segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

RAF: mais quatro Tornados para missões sobre a Líbia

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Frota de Tornados da RAF operando a partir da Itália subirá para 16 aeronaves

 
 

Segundo nota de 15 de julho divulgada pela RAF (Força Aérea Real Britânica) o Ministro da Defesa do Reino Unido anunciou que, em alguns dias, quatro aviões de combate Tornado GR4 adicionais seriam deslocados para a Base Aérea de Gioia del Colle, na Itália. A missão primária dos quatro será de reconhecimento, em apoio às operações sobre a Líbia.

Os quatro somam-se a outros doze Tornados da RAF que já operam na base italiana. Equipados com pods de reconhecimento RAPTOR (Reconnaissance Airborne Pod for Tornado), as aeronaves são capazes, segundo a RAF, de prover imagens de reconhecimento extremamente detalhadas, cobrindo grandes áreas. A nota acrescenta que o desdobramento dessas aeronaves não terá efeito sobre operações no Afeganistão.

Na mesma nota, foi divulgada uma atualização sobre as operações da RAF na Líbia. O major general Nick Pope disse que “Forças britânicas estiveram mais uma vez em ação sobre a Líbia, protegendo civis das depredações do regime do Coronel Kaddafi. Na manhã de ontem (quinta-feira, 14 de julho de 2011), uma patrulha da RAF localizou um veículo de transporte de pessoal BMP, próximo a Alitan, a Oeste de Misurata. O veículo foi destruído por um ataque de precisão de um caça multitarefa Typhoon, empregando uma bomba guiada a laser Paveway.”

Ainda segundo o major general, “a precisão, exatidão e o peso dos ataques aéreos da OTAN causaram danos significativos nas forças do regime de Kaddafi que vêm atacando as pessoas na Líbia. A RAF, sozinha, já danificou ou destruiu até hoje mais de 500 alvos militares, incluindo postos de comando e controle. Mas, com o desenrolar da campanha, o regime vem tentando cada vez mais esconder suas tropas, equipamentos e quartéis generais, sempre em áreas populosas.”

Ele finaliza dizendo que “colher informações de inteligência necessárias para atacar essas forças, com precisão, continua sendo parte fundamental nos esforços da OTAN nesta campanha. Por isso é que, nos próximos dias, o Reino Unido vai deslocar quatro aviões Tornado GR4 da RAF a  Gioia del Colle, primariamente na função de reconhecimento em apoio a esse esforço. Como se trata de um formidável avião de ataque, esse desdobramento também permitirá um aumento secundário e prático para a capacidade total de ataque da OTAN.”

FONTES / FOTOS: RAF (Força Aérea Real Britânica) e Ministério da Defesa do Reino Unido

- Advertisement -

4 Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

Se ao menos ainda tivessem avição embarcada a disposição, p/ usar, poderiam economizar a grana do hotel.
Além de não precisarem mudar de base, p/ economizarem combustível.

Hudson

Os Tornados com toda a certeza aumentaram a capacidade de combate da OTAN.

Vader

Interessante na segunda foto é notar como o ângulo de incidência do Typhoon é elevado, em comparação com o do Tornado, que na verdade é levemente negativo, assim como seu diedro.

Edmar

Caros Amigos.:

Gostaria de saber quantos dos nossos aviões “AMX A-1” (nosso mini-tornados) vão ser modernizados?
Alguns dizem que é 42 aviões, outros dizem que é 48 aviões.
Qual o número exato?

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -