Home Indústria Aeronáutica HAL, que deverá montar o Rafale na Índia, está com diversos projetos...

HAL, que deverá montar o Rafale na Índia, está com diversos projetos atrasados

323
2

Segundo reportagem do jornal indiano “The Hindu Business Line”, a empresa estatal aeronáutica indiana HAL pode estar com projetos demais sob sua responsabilidade, o que influenciaria no fato de praticamente todos estarem atrasados.

No mesmo dia em que o novo  “chairman” da empresa assumiu o cargo, quatro meses após a saída de seu anecessor, o Ministro de Estado da Defesa  Dr M.M. Pallam Raju disse claramente que a HAL não estava atendendo aos cronogramas críticos de entrega de seu principal cliente, a Força Aérea, por ter muitos projetos sob sua responsabilidade. Na sexta-feira (dia 2 de março), Raju disse a jornalistas que “não se trata de não haver competência ou instalações lá. É mais uma questão de gerenciamento de projeto. Nós não quremos que eles produzam cada porca e parafuso – e isso é o que eles estão fazendo.”

Ainda segundo Raju, a HAL ” está fazendo um grande trabalho na absorção de várias tecnologias da França, Inglaterra, Alemanha e Rússia. Mas elas estão em uma grande quantidade de programas. Às vezes, eles podem não estar atendendo às expectativas das Forças Armadas, principalmente da Força Aérea, e não produzindo a tempo pois estão lidando com muitos projetos.”

Essas observações surgem num momento em que o Governo leva adiante sua intenção de desinvestir suas ações na empresa. Quatro bancos foram escolhidos em uma rápida seleção no último mês de novembro, e também foi nomeado um painel de sete membros, liderados por B.K. Chaturvedi, para sugerir a reestruturação da HAL. O comitê deverá apresentar seu relatório no final deste mês.

A HAL vem atrasando entregas de caças Sukhoi, de treinadores avançados Hawk e do LCA (Light Combat Aircraft – avião leve de combate, o Tejas), além do helicóptero leve de combate que deverá ser empregado pela Força Aérea e pela Marinha. Ao mesmo tempo, também está liderando programas de porte como um novo treinador básico, desenvolvimento de helicópteros e o ambicioso caça de quinta geração – estes dois últimos com empresas russas. E, assim que o Governo assinar o acordo de compra para 126 aviões de combate multitarefa de porte médio (MMRCA) a HAL também deverá fabricá-los.

Sobre o contrato do MMRCA, concorrência em que foi selecionado o caça francês Rafale, da Dassault, para negociações de preço, Raju disse que esperar que o contrato “aconteça ainda neste ano.” Perguntado se a escolha do Rafale era final, ele só pôde dizer por hora que “a decisão é final tanto quanto a seleção é considerada”.

FONTE: The Hindu Business Line (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Dassault (linha de montagem de asas e linha de montagem final do Rafale, na França)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

até na linha de montagem o Rafale é bonito!

LuppusFurius
LuppusFurius
8 anos atrás

Seis jacas. A podução de um ano inteiro.
Na foto de baixo ,só quatro prá monta uma asa ?