segunda-feira, julho 4, 2022

Gripen para o Brasil

Representantes da Boeing visitarão possíveis fornecedores no Grande ABC

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Pouco mais de um mês após as 98 empresas do Grande ABC enviarem à Prefeitura de São Bernardo questionários para a seleção de subfornecedores da Boeing Company, sete companhias passaram pela avaliação inicial da fabricante norte-americana.

Na próxima semana, os diretores da fabricante de jatos comerciais e aeronaves militares visitarão as companhias selecionadas com cinco fornecedores internacionais. Foram escolhidas três empresas de São Bernardo, duas de São Caetano, uma de Mauá e uma de Ribeirão Pires.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de São Bernardo, Jefferson José da Conceição, a Boeing está otimista com a seleção e o anúncio das futuras subfornecedoras acontecerá em novembro. Acompanharão o comitê executivos da fabricante vindos dos Estados Unidos e representantes da GE Aviation, Hamilton, GKM, Eaton Corporation e Parker.

Para o secretário esse foi o primeiro passo para as empresas da região integrarem a cadeia produtiva da Boeing. “Depois das indústrias automotiva e de petróleo e gás, queremos colocar o Grande ABC na indústria de defesa”, afirma Conceição. O contato da empresa com a Prefeitura foi um dos desdobramentos do Seminário sobre Indústria de Defesa e Segurança.

O evento organizado pela Prefeitura de São Bernardo, Centro das Indústrias do Estado de São Paulo e a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança mostrou que a região tem capacidade para desenvolver tecnologia de ponta nesse setor. Os nomes das sete empresas selecionadas não foram divulgados, mas elas atuam nos segmentos de aviônica, hidráulica, elétrico, peças usinadas e produção de chapas.

NOVA OPORTUNIDADE – As companhias que não passaram na primeira fase da seleção terão no futuro nova oportunidade de integrar a cadeia de produção da fabricante norte-americana. O secretário de Desenvolvimento explica que os empresários não escolhidos serão comunicados via carta assinada pela Boeing, Ciesp e Prefeitura.

Em breve serão divulgados os requisitos para preenchimento de novo questionário. O plano do Paço é incluir nessa rodada empresas dos setores moveleiro e de plástico para integrar a cadeia da multinacional.

FONTE/FOTO:
Diário do Grande ABC/Boeing

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

FAB intercepta aeronave carregada com 500 kg de drogas

Atuação da Força Aérea tem como objetivo defender o espaço aéreo e proteger as fronteiras do país A Força Aérea...
- Advertisement -
- Advertisement -