domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

Até Uganda comprou Sukhoi…

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Quando a imprensa russa anunciou em abril de 2010 que Uganda tinha comprado caças Su-30, aquele país negou. Mas a presença de aviões An-124 em julho indicaram que havia algo de estranho no ar, literalmente.

Em 8 de julho o primeiro Flanker montado acionou sua turbina e acordou metade da população de Entebbe. No dia 11, o primeiro Flanker da Força Aérea de Uganda voou, seguido de outro no dia 12. O voo de 45 minutos foi concluído com uma demonstração espetacular.

Uganda é um país africano com 241.038 km² e aproximadamente 31 milhões de habitantes, cuja agricultura é o principal setor da economia (80%). O país recebeu o primeiro lote de caças Su-30MK2 pois se  prepara para iniciar a exploração das jazidas petrolíferas na região do Lago Albert e necessita de material bélico para resguardar a segurança nas zonas de fronteira com o Congo. O país africano prevê a aquisição de seis a oito caças Su-30MK2 e outros armamentos, por cerca de US$ 740 milhões.

FONTE/FOTO: Airliners.net / COLABOROU: Robson Silva

NOTA DO EDITOR: Enquanto isso, vemos no Brasil o Governo gastar nos Jogos Militares, mais do que Uganda nos seus caças Su-30.

- Advertisement -

72 Comments

Subscribe
Notify of
guest
72 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Osmar

Que vergonha para o Brasil… Uganda um país mais pobre que muitos estados brasileiros e já tem avião de primeira linha…
Enquanto isto o nosso Brasil dos políticos corruptos ainda consta com uma força aére sucateada e o tão sonhado programa de renovação da força aérea denominado FX, FX2 com mais de 10 anos em blablabla… não saiu do papel….

tplayer

Mas pra quê? Nós temos os F-5…

neoclio

O Flanker é uma ótima máquina, ainda espero ver uma geração destes aqui, com o brasão da FAB, é claro… rs

junynhoeagle

Garanto que se vc pergunta a algum politico o que é um F-5 ou um T-27 garanto que eles nem sabem responder.
Agora pergunta o nome das bebidas mais caras, dos bairros mais caros de brasilia que todos tem a resposta na ponta da lingua.Enquanto no Brasil nao existir pena de morte para politico ladrao, essa situaçao nunca vai mudar.Brasil um pais de tolos!

Marine

Neoclio, Adoraria ver em INTEGRA toda reuniao o qual seu video mostra. Mas vou lhe dizer amigo que o que voce postou nao passa de “soun bites”, pedacinhos de videos que podem ser editados para provar o que o editor quiser e o video mostrado pelo senhor e claramente anti-FHC. Nao estou aqui para defender o Ex-Presidente, mas sejamos justos – ja que e a unica forma de mantermos nossa integridade, esse video o qual o senhor postou nao tem nada de imparcial. Unindo isso aos “sound bites” e basicamente o video nao tem peso ou vracidade algum para defender… Read more »

italo

tive que ver no mapa da africa Uganda. Que titica

Vader

Só não vê quem não quer que esse governo revanchista dos derrotados pelos militares não irá comprar NADA que preste pras Forças Armadas.

O que vier vai ser com a grana de custeio mesmo. E aí o máximo que pode ser feito é atualizar F-5 jordaniano.

Sopa

Blz, agora a pobreza pode postar:

E que governo comprou alguma coisa no Brasil ?

Cor Tau

Quem nunca olhou um pote de sorvete no frizer achando que era sorvete quando na verdade era feijão….Não sabe como é a pior frustração do mundo….O Brasil nunca perde a oportunidade de perder uma oportunidade…..Corre o risco de ficar obsoleto antes de ficar pronto….Política é a arte de arrancar dinheiro dos ricos e votos dos pobres com o pretexto de protegê-los uns dos outros…….Porcos no poder….Não alimente os porcos….

Raul Cotrim de Mattos

O que ninguém fala é que a culpa pelo sucateamento das forças armadas é de responsabilidade dos próprios militares, que não abrem mão de benefícios absurdos, como pensões que são repassados geração após geração desde a guerra do Paraguai.

O governo está mais do que certo de não investir tanto em armas em um país onde os militares e seus parentes ficam com boa parte da verba, e que não está em zona de conflito.

Na hora de por a mão no bolso, ninguém é patriota.

MOsilva

O aparelho da foto está completamente “limpo”.
Será que Uganda terá condições financeiras de manter os Su-30 operacionais? E quando da compra, quais foram os armamentos adquiridos? Há uma infraestrutura mínima no país (treinamento de pilotos, manutenção básica, condições para integração de sistemas) para que o potencial dos caças seja satisfatoriamente aproveitado?
Comprar um caça é fácil, basta ter dinheiro e vontade política. Dispor de um vetor adequado para proteção territorial, supremacia aérea, ataque ao solo, ou qualquer outra missão é bem mais complicado…
SDS.

Almeida

Senhor Editor, no Brasil gasta-se mais com jogos militares e Copa do Mundo porque aqui, como na decadente República Romana, o que importa é pão e circo.

Almeida

MOsilva,

A Ala Aérea das Forças de Defesa de Uganda opera caças Mig-23 e Mig-21 já faz bastante tempo, inclusive estes últimos receberam modernização na IAI para o padrão Mig-21-2000. Além disso, também possui treinadores Aermacchi SF-260 relativamente novos e mais outros Aero L-39. Visto que seus esquadrões são pequenos, em torno de 6 aeronaves cada, e que os Mig-23 não foram modernizados, provavelmente eles estão substituindo-os por Su-30 e não criando um novo esquadrão.

Pelo visto lá eles não brincam com sua defesa, apesar de pequenos e modestos.

MOsilva

Almeida,

Substituir Mig-23 por Su-30 é um belo salto tecnológico/operacional. E, sem dúvida alguma, é preferível ter um pequeno esquadrão operacional no “estado da arte” (ou o mais próximo possível disso…) do que vários sucateados.
Da mesma forma, acredito que os Su-30 podem substituir os Mig-21. Haveria uma considerável redução nas operações de logística, o que faz todo sentido.
SDS.

Cor Tau

“no Brasil gasta-se mais com jogos militares e Copa do Mundo porque aqui, como na decadente República Romana, o que importa é pão e circo” Só um super-herói pode salvar a Copa do Mundo no Brasil: O Super-Faturamento………. É um pais desejoso de ser reconhecido como igual no concerto das nações mas que tropeça sucessivamente em sua baixa auto-estima…………Esta na Educação o “remédio” para o atraso deste pais………..O trabalhador brasileiro é sinônimo de garçom ou peão de construção civil….Nossa única profissão exportável mesmo assim não qualificada pela educação formal é como todos sabem a de jogador de futebol………….Vencer este complexo… Read more »

MOsilva

Cometário meio off topic…
Os jogos militares estão sendo usados como “trampolim” para consolidar a visão internacional de que o Brasil tem condições de sediar uma Copa do Mundo FIFA e os Jogos Olímpicos de Verão.
SDS.

Mario Navarro

Hi,my name is Mario Navarro,I’m writing from Los Angeles,when I used to read the articles on Poder Aereo,there used to be a translation available,since the articles are in portuguese,now when I come to this site,there is no more translation from Google,did you guys stop that translation service,did Google stop it,what happened. I’m sure alot of people from around the world, used to rely on that translation in order to fully appreciate your articles,am I the only one this is happening to?

raptor

Todo país de primeiro mundo é imperialista. A França também é.
No mundo real, não existe país bonzinho. Imperialismo, sempre foi a melhor desculpa. Para as ditaduras de esquerda e direita explicarem o ataso social, econômico e tecnologico pelo qual suas nações passam. E se manterem no poder, apesar da miseria e atraso que o seu povo vive.
Esta na hora de nossos governantes, com sua politica externa, mostrarem o que querem para o Brasil e seu povo…
Querem que o Brasil seja uma Coreia do Norte ou uma Coreia do Sul ??!!

Nick

A que ponto chegamos…. ficar com inveja da Uganda. Da Uganda!!!

[]’s

hms tireless

Nessa hora aonde se esconderam os fanáticos chapas-branca apologistas do Brasil potência, player global e outras bobagens do tipo?

Diniz

Seria interessante contextualizar o valor do FX-2 com a corrupção, assistencialismo e desmandos do governo.
Por exemplo:

Compra de Caças – R$ 10 Bi em 5 anos (R$ 2 bi/ano em conta de padaria)
Senado Brasileiro (inútil) – 9 Bi/ano
Bolsa Família (compra de votos) – 15 Bi/ano
Bolsa ditadura (indenizações) – R$ 4Bi (até agora)
Fraudes do INSS – R$ 34 BILHÕES POR ANO !!!
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2006/12/09/286973490.asp

Alexandre Santos

Infelizmente os nossos governantes ainda vivem sob as asas do TIO SAM por isso não podemos ter caças de acordo com nossa potencia agora vamos nos defender com Tucanos ou melhor com Ultra leves…. FX-2 virou lenda pois sempre vamos deixar para o próximo ano…

Jonathan Jmf

Concordo com o Diniz!
Falta de dinheiro e so discupa!

Mike F5 - Go F15SE

Isso é lamentável, gastaremos mais com estádios de futebol do que com caças par nossa defesa. isso é lamentável… Uganda, 80% da receita provem de agricultura, e edquiri caças SU-30.. que pais é este.

Moises

Em primeiro lugar queria parabenizar os editores do Poder Aèreo voces

fazem um trabalho de altissìma qualidade.

Eu acho uma pena que nao possamos todos participar dos comentàrios.

Mais que nada se poed aprender muito com as reportagens e os debates.

Rosan Amaral

Uma pergunta para o nick Vader que me parece um bacharel e portanto um intelecctual: porque os militares que ditaram as regras a partir de 1964 até a redemocratização da país não modernizou as forças armadas naquela época?

Moises

Leia-se : mas que nada se pode aprender muito com as reportagens e os debates.

Mauricio R.

É somente uma questão de status, lá compraram-se “Flankers”, por aqui inventaram essa moda de submarino nuclear by “parceria estratégica” c/ a França.

HMS TIRELESS

Parceria caracú você quis dizer não é Maurício! pois em troca de um casquinho de Sub nuclear nos foram entubados três subs convencionais, uma escola bancada com dinheiro brasileiro mas que está fincada na França e um contrato de construção de uma base de submarinos sem licitação.

Dresper

Como sempre… Todos países se armando e preparando para defender-se de algum perigo iminente e o Brasil com suas matas e grande quantidade de água doce nem liga pros gringos invadindo nossas fronteiras…Ê festa no apê…
😉

Ivan, do Recife

Nick,

Chegamos no ponto de ficar com inveja dos caças de Uganda…
e perder do Paraguai nos penalts… perder de 0!

Sds,
Ivan.

Luiz Padilha

Depois do fiasco de ontem, só falta agora o Paraguai comprar F-15. Mas vamos de F-5 mesmo. Tudo pelo esporte!

Giordani RS

Não há o que comentar. Tudo bem, que meia dúzia de Su servem apenas para dissuasão e mínima, pois nunca as naves estarão 100% operacionais.

O gigante adormecido dorme profundamente…em braços esplêndidos e mãos grandes…

“Existem campeões de tudo…até de perda de campeonatos…”

DrEngAir

Calma pessoal, as ONG’s nos defenderão, estamos passando bastante recursos. 😛
Até!

Walfredo

Eu não apostaria contra um governo que possui 330 bilhões de dólares em reservas e um PIB crescente maior que o da França.

Tenho esperança de que nossas forças reconquistem a confiança da classe política, que demonstrem não estar a serviço de uma elite aloprada, mas da República Federativa Brasileira, respeitando a democracia, os candidatos eleitos e o desejo do povo, mesmo que a opção seja um comunista.

Quando isso acontecer, tenho certeza de que não faltaram meios, que a remuneração de um General não será inferior a de um juiz.

Vader

Rosan Amaral disse: 18 de julho de 2011 às 11:03 “porque os militares que ditaram as regras a partir de 1964 até a redemocratização da país não modernizou as forças armadas naquela época?” Observe o que eram as Forças Armadas antes de 1964 e o que se tornaram depois de 1964 e verá que se tratam de dois conjuntos de instituições completamente distintos. As FFAAs pré-Revolução só serviam para fazer balbúrdia e caçar vagabundo pseudo-comuna. Aliás, a maioria dos equipamentos que nossas Forças usam até hoje foram adquiridos durante a Revolução. Só pra ficar na FAB, temos os F-5, os… Read more »

Vader

Walfredo disse:
18 de julho de 2011 às 12:17

“Eu não apostaria contra um governo que possui 330 bilhões de dólares em reservas e um PIB crescente maior que o da França”

E eu não manteria um centavo em reservas em dólar ou em euro. Não nesse momento. Seguro morreu de velho…

Mas eu penso que talvez seja uma questão mais ideológica não é?

Nélio

Boa tarde a todos.

Bom, a respeito dessa notícia acho que vale a pena ressaltar que a questão não é simplesmente a compra dos aviões. Trata-se mais da questão de transferência de tecnológia para possibilitar um avanço tecnológico na área em questão para o Pais.

Comprar para usar e não saber como foi feito acho que não seria problema para o Brasil, poderia comprar qualquer um que tivesse de pronta entrega…

Mas, para a finalidade que o Pais “diz” que busca a história é outra.

Minha opnião!

Abraços!

Fábio Mayer

Comentários liberados?

Se fosse só Uganda eu ficaria feliz. Mas é Uganda, Marrocos, Libia, EAU, Venezuela, etc… dezenas de nações economicamente menores e menos relevantes que o Brasil com FFAA(s) mais bem equipadas e treinadas que o Brasil.

E se o Brasil teve a pachorra de gastar 740 milhões de dólares nos jogos militares PESSIMAMENTE organizados que estão em curso, então é o pior dos mundos… é a constatação de de a perda completa do sentido de urgência já deu-se há muito tempo.

Leandro M.

O fato é que UGANDA tem um caça capaz e nós não. Simples assim.
Quanto a transferencia de tecnologia, que se faça engenharia reversa.

Almeida

Re: Mario Navarro disse em 18 de julho de 2011 às 1:47:

Navarro, Google is closing it’s translation services API to the outside world on 31 December 2011. Many blog engines are already shutting down access to their API in order to try other services.

You can still cut and paste the posts on Google’s own website for translation.

emerson

Olá amigos, Acho que não há razão para politizar a questão, afinal as eleições já acabaram. Não se pode dizer que o governo federal não esteja investindo nas forças armadas. Acho que o programa de novos submarinos da marinha é um bom exemplo de investimento, além do blindado Guarani, do Kc390, dos helicópteros, até mesmo do processo de modernização do F5, AMX, A4 além do C95 e T27 que também serão modernizados. O problema é o FX. Todos estamos frustrados com os sucessivos adiamentos e ainda por cima, as torcidas estão consolidadas. Mas acho que tem faltado uma franqueza nos… Read more »

emerson

(off topic)

estou sentindo falta da cobertura dos jogos militares pelo blog.

os militares brasileiros conquistaram até agora 4 medalhas de ouro, 3 de prata e 4 de bronze.

seria bacana o blog prestigiar esses militares.

abraços

Almeida

Vader, Não esqueça dos projetos das fragatas Niterói e dos submarinos Tupi, que trouxeram não só enormes avanços operacionais mas também tecnológicos que desfrutamos até hoje. Aquilo foi transferência de tecnologia e desenvolvimento industrial. E nem tinha END. Mas não esquenta, assim que o blog fechar os comentários novamente esses comunistas de mesa de repartição pública desaparecem. E suas argumentações falhas e sem embasamento junto com eles. Comunistas, socialistas e esquerdistas falsificados, porque do bem estar comum não querem saber nada, só querem mamar nas tetas do Estado, às custas dos outros trabalhadores. Nem para colaborar com um serviço que… Read more »

SAS

Os dirigentes de Uganda deveriam se envergonhar de estarem gastando milhoes em 6 a 8 avioes, em um pais onde 80% da economia e agraria. Para se defender do Congo?! Que ha alguns anos estava mergulhado em guerra civil?! Bastariam aeronaves COIN, como o Super Tucano. Calma pessoal, nao estou dizendo que investimento em defesa e desnecessario, mas virem dizer que tem inveja de Uganda, e demais. Sobre os jogos militares, nao se esquecam que as moradias construidas para os atletas(segundo a imprensa) serao repassadas aos militares apos o final dos jogos. Como a maioria das pessoas no Brasil, os… Read more »

Schwanka

sempre a mesma conversa transferência, transferência irrestrita, na real só vejo no jornal transferência real é de contas na ilhas do caribe.

obrigado ao BLOG pelo acesso aberto.

emerson

Caro Almeida, Acompanho o blog há anos e aqueles que me conhecem ou ainda recordam, sabem que não tenho nem características comunistas nem tão pouco me aninho em arranjos de extrema direita. Gosto da democracia e da boa conversa. Um dos motivos que me desanimavam a fazer uma assinatura do blog foi discussão rasteira e partidarizada tando da esquerda teimosa quanto da direita raivosa… mas percebo que errei. Vejo que em sua argumentação o incentivo que faltava para dar ao blog maior amplitude ideológica e quem sabe, contra-argumentar a análise rasteira. Um grande abraço em você e no Vader, com… Read more »

Baschera

Acordem….estamos sob a égide da END…. ou o FIM.

Não me incomoda não possuirmos Su-30, Su-27, F-15, F-16, JAS 39, etc… mas me preocupa o encaminhamento que estamos dando ao assunto, ou seja, só conversa mole e papel…. e como sabemos todos, a conversa o vento leva e o papel vai para a gaveta.

Pena….. “numpfca antiz nefste país”…a cotação cambial esteve tão propícia para se fazer tais modernizações. Imagime-se quando a cotação não mais estiver favoravel….. aí sim sera o FIM ou END, como quiserem.

Venceu o Fórum de São Paulo…..

SDs.

Livre-Pensador

Não esquente “cumpanheiro”o lula resolve qualquer diferença que tivermos,ele dá de presente tudo que não é dele,numca trabalhou para adquirir nada foi sempre na mão grande,pra que forças armadas?

GSV

Será que 6 a 8 Flankers bem equipados dariam conta de invadir o Brasilsilsilsil???

Edcreek

Olá,

O importante e o fato e não exatamente os valores envolvidos, a Uganda comprou os caças que julgava necessario para sua proteção, e comprou novos não fez remendo de caças surrado.

Por incrive que pareçe a Uganda tem mais capaçidade de bater o martelo que o Brasil.

Pelo menos os Scorpenes-SBR estão com o cronograma no ponto com Transferencia tecnologica e tudo mais, isso é fato, apesar de grande parte do pessoal daqui ser contra. Mas contra fatos não há argumentos.

Abraços,

Reportagens especiais

AMX com mísseis antinavio Exocet AM39

No mês em que o caça-bombardeiro ítalo-brasileiro AMX faz 30 anos, é bom relembrar o potencial que o avião...
- Advertisement -
- Advertisement -