quarta-feira, setembro 22, 2021

Gripen para o Brasil

Outra pista de pouso clandestina é destruída na Amazônia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Uma pista de pouso clandestina foi destruída por caças da Força Aérea Brasileira (FAB) na madrugada de ontem, na fronteira do Brasil com a Colômbia. Por volta das 3 horas da manhã, oito bombas foram lançadas no local, a cerca de 1.000 quilômetros de Manaus. Foram utilizadas tecnologias como Óculos de Visão Noturna (NVG) e sistemas de reconhecimento de longo alcance.

Um avião de reconhecimento R-99 localizou a pista clandestina e acompanhou a missão para garantir a segurança do local. Quatro caças A-29 Super Tucano partiram de São Gabriel da Cachoeira (AM), cada um equipado com duas bombas de 230 kg. Os computadores dos caças calculam automaticamente o ponto de impacto das bombas.

A missão faz parte do esforço da FAB na Operação Ágata, que tem por objetivo coibir atividades ilícitas na fronteira do Brasil com a Colômbia. A pista foi a terceira destruída em oito dias. A primeira foi na última quarta-feira e a segunda, no sábado. Todas estavam localizadas na região conhecida como Cabeça do Cachorro.

BATE-PAPO ONLINE: Converse com outros leitores sobre este e outros assuntos no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
tplayer

Quem vê essa foto até pode confundir o ST como um caça top de linha. O fotógrafo foi feliz no angulo.

No mais é bom ver a FAB treinando com munição real ao mesmo tempo em que ajuda na segurança publica.

Últimas Notícias

Embraer amplia o Programa Pool com a Cobham, da Austrália

Singapura – 22 de setembro de 2021 - A Embraer anunciou hoje a assinatura de uma extensão e ampliação...
- Advertisement -
- Advertisement -