terça-feira, novembro 30, 2021

Gripen para o Brasil

Rafale para os Emirados: só falta o acordo governo a governo

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo o site Rafale News, a revista Air & Cosmos confirmou que todas as cláusulas técnicas e financeiras da venda do Rafale aos Emirados Árabes Unidos (UAE) foram acordadas. Para o contrato ser assinado, só estaria faltando um acordo de defesa governo a governo.

O site também destaca matéria do jornal The National que, no início do mês,  trouxe declaração do major general Khalid Al Buainnain, ex-comandante da Força Aérea dos UAE,  dizendo que as discussões técnicas, financeirais e contratuais foram completamente finalizadas.”

FONTE: Rafale News

NOTA DO EDITOR: também no início deste mês, o jornal francês La Tribune (que foi citado na reportagem do jornal The National à qual o Rafale News faz referência) já trazia matéria de que o Governo Francês e a Dassault foram capazes de contornar a situação comprometida durante o último DubaiAirshow, e que um contrato para a venda de 60 caças Rafale aos Emirados Árabes Unidos poderia ser rapidamente assinado em março ou abril, aproveitando a visita do presidente francês Nicolas Sarkozy. Veja mais no primeiro link da lista abaixo.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

11 Comments

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nick

Essa eu considerava a venda mais provável do Rafale. E seria interessante saber qual a configuração que os EAU definiram.

[]’s

Mauricio R.

Site RafaleNews, revista Air&Cosmos, ah deixa disso, só fonte francesa!!!
E continua a mania francesa, de falar pelo potencial(?) cliente…
Cadê alguém dos UAE, ex-comandante da força aérea não vale é ex e não o atual, confirmando isto???

Ivan

Nick, Como vc sempre achei esta venda com grande probabilidade de sucesso. O principal ponto de apoio da mesma é, como foi para os Mirage 2000-9 e Leclerc, a política de defesa dos Emirados Árabes Unidos montada sobre dois aliados dispostos a lutar ao seu lado no Golfo Pérsico, a França e os Estados Unidos da América. Observe que aponta a falta de “um acordo de defesa governo a governo“. Contudo estas últimas notícias tem como origem jornais franceses e fontes francesas, sendo que desta vez acrescenta declaração de um ex-comandante da Força Aérea dos EAU… Mas como ex-padre não… Read more »

Marcelo

só resta saber o destido dos Mirage 2000-9. Com a crise com o Irã, meu palpite é que não vão nem para o Brasil, para a Libia ou para a India (que mostrou interesse por eles também, para repor as suas próprias perdas por atrito).
Vão acabar bombardeando o Irã com os mísseis Back Shaheen!!!

Marcelo

ô diachos…seguem correções:
destido = destino !
Back = Black !

edcreek

Olá,

Nem brinca com isso a tropa anti-frança infarta do coração, pelo visto teremos que mudar da lingua de le jaque, svenska jaque…

Claro vamos aguardar confirmação não Francesa, para uma coisa que me pareçe questão de tempo para aconteçer….

Abraços,

Ivan

Monsieur Ed,

É isso aí: “vamos aguardar confirmação não francesa…”

Mas vai ser interessante especular sobre as possíveis versões.
Será que vai vingar uma M88-3 baseada na ECO Demo?
Se mudar a turbina, que teria um FAN de 31,0” contra 27,5” da atual, mudaria também as entradas de ar?
Se mudar a entrada de ar seria então uma versão F4 do Rafale?

“…vamos aguardar…”

Sds,
Ivan, L’Ancien. 😉

Giordani RS

Então conseguiram desovar os M-9 para a Líbia?

Quanto a mudar as entradas de ar, não creio, mas as tubeiras, sim.

Marcelo

bom, vamos por partes:
– quanto à turbina, a ECO demo não muda o diâmetro, ela tem melhorias na economia de combustivel e manutenabilidade.
– os EAU já disseram que não vêem mais necessidade de mais potência no Rafale, que tem uma das maiores relações peso/potencia dos caças atuais.
– os Mirage 2000-9 não foram para lugar nenhum, ainda. Se forem para outro país vai ser para cima do Irã!

Mauricio R.

“Se mudar a turbina, que teria um FAN de 31,0” contra 27,5” da atual, mudaria também as entradas de ar?”

Se o volume de ar necessário a turbina aumentar, aumentarão as dimensões das entradas de ar e das tubeiras tb.

“…os EAU já disseram que não vêem mais necessidade de mais potência no Rafale, que…”

Quem dos UAE oficialmente, afirmou isto??? A mídia francesa de sempre???

DrCockroach

“major general Khalid Al Buainnain, ex-comandante da Força Aérea dos UAE,” Ele eh o representante, formal (nao eh segredo), da Dassault p/ os EAU e o Qatar. Quando ele foi p/ reserva abriu uma empresa que serah encarregada de “executar” as alteracoes no Rafale. Quanto ao Sarkozy, estarah visitando, mais uma vez os EAU; e desta vez inclui tb prestigiar a inauguracao de mais um condominio residencial 🙂 Jah o Cameron esteve na Arabia Saudita mes passado, mas ainda tem que mostrar a cara, apertar algumas maos nos EAU. O que ajudaria pois a familia real Emiratense tem tradicao de… Read more »

Últimas Notícias

Embraer e Pratt & Whitney firmam parceria para o programa de demonstração de voo de combustível de aviação 100% sustentável

São José dos Campos - SP, 30 de novembro de 2021 – A Embraer anunciou hoje a assinatura de...
- Advertisement -
- Advertisement -