é completamente descabível – pra não dizer um verdadeiro absurdo!

Como disseram no post anterior: desse Facebook só sai pérola! Incrível…

Como se sente um “anti-imperialista/americano” que usa o americano Facebook, muitas vezes através do seu americano Dell/HP ou de seu americano Iphone bebendo a sua americana coca-cola?! Deve ser uma crise existencial imensa 😛

alphasr71a

Qualquer país, QUALQUER UM, que o Brasil comprar os caças, no primeiro sinal que alguma ação nossa vai entrar em conflito com seus interesses vai embargar armamento/peças para os caças. Não tem essa, não tem amiguinho.

Sobre os comentários no Facebook, me pergunto como esse povo vem parar aqui, tem uns que caíram totalmente de paraquedas no assunto e já lançam as pérolas…

Editores, #forafacebook, por um Poder Aéreo (comentários) menos hipócrita e non-sense

Observador

Senhores, Realmente tem sido difícil conviver com o festival de besteiras do Facebook. Comentários rasos, sem embasamento, preconceituosos, alguns tão mal-redigidos que se fica na dúvida sobre a real posição do comentarista. Pior que muita gente defende o Rafale sem nunca ter convivido com um americano ou um francês, e muito menos ter feito negócio com eles. Sobre o FX, se este sair, TOMARA que o negócio seja com a Boeing. Todos sabem que sou basicamente um anti-rafalista: a oferta do Rafale ter o pior custo-benefício. O SH é muito mais avião e o Gripen é muito mais barato e… Read more »

Fabio ASC

Sei que é sonho, e que todas as vezes que postei isso aqui me chamaram de louco, mas, gosto é gosto:

Marinha (MB) = 48 F 35 C
FAB = 100 PAK – FA + 20 PAK – FA Biplace.

Aproveita o ensejo e + 100 KAI T/A 50

Pronto, assim não ficamos na mão de um nem de outro.

Nick

Caro Fabio ASC,

Para agradar à todos, menos os franceses 🙂

Marinha : 48 F-35B para guarnecer 4 BPCs da classe JCI
FAB: 120 PAKFA+240 Gripen NG

🙂

[]’s

Vader

Senhores editores, acho que é hora de realmente pensar em acabar com esse plug-in do Facebook. Como é de meu hábito, leio todos os comentários, e não me recordo de um único – UM ÚNICO – comentário que acrescentou algo ao debate. Pelo contrário, é só antiamericanismo barato, besteiras de fundo bolchevique, e pérolas que seriam até engraçadas, não fossem trágicas por demonstrar a tremenda falta de cultura de nosso povo. É só poluição visual. Sinceramente vocês já mostraram o blog na tal rede social; os pouquíssimos bons comentaristas (?) que assinem a Trilogia, como nós aqui fazemos, para que… Read more »

Hamadjr

Não leio comentario do orkut xingling facebuqui, leio os que são postado aqui, em muito deles não tenho concordância mas faz parte da vida o contraditório. Sobre os americanos não precisa ser bolchevique para desconfiar da generosidade de elite política deles, este sentimento é muito mais pelo passado então em se tratando de concepção de mundo eles tem a deles e nós temos que ter a nossa, isto não implica em adesão ou alinhamento trata de soberania. Se tiver que ser o F-18 que seja, mas tem que vir com código fonte exatamente para saber se na linguagem que é… Read more »

jura_gol

Caros amigos, Hamadjr, Optimus,Vader, e Observador, concordo com quase tudo sob os adeptos do facebook, vocês que são mais experientes tem de entender que tudo que é novo exige um pouco de paciência, a maior parte deste pessoal do site aqui citado, nunca tinham, visto um blog tão interessante como este, são como moscas no mel, não tem limites nos comentarios, ainda são enfluenciados pelos avós anti-americanos da época do Getulio Vargas. Permitam que eles continuem , pois só com os erros eles aprenderam como funciona o mundo.

Fabio ASC

Senhores, foi citado e muito aqui, que Israel recebeu os tais códigos fontes, mas me corrijam se eu estiver errado: a Turqui também recebeu os códigos para “Up Gradear (nussa)” seus F16´s.

Estou correto?

Observador

jura_gol disse: 26 de abril de 2012 às 12:18 Caro Jura: Sabe que o amigo tem razão? É seja melhor mesmo este pessoal ter participação ativa por aqui, para que possam abrir os olhos. Se queremos mudar este país, acho que temos de começar pelo pedacinho em que vivemos (mesmo que um pedacinho virtual), mantendo o acesso a todos, para que as discussões aqui criem eco lá fora. Além disto, cada um de nós tem a sua cota de bobagens. Não estamos acima de ninguém. Meu protesto foi porque que me revolta a atitude de alguns recém-chegados, e passa até… Read more »

Últimas Notícias

Base Aérea de Anápolis inaugura prédio do Primeiro Grupo de Defesa Aérea

O prédio simboliza um marco na operação do novo vetor da FAB, o F-39 Gripen A Base Aérea de Anápolis...
- Advertisement -
- Advertisement -