quinta-feira, agosto 5, 2021

Gripen para o Brasil

Eagles e Gripens fazem treinamento de combate dissimilar na Inglaterra

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Força Aérea dos EUA (USAF) divulgou na semana passada informe sobre um exercício conjunto, envolvendo caças suecos e norte-americanos, a partir da base da RAF (Força Aérea Real Britânica) de Lakenheath, na Inglaterra. O exercício, que durou uma semana e terminou no último dia 18 de novembro, envolveu missões de combate aéreo dissimilar entre pilotos de caças JAS-39 Gripen da Suécia e F-15C Eagle e F-15E Strike Eagle da USAF.

Os cenários de combate visavam treinamento e aprendizado conjuntos, de modo a aprimorar a interoperabilidade. No foco, estavam exercícios ar-ar entre os F-15 e os JAS-39, permitindo que pilotos em ambas as aeronaves ganhassem experiência com aeronaves dissimilares. Parte do treinamento envolveu manobras básicas de combate contra o F-15 e cenários de emprego de forças numerosas.

Na foto de cima, caças Gripen decolam de Lakenheath e, na foto do final da matéria, o major Mike Conrad (à esquerda) do 493º esquadrão da USAF e o capitão Fredrik Bergstrom da Força Aérea Sueca, preparam-se para uma decolagem em um F-15. O 493º esquadrão “Grim Reapers” opera a versão C do F-15 e foi o anfitrião dos caçadores suecos. Já os esquadrões 492 “Madhatters” e 494  “Panthers” operam na USAF o F-15E, e também participaram dos treinamentos.

O capitão Mike Culhane, “flight commander” do 493º , afirmou que, na sua opinião, “o treinamento foi um grande sucesso, e trabalhar com nossa ala irmã da Suécia foi algo marcante. Nós executamos nossa missão com os pilotos suecos sem descontinuidade. Ficamos bastante impressionados com o Gripen: é uma aeronave muito capaz.”

Já os pilotos suecos disseram que foi uma grande oportunidade aprender e voar num local diferente. Segundo o segundo tenente, Jonas Eriksson, piloto de Gripen, “é realmente bom para nós, que somos novos pilotos, estar num novo ambiente e ver como as coisas funcionam numa outra base, num país muito diferente.” O tenente coronel Joergem Marqvardsem, comandante da ala 211 sueca e também piloto de Gripen, afirmou que “para a maioria de nossos pilotos é a primeira vez em que voam contra caças F-15, por isso o treinamento foi soberbo quanto a ganhar essa experiência.”

FONTE / FOTOS: USAF

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Embraer assina contrato de Serviços e Suporte com a Porter Airlines

São José dos Campos, SP, 5 de agosto de 2021 – Após divulgar seus planos para uma grande expansão...
- Advertisement -
- Advertisement -