segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

EUA cancelam acordo com Embraer para compra de Super Tucano

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

 

WASHINGTON, 28 Fev (Reuters) – A Força Aérea dos Estados Unidos informou nesta terça-feira que está cancelando contrato de US$ 355 milhões (cerca de R$ 604 milhões) para fornecimento de 20 aviões Super Tucano, da Embraer (EMBR3), citando problemas com a documentação.

A Força Aérea disse que vai investigar e refazer a licitação, que também está sendo contestada na Justiça dos EUA pela norte-americana Hawker Beechcraft. O contrato havia sido concedido pela Força Aérea dos EUA para a Embraer e a parceira Sierra Nevada Corp.

“Apesar de buscarmos a perfeição, nós as vezes não atingimos nosso objetivo, e quando fazemos isso temos que adotar medidas de correção”, disse o secretário da Força Aérea, Michael Donley, em comunicado. “Uma vez que a compra ainda está em litígio, eu somente posso dizer que o principal executivo de aquisições da Força Aérea, David Van Buren, não está satisfeito com a qualidade da documentação que definiu o vencedor.

Procurada pela Reuters, a Embraer não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

O comandante da área de materiais da Força Aérea dos Estados Unidos, Donald Hoffman, ordenou uma investigação sobre a situação, afirmou o porta-voz da Força Aérea.

Em 30 de dezembro, a Força Aérea dos Estados Unidos definiu que a Sierra Nevada e a Embraer tinham obtido o contrato para venda de 20 aviões Super Tucano A-29, assim como treinamento e suporte. Entretanto, a licitação foi paralisada em janeiro, quando a Hawker Beechcraft entrou na Justiça questionando a decisão.

No ocasião, a Força Aérea disse que acreditava que a competição e a avaliação para seleção do fornecedor tinham sido justas, abertas e transparentes. O Super Tucano A-29 foi desenvolvido para missões de contra-insurgência e atualmente é usado por cinco forças aéreas, e ainda existem outras encomendas, segundo a Embraer.

FONTE: Uol economia

Colaboraram: Asbueno, Diegolatm e RA5 Vigilante

BATE-PAPO ONLINE: converse com outros leitores sobre este assunto no Xat do Poder Naval, no Xat do Poder Aéreo ou no grupo Forças de Defesa no Facebook.

- Advertisement -

86 Comments

Subscribe
Notify of
guest
86 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nick

Será que isso seria uma retaliação para o FX-2? Talvez o Gov Americano já saiba de algo.

[]’s

Grifo

Senhores, era uma vez uma super vespa…

JapaMan

EU JÁ SABIA! vc acha que deixariam barato? lógico que não

Edgar

Pessoal, acho que a notícia é quente mesmo, dêem uma olhada:

http://www.flightglobal.com/news/articles/usaf-reverses-tucano-purchase-368892/

asbueno

Aguardemos. Aparentemente a USAF deseja o ST. De um modo ou de outro quem se ferra é ela, uma vez que declarou que a aquisição é urgente. É citado que houve um problema legal. Não foi mencionada alguma ação “inconveniente” da EMBRAER, por exemplo. Se o caso for este mesmo, então vai dar replay. Porém há a questão política e lá é ano de eleição presidencial…

JapaMan

Como sempre a questão é “Política” e ninguém vai querer se ferrar.. essa compra do ST vai ferrar as eleições, o mundo em crise, desemprego…
Eu acho que não sai não, ja era esperado, até porque quem vai usar o avião é o afeganistão, nem a USAF vai usar ( por enquanto)

Carcará 01

Nao sei se realmente eles sabem de algo, mas o que eu sei é que vamos dançar duplamente:

Perder a venda e engolir a Jaca…

uitinaxavier

Tem aquele ditado ” Alegria de Pobre dura Pouco”.

E tinha gente acreditando que ST lá erá SH aqui parem com isso a Boeing não precisa dessa venda pro brasil e mais daquele tipo se vender vendeu, já pra Embraer e outra historia.

Giordani RS

Na boa, nesse mato tem coelho!

Como pode apenas 20 unidades, de um produto já testado em combate, reconhecidamente operacional, operando em diversas forças aéreas, gerar tanto desconforto? Ainda por cima nenhuma das empresas é americana “da gema”!!!!

Aí tem!!!!!

Marcelo

bom, minha humilde opinião é a de mandar o F-18 à m***** para usar os termos chulos da agenciazinha de espionagem “ACME” e comprarmos ou o Rafale, ou o Gripen. Tchau F-18!!!

Marcelo

o mais engraçado é que tinha gente se doendo porque se comprássemos os Rafales ou Gripens iríamos trair a confiança dos nossos grandes amigos dos EUA…qua….

Darkman

Alguma dúvida que o Rafale já levou o FX2 !!!
Com esse cancelamento(corte)por parte dos americanos, não tenho dúvidas que o Rafale levou o FX2, por lá já devem saber disso.

Marcelo

hum…cadê o Vader? Estou ansioso para ver qual teoria da conspiração vai explicar essa fechada de porta na cara que levamos!

aldoghisolfi

Alguém um dia duvidou da retaliação? É só colocar o SH na parada e tudo volta a ser o que era antes.
Estamos nos afastando das grandes possibilidades para um socialismo obsoleto, que só nos tem dado prejuízos, moral, financeiro, econômico, tecnológico.
Ficamos borboleteando em torno dos pobres países africanos, perdoando as suas dívidas, bajulando o bispo falhado do Lugo, o cocalero Morales, o ditador Chavez e quejandos.

Corsario137

Mais uma mexida de peças no tabuleiro, só isso. Prefiro esse cenário do que o anterior. Agora está mais simples. É uma simples barganha. A USAF cancelou o contrato, não o perdemos na justiça, o que seria bem provável.

Às vezes temos que dar um passo pra trás para dar dois pra frente.

Isso se define até o final de Abril, de um jeito ou de outro.

Diegolatm

Depois vem gente meter o pau nos colegas do blog que são anti americanos… eu sou já meio “pé atras” com eles devido a um parente meu ter trabalhado no Na barreira do inferno no desenvolvimento do VLS e o mesmo me contou diversas coisas indignantes que os americanos embargavam nosso programa espacial…eu vivia em cima do muro até hoje viu mas ultimamente estou caindo pro lado do protecionismo…

Ave, semaninha mais desgraçada essa viu colegas, 3 incendios, e agora essa do ST…

VÔ TE!

JapaMan

É normal, e as taxas com os carros importados aqui no Brasil? essa proteção em tempos de crise acontece mesmo, e nem adianta associar esse fato a compra dos Rafales pq o governo ja decidiu isso há muito tempo, assim como o governo Brasileiro tantas e tantas vezes protegeu nossa indústria os EUA também fazem, não existe nenhum absurdo não.

Tadeu Mendes

Marcelo, Como voce nao vai ser o piloto que vai ter que voar na Jaca, entao que se ferre a FAB, contanto que seu antiamericanismo prevaleca. Se os EUA/Boeing quisessem acabar com a Embraer seria facil, facil. Portanto o problema aqui nao e discriminacao contra o ST. mas sim uma guerra politica interna, por questoes de empregos nos EUA. O fato dos americanos estarem defendendo o mercado de trabalho deles, nao significa que deveriamos ir a revanche (infantilidade de latrino americanos) e sacrificar a FAB, ao comprar os Rafales, so para mostrar que nao levamos desaforo para casa. Mas como… Read more »

Daglian

A lógica de alguns aqui é assim:

“Ah, cancelaram a concorrência que iríamos vencer? Não compra o SH! Dane-se o que a FAB pensa, o importante é mostrarmos o quão rebeldes somos”.

Ora! Aonde estava escrito que a USAF compraria o Super Tucano para, em troca, nós comprarmos o SH???

Uma pena isso, mas ainda acho que deveríamos comprar ou o SH ou o Gripen, pela simples questão custo/benefício. Fora que eles podem decidir o que quiserem, quem vai comprar são eles.

Mauricio R.

“…não está satisfeito com a qualidade da documentação que definiu o vencedor.”

“Na boa, nesse mato tem coelho!”(2)

Tb acho, especialmente em uma concorrência, que sequer base p/ um protesto formal houve.
O GAO mandou a Hawker plantar batatas, simples assim.

masadi45

Alguém em sã consciência acreditava que essa corja iria fechar com a Embraer? kkkkkkkkkkkkkkkkkk Se fizeram essa cretinice , imaginem o que não fariam depois que escolhêssemos, por acaso , o F-18. Mas será que uma empresa que dizem ser a 3ª no mercado de aviação e, despontado como entre as 100 do mercado de defesa, sequer previu algo assim? Realmente acreditaram e, continuam a acreditar nessa espécie de gente? O que fica disso tudo é a total falta de palavra de segurança jurídica que tem um país que faz o que quer , demonstrando tamanha arrogância e desprezo pelas… Read more »

thomas_dw

E se nós comprarmos o Rafale e a USAF confirmar a compra dos ST … como é que ficamos ?

os avioes sao para a USAF ? eu pensei que eram para o Afeganistao …

Vader

Marcelo disse:
28 de fevereiro de 2012 às 17:23

Não tem teoria da conspiração nenhuma parceiro. Simplesmente o governo Obama perdeu a paciência com a PeTralhada. E pra manter a sua linha chula, o Brasil que se f. com a jaca francesa.

Acho pouco. Quem sabe nas próximas eleições a Embraer patrocine um candidato melhor pros seus negócios. Câmbio e desligo.

asbueno

Se o cancelamento existiu é porque alguma instância jurídica detectou alguma anomalia. Não, não sou ingênuo. Se quisessem (ou quiseram) melar, melariam de qualquer jeito. Assim como seria feito por qualquer país com a faca e o queijo na mão. Sobre os EUA embargarem peças e afins após uma hipotética vendo dos SH, isso seria, sim, possível. Do mesmo modo que a Suécia e a França o fariam. Ou alguém acredita que, em caso de descontentamento por parte de um destes três países, eles não tomariam a iniciativa de realizar ações para deixar as aeronaves no chão? Não será um… Read more »

JapaMan

Eu só quero saber uem vai pagar a conta pro Rafale sair do hangar e voar, eu só quero saber com que tipo de armamento essa porcaria vai vir, depois que baterem o martelo, e nego embolsar um grana preta, ja era!
Pensando bem, acho que essa notícia era tudo o que a PeTralha queria para ter a desculpa final para o plano Diabólico deles.. kkkkkkk

Eita Piadinha sem graça viu.

Vader

masadi45 disse:
28 de fevereiro de 2012 às 18:34

Uai, deixa eu ver se entendi: cancelar a licitação “num póóóóódi”, mas anunciar o vencedor antes de terminada a licitação “póóóóódi”?

Ou, em outros termos: quando o americano cancela a licitação pra preservar seus empregos ele é safado, pilantra, vigarista. Quando o brasileiro anuncia um vencedor antes de terminar o processo avaliatório, pelos motivos mais excusos e ignorados do mundo, aí o brasileiro é santo, ungido pelo Senhor?

Ora, ora, ora… Faça-me o favor de ter um pouquinho mais de consistência em seus argumentos vai…

Almeida

Uma pena, mas diferente de muitos aqui eu acho que uma coisa (LAS) não tem NADA a ver com a outra (FX-2). Tem a ver com as eleições presidenciais por lá. É pouca mixaria pra muito barulho, melhor cancelar.

Daglian

JapaMan,

Bem observado, era a desculpa que faltava. Pois esqueçam, pelo jeito vai dar Rafale mesmo.

Edgar

Eu continuo achando que no dia 09 de Abril, Mr. Hussein vai chutar o balde na reunião com a Dona Vana e não terá como ela optar por outra proposta senão a da Boeing.

Marcos

Seguinte: ST nada tem a ver com SH. A USAF simplesmente irá refazer a licitação. E, não tenho dúvidas, o ST ainda é infinitamente melhor que o avião adaptado deles. Ponto. FX-2: o que o Brasil tem de definir é qual o vetor mais adequado e não “eles não compraram, nós também não vamos comprar”. Não acho que o Gripen atenda a todas as nossas necessidades, mas diante de nossa realidade diria que é o mais indicado. Por que é o mais indicado? Porque o Rafale é caro de mais. Porque se de um lado o F-18 é um “puta”… Read more »

asbueno

Concordo Almeida. E pensando nas cifras, não há lógica em “trocar” SHs por STs.

Exigiria uma costura empresarial muito grande (e política), mas valeria a pena trocar uma compra de SHs, principalmente se extrapolar as 36 iniciais, por uma participação da Boeing no KC390, ou melhor, oferecer o KC para a Boeing. Sonho de uma noite de verão, não Mauricio R.?

asbueno

Marcos escreveu:

“Porque se de um lado o F-18 é um “puta” avião, de outro a política externa brasileira, de defender todo tipo de ditadura mequetrefe, pode amanhã dificultar fornecimento de peças de reposição.”

Este é o ponto. Você compra uma arma do sujeito, que também vai fornecer munição e peças sobressalente, aí, um tempo depois, começa a sacanear o cara. Depois disso vai querer que ele forneça tudo o que precisa?

Precisamos de bom senso na escolha da arma e nas ações diplomáticas tomadas. Sempre!

ricardo_recife

O F 18 no FX-II está morto, acabou. A USAF acabou de detonar a Boieng.

A Dassault Aviation pode começar a abri o vinho, vinho bem amargo para a FAB.

A FAB vai ficar com 36 Rainhas do Hangar.

Acho melhor os brigadeiros começarem a ver o T-50 como o carregador de piano da FAB. Com a jaca no chão vão ter de arrumar um caça leve para fazer com que a força ainda tenha aviões de combate no ar.

Abs,

Ricardo

Edgar

Creio que isso fortaleça meu argumento:

http://www.defesanet.com.br/defesa/noticia/4938/EUA-mantem-dialogo-militar-com-Brasil-por-visita-de-Dilma

Esqueçam, LAS não influenciará em absolutamente nada o FX-2. Afinal, depois de 3 Chefes de Estado de enrolação não será um adiamento de decisão de um contrato de menos de 5% do valor do outro que irá afetar nossa escolha.

Esperem a reunião de Abril, senhores. Vejo que o F/A-18E/F está a caminho.

Se Obama aprendeu com Don Corleone, ele certamente fará uma oferta irrecusável à Dona Vana.

Quem viver, verá.

Clésio Luiz

Já faz algum tempo que eu notei que as forças armadas dos EUA não podem operar o que elas querem. Tem que ser o que as empresas americanas querem. Nem o T-6 nem o ST são aeronaves americanas. São projetos estrangeiros fabricados sob licença nos EUA, pagando royalites, mas com forte conteúdo americano. Mas como a Hawker está sob o guarda chuva da Raytheon, ela tem muito mais pulmão ($$$) para gritar que a nanica Sierra Nevada. No Caso do KC-X, a Boeing ganhou no grito, forçando a USAF a adquirir uma aeronave inferior. Ela fez isso cancelando a concorrência… Read more »

alphasr71a

Se o “empurrãozinho” existe mesmo quando só tem empresas americanas, vide os projetos tecnicamente inferiores que foram aprovados em cima de outros melhores… Imagina uma empresa americana vs uma brasileira. Não, talvez a situação atual, da necessidade dos aviões, mude isso, mas duvido muito.

paulsnows

INCRIVEL COMO AS PESSOAS

alphasr71a

Incrível mesmo…

Daglian

Clésio,

Interessante seu comentário. De qualquer forma, o que eles fazem é certo. Tendemos a achar que não pois a Embraer está no negócio, mas eles defendem o deles, o interesse deles. Nós não. Muito pelo contrário, aqui cada um defende o seu, tá mais pra um “cada um por si”.

Marcos

Além de aqui tudo depender de algumas malas, outros ainda pensam com o figado!!!

Leonardo

Defender a indústria nacional é direito de qualquer país, por isso não os critico, e o que fizeram não é surpresa para ninguém vindo dos EUA, como já foi bem lembrado pelo colega Clésio que citou as licitações do KC-X e do helicóptero presidencial, assim como não acredito que essa decisão tenha sido tomada como uma provável represália ao FX-2, particularmente eu estava igual a São Tomé em relação ao desfecho desta licitação que definiu a Embraer/Sierra Nevada como vencedora, por isso, nada está me surpreendendo até mesmo devido a histórico das relações que envolvem Brasil / EUA, sempre baseadas… Read more »

paulsnows

Incrivel como as pessoas se agarram de todas as formas a teorias loucas, em troca da realidade.

Isso nada tem a ver com Brasil ou Embraer, e apenas politica domestica dos EUA.

Pressão de politicos fazendo efeito em ano eleitoral.

So isso.

Carcará 01

Interessante é o comentario de alguns aqui. Simplesmente acharam bom o “reload” do processo por pura birra anti americana. Querem que compremos algo que comprovadamente custa mais apenas pra nao termos de comprar algo “duz americanuz malvaduz”. Fala que eles são “corja”, mas nao enxerga que a mesma esta aqui e quer mais uma vez nos entubar.
Esse é o problema desse pais. Essa miopia cronica.

ricardo_recife

Nunão,

você até pode ter razão, mas eu duvido que o pessoal “mais político” do governo deixe passar está.

Clésio

essa sua sacada foi ótima!

Abs,

Ricardo

uitinaxavier

E hilario ver o choro das viúvas desse blog kkkkkkkkkkkkkkkk, tão achando, que cana e doce mas não é mole não, numa America tomada pelo desemprego com milhares de pessoas tendo suas casas tomada pelos bancos ia pegar bem legal comprar um avião estrangeiro com peças americanas e canadenses e dar dinheiros pros tupiniquins ooooooooo que legal vamos aplaudir isso em ano eleitoral ebaaaaaaaaaaa, todos os candidatos da oposição metendo o pau nessa compra meia boca travada pela justiça yankee, se a Embraer vivesse só da venda de super tucanos ela tava morta e depenada, enxuguem as lagrimas Yankees Tupiniquins… Read more »

Marcelo

puxa, Tadeu, deve ser horrível mesmo voar o Rafale. Que o digam os pilotos franceses que o voaram sobre a Líbia! hahaha é cada uma!

Marcelo

uitinaxavier, estou contigo amigo. Brasil sempre.

Reportagens especiais

Radar quântico – fim do stealth?

Radar quântico pode tornar tecnologias stealth ineficazes A tecnologia "stealth" pode não ser muito furtiva no futuro graças a um...
- Advertisement -
- Advertisement -