terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

Menos F-35 significa mais F/A-18

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Com a decisão do Congresso dos EUA de cortar verbas do programa JSF e manter a aquisição de novos F-35 estável pelos próximos dois anos a Marinha dos EUA comprará mais caças F/A-18E/F Super Hornets para cobrir qualquer ‘fighter gap’ que venha a ocorrer com a demora na entrega dos Lightning II, informou um membro do Pentágono aos congressistas.

Segundo o Secretário de Defesa Leon Panetta a compra de novos Super Hornets altamente capazes “ajudará a mitigar o problema da redução de caças enquanto desenvolvemos o s F-35. O F-35 deve complementar a frota de F/A-18E/F, e não substituir. A Marinha necessita das qualidades de ambos os aviões.

Não ficou claro se estes novos Super Hornets — parcialmente pagos com o que seria destinado à compra de caças F-35 — são parte do acordo de US$ 5,2 bilhões para a compra de 124 caças assinado com a Boeing no final de 2010.

Com aquele acordo, mais 46 F/A-18E e 20 F/A-18F Super Hornet, além de 58 EA-18G Growler, a frota da USN chegará a 515 F/A-18E/Fs e 113 Growlers no final do ano fiscal de 2013.

Se o problema da Marinha está resolvido, a pergunta seguinte é: o que será a frota dos Fuzileiros Navais, cujos F/A-18 Hornet estão próximos do final de sua vida útil?

FONTE: Defensetech.org

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Poder Aéreo

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Alto oficial da Força Espacial diz que a China está desenvolvendo capacidades ‘duas vezes mais rápido’ que os EUA

Para o general David Thompson, China pode ultrapassar os EUA em capacidades espaciais em 2030 O vice-chefe de Operações Espaciais...
- Advertisement -
- Advertisement -