domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Os cortes na Força Aérea dos EUA (USAF)

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Secretário da Defesa dos EUA Leon Panetta e o Joint Chiefs Chairman General Martin Dempsey delinearam ontem as mudanças programáticas resultantes da administração de Obama nas novas orientações de defesa estratégica e a redução prevista de cerca de 487 bilhões de dólares do orçamento do Pentágono nos próximos 10 anos. Entre eles, a Força Aérea irá:

  • Eliminar seis dos seus 60 esquadrões aéreos táticos, bem como um esquadrão de treinamento.
  • Rescindir o programa  da aeronave pilotada remotamente RQ-4 Global Hawk Block 30
  • Alienar a frota de 38 C-27Js; apoiar as forças terrestres com o C-130.
  • Aposentar 27 aeronaves C-5A, deixando uma frota de transporte aéreo estratégico com 52 C-5M e 222 C-17s.
  • Desativar 65 dos mais antigos C-130, resultando em uma frota de 318 C-130.
  • Fazer reduções equilibradas na Guarda Aérea Nacional, consistentes com as reduções no serviço ativo da Força Aérea e na Reserva da Força Aérea.

Ao mesmo tempo, a Força Aérea irá:

  • Financiar o seu bombardeiro de próxima geração e manter a frota de bombardeiros atual.
  • Avançar com o programa do avião-tanque KC-46A.
  • Manter 65 aviões remotamente pilotados  MQ-09/01, com uma capacidade máxima de 85. Como parte disto, os MQ-1s irão permanecer em serviço por mais tempo; A aquisição de MQ-9 será mais lenta.

Leia o documento com as prioridades do orçamento clicando aqui.

VEJA TAMBÉM:

BATE-PAPO ONLINE: Converse com outros leitores sobre este e outros assuntos no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

- Advertisement -

50 Comments

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luis

Não tem nada pra nós não? Tipo, a preço de banana ou 0800?

A situação lá nos EUA tá ruça…

Nick

Daqui alguns meses vai ter promoção de F-16C B30/40 do tipo pague 1 leve 2 🙂

E quer pagar quanto pelos C-27?

[]’s

DrCockroach

– Receitas com impostos do EUA: $ 2,170,000,000,000 – Orcamento federal: $3,820,000,000,000 – Deficit: $ 1,650,000,000,000 – Divida nacional: $14,271,000,000,000 – Corte no orcamento atual: $ 38,500,000,000 – Possivel (eventual/talvez, quem sabe…) corte total no orcamento ao longo de 10 anos: $ 1,500,000,000,000 – Corte especificamente na defesa proposto ao longo (distribuido homeopaticamente) de 10 ANOS!!! (materia acima): $ 487,000,000,000 – Corte na “defesa” planejado em 2013: $ 58,000,000,000 Tirem 8 zeros e facamos de conta que seja um orcamento familiar: – Renda familiar anual: $ 21,700 – Gasto da familia: $ 38,200 – gasto adicional no cartao de credito… Read more »

Latino dark

Á coisa tá preta ,,mas o que + me impressionou foi o corte do Exército deles que passará de 570 mil para 490 mil efetivos, enquanto os marines serão menos 20 mil, face aos atuais 202 mil atuais.

sds

Grifo

Senhores, o resumo acima é bastante completo, mas não menciona um importante item do relatório: In order to sustain the highest priority investments, we made substantial reductions to programs that are experiencing schedule, cost, or performance issues: – Joint Strike Fighter: committed to the JSF program of record that includes all three variants, but slowed procurement to complete more testing and make developmental changes to minimize concurrency issues before buying in significant quantities Ou seja, o F-35 vai sofrer mais um adiamento nas encomendas dos seus lotes iniciais para tentar resolver os problemas antes de comprar quantidades maiores. Vamos ver… Read more »

DrCockroach

Complementando o colega Luis acima que mencionou o Eisenhower em outro post:

http://www.youtube.com/watch?v=duhaz-WYl3k&feature=results_video&playnext=1&list=PL3B0D35193B0174A7

[]s!

Giordani RS

Mas eles ainda estão bem…o pior de tudo é que vai ter “governantes” de certas terras abaixo da linha do equador já afinando a desculpa de não investir em defesa por causa dos “cortes”…

Já posso ouvir: “Se até os EUA estão diminuindo suas compras com caças, pra que nós precisamos de caças…” isso mesmo…daquele jeitinho…de fala macia e tudo o mais…

Yluss

Isso SIM me preocupa:

“Desativar 65 dos mais antigos C-130, resultando em uma frota de 318 C-130.”

Alguém mais observou que esses 65 vão concorrer direto com os nossos 390 para os clientes possíveis?

Sds

Observador

Voltando das férias…

Há algum tempo atrás eu já tinha colocado que em breve oque teria de armamento usado colocado para vender a preços módicos em virtude da crise financeira não estaria no gibi.

Em virtude da baixa de equipamentos nos EUA e Europa, será que ainda faz sentido gastar os tubos no FX-2, para adquirir aeronaves que já não são o supra-sumo da tecnologia?

Não é melhor sair comprando F-16 (e, sonhando, F-15 para o GDA), usados mundo afora, a preços módicos?

Observador

Ops…

1º GDA.

Marcos

Como nossos governantes são os mais inteligentes do mundo, nós poderiamos abandonar o projeto do KC-390 e comprar esses C-5 Galaxy.

Almeida

Isso não foi um corte. Foi apenas uma desmobilização pós guerra.

Concordo com o Doutor Barata, falta muito ainda, muito mesmo.

Almeida

Yluss, esses C-130 que serão desativados estão “no osso”, não tem como repassar. A USAF já estava postergando há vários anos a compra de mais C-130J para substituí-los. Não vejo ameaça, neste caso, ao KC-390.

Já os C-27 Spartan estavam novinhos… mas não são da mesma classe/categoria que o KC-390.

Almeida

Observador, um dia eu teria de discordar de você! Mais sucata não! 😛

Marcos

Observador

Poderiamos ficar com os F-14.
Na chegada das aeronaves ao Brasil, viria junto o Tom Cruise, de bonézinho e tudo, e ao invés do Hino Nacional tocariamos a música título do filme Top Gun. E convidariamos Chávez e Fidel que poderiam fazer um “breve” discuro contra o país imperialista do norte.

Marcos

Junto viriam os C-5 Galaxy, óbvio.

Nick

Caro Dr Barata,

Bom comentário 🙂
Ficou bem mais compreensível transformando o budget dos EUA em um orçamento familiar, mais didático, impossível.

Sobre as possíveis oportunidades, além dos F-16, será que teriam F-15 em bom estado? Uns 18 F-15 C/D, com AESA e tudo…

[]’s

uitinaxavier

Marcos disse:
27 de janeiro de 2012 às 15:36

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

De quebra podia vir o Helicóptero do Airwolf, e o Kitty da super Maquina.

E continua o velho Blá Blá Blá de sempre se os americanos tão chamando de cortes na defesa, nos brasileiros que sabemos de tudo achamos que não só tão deixando de pagar a continha do Buteco. Oh Boy!!!!!!!!!!!!!!!!!!

uitinaxavier

Marcos disse:
27 de janeiro de 2012 às 15:36

KKKKKKKKKKKKKKKK

De quebra podia vir o Helicóptero do Airwolf, o Kitty da Super Maquina pro exercito, e talvez R. Lee Ermey pra treinar nossos soldados no estilo de Nascido pra Matar.

Eí americanos o que vcs não quiserem mandem pra cá, Brasil o Aterro do Mundo e nosso slogan perguntem pra Europa.

Observador

Ué, pessoal… Vocês estão infectados novamente pelo vírus do “Brasil-Potência?! Vamos voltar a sonhar com 120 caças novinhos, com o dinheiro do Pré-sal? Será que toda a lama que escorreu por baixo da ponte nestes vários anos de FX não nos ensinou nada? A “velharia” que em breve estará a disposição do mercado incluirá até mesmo os F-16 gregos, tinindo de novos. Ou vocês acham que a Grécia, quebrada, vai conseguir manter a força aérea que tem? E, mesmo que se pegue a velharia do AMARG, se for a preços simbólicos, será melhor que tudo aquilo que a FAB opera… Read more »

Observador

E se resolve o problema de nossa defesa aérea em curto espaço de tempo.

Porcaria de teclado…

Mauricio R.

“…esses C-130 que serão desativados estão “no osso”, não tem como repassar.” Existe um amplo programa de reforma dos modelos E e H em curso, o AMC, o que pode acontecer é o provável comprador pagar pela reforma de alguma dessas aeronaves, ao invés da USAF. “Não vejo ameaça, neste caso, ao KC-390.” Qnto maior a base instalada de C-130J, menor o mercado potencial do KC-390. “Já os C-27 Spartan estavam novinhos…” Poderiam ir p/ o US Army, que precisará dar um destino aos seus C-23 Sherpa, em breve. Aliás foi essa mesma necessidade que motivou a compra das aeronaves… Read more »

Almeida

Mauricio R, em que a desativação de C-130 E e H com a consequente diminuição da frota total de C-130 iria aumentar a base instalada de C-130J?

Marcos

F-16?

Mudariamos o sistema de reabastecimento??

Marcos

Que dúvida, hem?

F-16 usado, F-15 usado, Mirage usado…
Daqui a pouco vem os Tornados usados ou até Typhoons usados.

Renato Oliveira

Prezado Marcos,

Nossa querida FAB está numa penúria lascada. Typhoon e Mirage estou dispensando, mas F-15 e F-16 podem vir.

Quanto ao sistema de reabastecimento do F-16, se vc acompanhou o programa F-16IN, há possibilidades de contornar o problema. Basta querer.

Requena

A explicação do Dr. Barata é sensacional!

asbueno

Giordani RS disse:
27 de janeiro de 2012 às 13:46

Concordo com você, mas eles estão diminuindo e nós quase temos falta, além da defasagem! Mas muita gente irá pensar como você mencionou.

Yluss disse:
27 de janeiro de 2012 às 14:08

Creio que os desativados deverão ficar armazenados como reserva. Todavia já devem existir alguns nesta condição.

Observador disse:
27 de janeiro de 2012 às 14:20

Os preços de aquisição poderiam ser módicos, mas e o custo de manutenção? Mas é algo a se pensar, uma vez que o FX-“tal” não anda…

jacubao

F-15, F-16 e C-5 seriam muito bem vindos a FAB e teríamos tempo de emplacar em um 5G com mais calma, isso se defesa fosse levado a sério no Brasil.

jacubao

O único problema é o provisório virar definitivo, ainda mais se tratando de Brasil.

Daglian

São tempos difíceis, mas ainda duvido muito que os EUA sejam equiparados militarmente por qualquer força na terra em pelo menos médio prazo. Por isso, é importante que reestruturem-se mesmo para enxugar custos e poderem, quem sabe, retomar os investimentos em suas FFAA como sempre fizeram.

Sobre o FX-2, vocês realmente não acreditam que haverá a compra? Puxa, a defesa no Brasil é realmente um tema esquecido, mas espero que isso mude ao longo dos anos.

Mauricio R.

“…em que a desativação de C-130 E e H com a…”

a) Aeronaves ex-USAF vendidas a terceiros, são atualizadas por estes, p/ o padrão AMC.

b) USAF adquire mais C-130J.

Mauricio R.

“…se vc acompanhou o programa F-16IN, há possibilidades de contornar o problema.”

Compre alguns 767 de 2ª mão e converta-os em reabastecedores, sairá mais barato que instalar aqueles tanques.

Almeida

Mauricio R., a USAF adquirir mais C-130J é pura especulação sua. Os planos foram descartados bem antes dos cortes, agora mesmo é que não serão comprados.

Veja bem, a USAF não está aposentando os C-130 E e H, está aposentando os esquadrões que os operam.

DrCockroach

Obrigado pelos comentarios de alguns colegas sobre meu post, mas devo dizer que a ideia original vem de um post que li no site do Bastiat Institute faz algum tempo. O que fiz foi adicionar os cortes planejados p/ decada e, entao, adicionar os cortes especificos na defesa, inclusive o citado na materia publicada aqui no Blog ontem.

Antes de publicar, eu conferi se os valores correspondiam a realidade, e sim, os valores estao corretos.

[]s!

Mauricio R.

Almeida,

A matéria não diz nada sobre esquadrões de transporte aéreo sendo debandados, somente da baixa das aeronaves.

Baschera

Cada louco com a sua mania…. Os C-5 Galaxy, nem que fossem apenas dois…. terminariam por quebar de vez a FAB….. informem-se de quanto custa manter um monstro destes…. no link abaixo: http://www.defenseindustrydaily.com/333m-to-continue-c5-galaxy-amprerp-modernization-01775/ Além disto, por certo são os modelos mais antigos que serão aposentados…e estes já voaram até o osso. EUA, UK, França, Espanha….. todos terão que costar muito, mas muito mais para pelo menos tentar reequilibrar as suas economias. Menos a Grécia….. aqueles espartamos loucos e falidos estão comprando mais 420 blindados Abrams M1A1, mais 20 anfíbios AAV7A1, 60 aviões Eurofighter e mais fragatas e navios patrulha da… Read more »

Baschera

Errata: Leia-se “espartanos” e não “espartamos”…..

Sorry….

Sds.

Tadeu Mendes

Os EUA podem meter a faca na gordura, nao tem problema. Ainda sera muitos anos ou decadas, a maior potencia militar do planeta. (A nao ser que haja uma guerra devastadora (Guerra Mundial).

Quanto ao Brasil, nao precisa esperar desativacoes na USAF para comprar jatos de combate. Basta ir ao deserto do Arizona que la iremos econtrar F-16s., F-15s. A-10s., F-14s., B1-Bs, B-52s….so faltam as ogivas, essas nao fazem parte do pacote. Rsrssrsrs…

Mauricio R.

C-5A Galaxy, havia um desses aberto a visitação lá no então CTA em 1972.
Sinceramente não procuraria tão avidamente este ac, a encrenca é proporcional ao tamanho.

Justin Case

Amigos, Off topic sobre os caças da Suíça: http://www.24heures.ch/suisse/La-Suisse-prefereratelle-les-Rafale-a-prix-casse-aux-contestes-Gripen-/story/20435903 “La Suisse préférera-t-elle les Rafale à prix cassé aux contestés Gripen? Le Constructeur français Dassault a fait une nouvelle proposition, pour contrer l’offre de son concurrent suédois. Cette dernière ferait économiser 400 millions de francs à la Suisse. La proposition du gouvernement fin novembre d’acheter 22 avions de combats suédois de type Gripen, pour un montant de 3,1 milliards de francs, a fait couler beaucoup d’encre. D’une part, deux tiers des Suisses ont jugé superflue l’acquisition de nouveaux avions de combats. D’autre part, le choix des Gripen, un avion peu performant… Read more »

Justin Case
uitinaxavier

Desculpem pelos 2 comentários seguidos deu uma bugada aqui cliquei em enviar comentário mas não apareceu, daí escrevi de novo. Mas pessoal eu também antes acreditava que era melhor comprar alguns caças usadas mas como a gente sabe que a fab se acomoda demais ia ficar com a velharia mais uns 20 anos, se o FX não sair só vamos estar adiando o problema e não dando solução, daqui 20 anos vamos ter que fazer outra concorrência pra decidirmos sobre novos caças eu não entendi ainda a vantagem li gente dizendo pra investirmos em um caça de 5 geração mas… Read more »

uitinaxavier

Erro: incompetência.

Nick

Usei o tradutor do google para o artigo do Justin mas a tradução ficou uma porcaria. : P Alguém manja de francês ae? Pelo que entendi, a Dassault fez nova oferta, tentando melar a decisão.

[]’s

Mauricio R.
Grifo

Senhores, se eu entendi direito, a proposta original da Dassault era vender 22 Rafale por 3.1 bilhão de francos suícos, ou seja 140 milhões de francos por caça.

Agora a Dassault está oferecendo 18 Rafale por módicos 2.7 bilhões de francos, ou seja **150 milhões de francos** por caça. Ou seja, como estava muito caro, a Dassault resolveu fazer uma nova oferta… com um preço ainda maior!

Como diria o Sheikh Mohammed Bin Zayed, esse tipo de coisa só pode ser uma piada…

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…é mmmttttoooo sério, mesmo:

A China PRC já copiou o F-35 e o T-50 visitou Nellis AFB, secretamente…

(http://theaviationist.com/2012/01/28/j18-rendering/)

DrCockroach

“As at that time security policymakers now suspect a maneuver of the Gripen’s competitors who were trying to sow confusion. … That the letter is written in French and some German-Swiss names are misspelled, leaving a copyright in the environment of the Dassault Rafale provider suspect is conjectured. Nevertheless, the Safety Commission of the National Council yesterday unanimously agreed to “all open and new questions had arisen” to examine the type of decision. … VBS chief Ueli Maurer explained in the Commission, he had no objection. The investigation will show that Armasuisse VBS and have worked flawlessly” http://translate.google.com/translate?sl=auto&tl=en&js=n&prev=_t&hl=sv&ie=UTF-8&layout=2&eotf=1&u=http%3A%2F%2Fbazonline.ch%2Fschweiz%2Fstandard%2FPolitiker-durchleuchten-den-GripenDeal-%2Fstory%2F29069731 Ou seja,… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Senhores,

Desde ontem à tarde tenho um rascunho para terminar de um novo post sobre essas notícas do Gripen na Suíça, mas só sobrou tempo hoje. Os links que o Justin trouxe no seu off-topic de agora de manhã vão ajudar, com certeza.

Peço apenas um pouco de paciência que daqui a pouco a matéria vai para o ar.

Enquanto isso, peço que a discussão aqui fique no assunto da USAF, e não no off topic, ok?

Saudações!

Últimas Notícias

Os jatos mais avançados da Força Aérea dos EUA podem estar vulneráveis ​​devido às suas próprias armas

A Força Aérea dos Estados Unidos tem algumas das aeronaves mais sofisticadas do mundo e está desenvolvendo jatos mais...
- Advertisement -
- Advertisement -