segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

F-22 ‘groundeado’: será que o Raptor é difícil demais de se usar?

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres
(Nota ‘fotográfica’ do Editor: ‘Raptor, Tá fazendo o que aqui fora? Volta já pra casinha!’)

Grandes questões cercam a suspensão de voos do F-22, segundo artigo do Project on Government Oversight, dos Estados Unidos

Muito se tem falado a respeito da recente suspensão de voos da frota de F-22 Raptor, devido a problemas nos sistemas de fornecimento de oxigênio, e o possível papel desse sistema na queda de um F-22 no Alasca em novembro de 2010, com morte do piloto. Abaixo, um apanhado de notícias sobre os últimos problemas enfrentados por esse caça extremamente caro, feito pelo diretor de investigação do POGO (Project on Government Oversight), Nick Schwellenbach, seguido de perguntas que ele acha que devem ser respondidas. 

O que se sabe até o momento (notícias e links):

“O sistema embarcado de geração de oxigênio (On-Board Oxygen Generating System – OBOGS) vem sendo investigado desde que um F-22 caiu em novembro próximo à Base Elmendorf-Richardson, no Alasca. Até a suspensão de voos, as surtidas da frota de Raptor estavam restritas a uma altitude de 25.000 pés ou menos para missões de treinamento, devido às possibilidades de mal funcionamento.”  – Air Force Times, 10 de maio de 2011

“O acidente (de novembro), no qual o piloto foi morto, está sob investigação e não foi ligado a problemas com o sistema de oxigênio” – Flightglobal, 16 de junho de 2011

“A ordem para suspensão de voos foi dada por cinco instâncias desde eventos, no final de abril, do tipo ‘hipoxia fisiológica’ em F-22 que podem ser indicações de possíveis mal funcionamentos, disse a Força Aérea (…) Um incidente envolveu um piloto do 302º Esquadrão de Caça no Alasca que ‘raspou a barriga do avião em árvores durante uma aproximação para o pouso’, segundo um e-mail a integrantes de comitês de defesa do Congresso. ‘O piloto não se lembra do incidente e está sendo tratado para sintomas fisiológicos.’ ”  – Bloomberg, 10 de maio de 2011

“Antes dos cinco recentes eventos envolvendo o F-22, nove incidentes foram reportados entre junho de 2008 e fevereiro, segundo a Força Aérea (…) Esses nove incidentes levaram à formação de um comitê de investigação do sistema da Honeywell.” –  Bloomberg, 10 de maio de 2011

“Apesar de internamente ser descrito como ‘investivação de segurança do OBOGS’, o inquérito lançado após a suspensão de voos de 2 de maio da frota de F-22 ‘não é limitada’ a esse sistema em particular, disse o Comando Aéreo de Combate (Air Combat Command – ACC) em e-mail respondendo a questões.” – Flightglobal, 16 de junho de 2011

“A frota de superjatos F-22 da Força Aérea está com voos suspensos há mais de dois meses, mas na sexta-feira as autoridades do serviço não tinham detalhes se os F-22 poderiam voltar a voar ou quando seus engenheiros poderiam terminar a investigação sobre os sistemas embarcados de oxigênio dos caças.” –  DoDBuzz, 11 de julho de 2011

“A investigação da USAF também está comparando o sistema de suporte de vida do F-22 com outros aviões de ataque de sua frota, incluindo o F-35A Lightning II, Fairchild Republic A-10, Boeing F-15, Lockheed F-16 e Hawker Beechcraft T-6A, disse o ACC.” – Flightglobal, 16 de junho de 2011

Nick Schwellenbach coloca então duas séries de questões:

O que a Força Aérea sabia antes das recentes suspensões de voo? Como mostrado pela Bloomberg, houve nove casos de junho de 2008 a fevereiro deste ano que acionaram uma investigação de segurança anterior sobre o sistema de oxigênio da Honeywell. Foram seguidas de mais cinco, desde fevereiro, que levaram às recentes investigações e suepsensões de voo. além disso, há a possibilidade de que a queda de novembro de 2010 e a morte foram relacionadas ao sistema de oxigênio, apesar de não sabermos se a investigação do acidente está apontando para esse caminho ou ainda não. Haviam indícios de problemas com o sistema de oxigênio antes de junho de 2008? O que a investigação anterior sobre segurança do sistema de oxigênio descobriu? Porque só agora os problemas nesse sistema crítico de suporte de vida só estão vindo à luz?

Dados os extraordinários custos desse avião e a quantidade de problemas para mantê-lo (se é que se pode usar essa palavra para um avião que está com seus voos suspensos), seria o F-22 um avião demasiadamente caro e difícil de se usar? A questão do sistema de oxigênio é apenas o último fiasco desse programa.

FONTE: POGO – Project on Government Oversight (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: USAF (Força Aérea dos EUA)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

46 Comments

Subscribe
Notify of
guest
46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner

O F 22 tem seus piores inimigos dentro de seu próprio país…

Talvez de fato não seja o melhor avião do mundo…

tplayer

Até agora o programa não serviu para muita coisa na pratica, diria que foi o demonstrador de tecnologia mais caro e com maior escala já feito.

Nick

Isso que é chorar de barriga cheia. Adoraria ver F-22 A da FAB groundeados também 🙂

No mais, tem de ver o que ta pegando no OBOGs.

E discordo do tplayer, o F-22 colocou na berlinda todas as demais aeronaves de superioridade aérea, e só agora com o surgimento do PAKFA é que poderemos ver alguma ameaça surgindo.

A tecnologia furtiva é cara? É. Mas quem ficar sem, vai ficar SEM Força Aérea também. 😉

[]’s

Wagner

kkk nao seja por isso

temos muitos mirage e f5 groundeados !! kkkk !!!

se é falta de avião groundeado que o nick reclama, não se preocupe, problema resolvido !! kkkkkkkkkkkk !!

🙂

Giordani RS

Tecnologia nova é isso…altos e baixos…mas que o Raptor é e será a principal arma do Tio Sam, quanto a isto não há nenhuma dúvida!

tplayer

Nick, me diga onde o F-22 foi efetivamente usado e fez alguma diferença? Onde ele foi determinante mesmo para a vitória?

Pra mim continua sendo um elefante branco da USAF.

Wagner

Teve muita propaganda em cima desse avião, todo dia tem programa no History ou Discovery sobre o poderoso e invencível F 22. Falam, falam, falam.

O T player está certo, ele não foi testado até agora.

Essa propaganda americana de que ” o computador agora dá as ordens e o piloto é um desprezivel instrumento a bordo” , já encheu o saco…

E os veelhos F 16 seguram as pontas até hoje…

Clésio Luiz

Isso tudo tem nome, se chama Lockheed. Os aviões dessa empresa são famosos por serem problemáticos, com raras exceções. (O F-16 foi projetado pela General Dynamics).

Leonardo

Bem lembrado pelo Clésio o próprio L1011 TriStar o único jato comercial widebody da história deste fabricante era um modelo complicado segundo seus operadores, daí o grande sucesso do seu rival McDonell Douglas DC-10, raras são as exceções de aeronaves fabricadas pela LM que não são consideradas problemáticas, como exemplo: C-130 Hércules e o L-188 Electra.

No entanto, em minha opinião, esse tal Nick Schwellenbach pegou um pouco pesado ao questionar o projeto a ponto de declarar que esse foi mais um fiasco do programa F-22.

joseboscojr

Isso é o famoso “tsunami num copo d’água”. O sistema gerador de O2 não tem nada a ver com a tecnologia stealth ou com o caça ser de quinta geração ou hiper ultra avançado. Provavelmente há alguma falha do sistema devido a algum “erro” de projeto e que está sendo investigado, mas todo caça tem seu sistema de O2 e o do F-22 não é diferente. E eu discordo da tese que o F-22 não serviu para nada por enquanto. Creio que como a USAF já possui “caças” stealths há décadas, ela sem dúvida é a mais preparada para enfrentá-los… Read more »

joseboscojr

Os Minuteman e os Trident também nunca foram usados e não é por isso que não servem pra nada. Acontece que nunca houve um cenário em que os mesmos se adequassem. O mesmo serve para o F-22. Ele é um caça de superioridade aérea com capacidade secundária de ataque e a USAF o reserva para cenários específicos não cabendo seu uso no Afeganistão ou no Iraque pós Tempestade no Deserto, que já tinha sua IADS degradada ao máximo. Esse argumento de que ele ainda não mostrou a que veio serve então para o Su-35 que também desconheço ter sido ele… Read more »

Rogério

Eita, esses comentários do Bosco já valem a assinatura.

[]s

joseboscojr

A lista de sucessos da Lockheed é imensa, mas me vem a cabeça sempre o C-130.

Alexandre Galante

O Raptor é a “baleia branca” americana…rs

Wagner

É, mas vc tem que considerar que o SU 35 é o máximo de uma familia de aviões já plenamente testada em batalha, inclusive contra aviões igualmente poderosos como os Mig 29.

Logo, o SU 35 tem mais condições de ser avaliado, embora não de forma absoluta, do que os F 22.

Mas isso tudo é relativo…

Wagner

Depende também de tudo: depende do piloto, do adversário, das circunstâncias, dos numeros, dos armamentos…

É difícil avaliar qualquer caça sem vê-los a plena batalha.

Mas se o F 22 merece credito, embora nao testado, qualquer outro caça stealth igualmente merece. Não tem essa de que ” ah é chinês então vai ser uma M” tal como alguns afirmaram aqui.

Se for assim ninguem mais vai produzir nada…

Nick

Caro Tplayer, Depois da explanação do Prof. Bosco não peciso mais responder 🙂 O F-22 vem sendo utilizado em exercícios e treinamentos, onde demonstra uma superioridade em relação ao F-15 de 100:1 …hehehhehe Apesar do F-22 não ter sido decisivo, fez parte da derrocada da União Soviética. Ajudou a exaurir a economia soviética com gastos militares 🙂 Hoje em dia, o F-22 Raptor “Elefante Branco” é criticado por seus custos, seus groundeamentos, etc…. Mas se ele não tivesse sido desenvolvido, o que existiria no lugar? O F-15 Silent? Os americanos não teriam a vantagem que detém hoje, onde Russos e… Read more »

Wagner

Bom Nick, AINDA NÃO VIMOS um combate entre o Su 35 e o Y f22, então, o mesmo argumento vale, esse combate não aconteceu, não podemos dar 100% de certeza de que o F 22 ganha dos caças de 4,5 geração.

Quero ver um F 22 vencer um Su 35 pilotado num exercício POR UM PILOTO RUSSO, e não um iraquiano ou bósnio, então, poderemos falar algo com tanta certeza. Antes disso, é tudo torcida organizada…

Sds

Clésio Luiz

Para quem não se lembra, o F-15 e o F-16 também tiveram seus problemas. O motor do F-15 gostava de soltar palhetas do compressor, que não raro varavam a fuselagem. A P&W culpava a USAF e esta a P&W. Ficou tão feio a coisa que a USAF financiou junto com a USN o GE F110. O P&W TF30 do Tomcat era uma porcaria também. Hoje a USN mão usa motores da P&W nas aeronaves embarcadas. O motor F100 no F-16 apresentou menos problemas, mas assim que pode a USAF passou a usar o F110. A maior parte da frota de… Read more »

DrCockroach

Interessante seria saber por que o F-22 teve a producao suspensa com apenas 168 unidades (mais 19 em ordem e acaba). Basicamente um caca de superioridade aerea sem similar no mercado ainda. Considerando os custos do F-22 e o que poderia ser feito com outros cacas, misseis, etc, o programa foi suspenso. Mas por que ter uma previsao de 2,443 unidades do F-35? Os custos jah estao muito proximos (F-35: 133 milhoes e F-22 150 milhoes), quase a totalidade dos ataques ar-solo me parecem podem ser executados tranquilamente pelos F-16, F-18, Drones, misseis pelas proximas decadas. Jah postei aqui documentos… Read more »

Ivan

Kamarada Wagner, “AINDA NÃO VIMOS um combate entre o Su 35 e o F 22…” …e provavelmente não veremos, pois o único operador de Su 35 que poderia enfrentar o F-22 seria a Rússia, sendo que esta não precisa de mais problemas do que já tem com os vizinhos. Se outro futuro operador de Su 35 testar seus Flankers contra os Raptors americanos também não veremos combate, mas um abate a longa distância sem que o infeliz piloto do Sukhoi saiba o que aconteceu. Da mesma forma que acredito que o Su-35 é o melhor caça da 4ª (ou 4,5)… Read more »

Wagner

Ok

Concordo

Mas

E se o missil norte americano não pegar o Sukhoi e este enxergar o F 22 daí no combate dogfight aproximado ? Visual ?

joseboscojr

O F-22 pode ser caro, difícil de manter, etc, mas não há até agora nada que denigre sua imagem como caçador. Isso é problema, mas não é nosso, é da USAF e do contribuinte americano. Mesmo russos e chineses não dizem o contrário, que ele não pode cumprir o que promete no campo de batalha. Muito pelo contrário. Pela leitura que fazemos dos últimos acontecimentos, parece que estão correndo atrás. O conjunto do F-22 é superior a qualquer outra caça e suas qualidades podem ser enumeradas: Maior furtividade pela redução da assinatura radar, RF e térmica. Melhor radar, com maior… Read more »

Ivan

Wagner,

Se um sniper com um fuzil Barret .50, miras Leupold, uniforme camuflado do último tipo e adequado ao terreno deixar um infante inimigo se aproximar tanto que tenha que lutar com pistolas e facas… ele será um tremendo mocorongo incompetente e merece tomar um balaço na bunda para deixar de ser idiota.

Respeitosamente,
Ivan, o Infante.

Leonardo

Caro Dr. Barata, Sinceramente, desconfio e muito desses números, a previsão inicial era que fossem construídas cerca de 650 unidades do F-22, e foram construídos 168 + 19 conforme comentou houve várias especulações dentre estas, a de que não havia mais necessidade de tais números devido ao fim da Guerra Fria. Agora 2443 F-35? Com a briga interna que anda rolando em Washington entre republicanos e democratas sobre o limite legal de endividamento do governo, embora o noticiário de hoje tenha dito que deverá haver um acordo de forma a permitir ao presidente Obama o direito de elevar o teto… Read more »

DrCockroach

Prezado Leonardo, Concordo com vc. O F-22 teve as encomendas suspensas, basicamente por motivos orcamentarios, quando a divida americana era cerca de 80% do PIB deles. Mas o nosso amigo Obama elevou a divida p/ cerca de 100% e manteve a previsao de 2,443 F-35 conforme a ultima mensagem ao Congresso. Mas esta eh realmente uma previsao. O Gates disse que nao haveria como reduzir este numero de 2,443 sem haver modificacao da estrategia e missao dos EUA. Mas agora, por questoes pratica$, talvez exista esta reavaliacao. Para os restantes 19 F-22 a serem entregues foi comunicado que haverah uma… Read more »

Wagner

Dado o cenário atual, eu duvido que chegue a 600…

Vai ficar em Upgrades dos 4 classicos: hornets, Falcons, A 10, Eagles…

Almeida

Aplaudindo a lucidez do Bosco e rindo dos devaneios do Wagner hehe…

Nick

Caro Dr Barata, Na minha visão, os F-22, ficaram nos 187, por falta de “competição”. Se a guerra fria tivesse continuado nos anos 2000, teríamos os 700 F-22 A planejados e ninguém estaria reclamando dos custos de aquisição e operação dos caças. E os russos na época tentaram, mas não conseguiram evoluir o MIG1.44, que morreu com a União Soviética. TAmbém considero que dificilmente os americanos conseguirão atingir o número planejado de F-35, pelo mesmo motivo: falta de inimigos, apesar que os Chineses estão querendo mostrar que não são um Dragão Desdentado. Talvez os Chineses sejam o que está faltando… Read more »

Almeida

Lembrando que em patrulha, voando em super cruzeiro, o F-22A pode lançar um AIM-120C7 a Mach 1.7 a distancias muito maiores que um caça voando abaixo de Mach 1. A No Escape Zone do AMRAAM aumenta em aproximadamente 50Km quando lançado de um F-22A em super cruzeiro. Ele enxerga mais longe e dispara mais longe, com maior chances de sucesso. E ainda pode fugir pra bem longe depois do engajamento, escolhendo quando e onde combater. Isso, claro, se um erro bobo de projeto do OBOGS não apagar o piloto primeiro. Mas daí a dizer que o projeto todo é um… Read more »

Almeida

Nick, Leonardo e DrCockroach Existe uma diferença fundamental entre o F-22A e o F-35A: sua missão principal. Enquanto que, como bem citado pelos colegas, o F-22A não tem ameaças à altura na arena ar-ar, o F-35A tem sim enormes ameaças na arena ar-terra na forma de avançados sistemas de radar e mísseis. Por isso o corte prematuro na produção do F-22A (falta de um caça de superioridade aérea à altura) e o número exagerado de F-35A previstos (dificuldade da geração atual de F-16 C/D, F-15E e F/A-18 C/D de se sobreporem as defesas antiaéreas atuais e futuras). Taí o motivo… Read more »

Ozawa

Todos, a essa altura do campeonato, entusiastas ou profissionais do ramo aeronáutico, sabem que nenhuma aeronave está pronta e acabada mesmo após a homologação dos setores competentes para sua utilização operacional, em especial aeronaves militares, subjugadas a um envelope de vôo em níveis extremamente críticos por razões óbvias. E me atendo ao segmento militar, sempre havera ajustes aqui ou ali, infelizmente com a possibilidade de vítimas fatais, que, em último caso, morreram para que outros pudessem viver. O Raptor é, hoje, a evolução máxima desse processo, isso é incontornável, e como disse um colega anteriormente, quisera a FAB ter 46… Read more »

juarezmartinez

Estes problemas com o F 22 vem demonstrar o quanto é dificil e complicado, ainda para se ter um caça de 5ª ger. totalmente operacional, vemos que os chineses e os russos, apesar das imensas propagandas “plug and play” ainda tem muiiiito trabalho pela frente.

Grtande abraço

Groo

Aproveitando o gancho do assunto ser um caça de 5º geração, recentemente saiu no ausairpower uma análise sobre o design furtivo do J-20 ou JXX. O design do avião chinês parece promissor.

DrCockroach

Prezados Nick, Almeida e Leonardo, Concordo com os colegas com relacao ao F-22, falta de competicao e restricoes orcamentarias foram responsaveis pelo cancelamento do programa. O F-35 jah tem encomendas de 1,000 unidades ateh 2021 com restante apos p/ complementar os 2,443 conforme planos entre 2012-2041 (http://www.airforce-magazine.com/SiteCollectionDocuments/Reports/2011/May%202011/Day25/AircraftProctPlan2012-2041_052511.pdf) Com relacao ao F-35 jah foi dito que ele eh insubstituivel, mas serah que a grande maioria das missoes ainda nao poderao ser executadas pelos F-16, F-18 (jah confirmados ateh 2030), misseis, drones? As drones deverao crescer muito rapidamente por causa dos valores, seguranca e capacidades, inclusive stealth. Talvez os EUA queiram repensar… Read more »

DrCockroach

O Link sobre a inspecao no F-22, ninguem acredita muito na LM quando ela apresenta valores tanto p/ o F-35 quanto p/ os F-22. A Lockheed Martin ataca de “cost-plus” p/ garantir uma teta, e o governo contra-ataca, inutilmente diga-se de passagem, de “should cost” 🙂 como se chama esta arena de combate? medidas e contra-medidas e um monte de Beyond Visual Range…. 8) F-22 Should-Cost: Le Bourget, France —The Air Force is conducting a “should cost” analysis of the F-22 improvement program, said USAF acquisition executive David Van Buren here Tuesday at the Paris Air Show. Van Buren acknowledged… Read more »

tplayer

Você não entenderam o meu ponto.

Eu não duvido nem um pouco das capacidades do F-22, aliás até acho que o potencial dele é maior do que o anunciado.

O que me refiro é que ele acabou por se tornar algo exagerado com o fim da guerra fria. Criou-se uma aeronave que atualmente só serviu efetivamente para desenvolvimento de tecnologia e doutrina.

Tanto é que mudaram os planos e investiram tudo no F-35.

DrCockroach

E a Lockheed Martin notificou o Pentagon/Congresso de mais custos p/ o F-35 acima do combinado: colocaram na conta mais 771 milhoes de dolares no topo do que jah tinha sido adicionado anteriormente. E o governo nao pode fazer nada mas conceder: Por que? Por que assinaram aquele ridiculo contrato de cost-plus em que a LM apresenta a conta e o governo americano engole… O Senador John McCain, p*t*ssimo com mais esta passou o seguinte twitter: “Congress notified that first F-35 jets have cost overruns of $771M. Outrageous! Pentagon asking for $264M downpayment now. Disgraceful.” “@lockheedmartin To most observers, a… Read more »

Ivan

Dr. Barata, Será que o amigo Republicano saberia informar quem assinou o contrato do JSF com a Lockheed no malfadado formato cost-plus? O contrato de desenvolvimento do Joint Strike Fighter foi de 1996. (Administração do democrata Bill Clinton) A vitória da Lockheed Martin, salvo engano, foi em 2001. (Administração do republicano George W. Bush) Seguramente não foi a administração do democrata Obama que assinou o contrato ‘tipo’ cost-plus. Na verdade este ‘pacote’ sua administração recebeu pronta, após 8 (oito) anos do segundo Bush, que teve tempo de rever esta lambança. Só não sei se havia interesse, considerando sua base eleitoral… Read more »

DrCockroach

Prezado Ivan, Muito bem notado. As datas ajudam a interpretacao. Eu nao sou simpatizante dos republicanos ou democratas, tenho simpatias pelo McCain justamente porque ele se afastou, na medida dos possivel, dos conservadores e religiosos republicanos e por ser um heroi de guerra. A posicao dele sobre o F-35 tem sido consistente por um bom tempo, assim como posicoes em outros temas. Lembro de que durante um debate com o Obama ele defendeu o fim dos subsidios e protecao ao etanol americano. A posicao dele eh um pouquinho parecida a minha, um liberal classico (sentido europeu) com simpatias pelos libertarios.… Read more »

DrCockroach

Materia recem saida do forno: Coming up short : America should cut back orders for its late and expensive new fighter—and spend the cash on more useful kit … And to be as stealthy as it is, the F-35 can carry only two air-to-air missiles. The head of the air dominance branch of the Air Combat Command says he “wakes up in a cold sweat” thinking about it. The F-35’s range of around 600 miles (1,000km) is another problem. The potential adversary that will dominate American military planning in the decades ahead is China. Even now, China is acquiring weapons,… Read more »

Tadeu Mendes

Quero felicitar os comentariso do Joseboscojr. e do Nick Voces acertaran na mosca rapazes.Rsrsrsrsrs. Nao foi dinheiro jogado fora. E tambem quero adiantar que os F-22 serao usados (se Israel assim o solicitar) como cabeca de ponte, se Israel decidir atacar o Iran no sentido classico (supremacia area) da palavra. E quanto ao J-20 so tenho uma mensagem: Nao passa de uma grande M…., apenas uma arma de propaganda do PC Chines. A Mother Russia tambem esta tentando fazer alguma coisa (PAK-FA), mas tenho minhas duvidas de que tanto os russos quanto chineses irao partir para uma producao em massa…… Read more »

Vader

Como assim o F-22 nunca foi usado? O que são aquelas fotos e vídeos dele voando que vemos sempre então? Ficção científica? Photoshop? Oras… A simples presença do F-22 num teatro de operações inibe seu uso em combate. Nenhum russo ou china maluco irá invadir o espaço aéreo do Alasca ou do Japão enquanto o F-22 estiver por perto. É como disse o Bosco: os Minuteman ou Trident nunca foram usados. Porque até hoje ninguém foi maluco o suficiente para forçar seu uso. Com o F-22 é a mesma coisa. Simples assim. Ah, mas querem testar o F-22 em combate?… Read more »

Vader

Ops, por “espaço aéreo russo” leia-se “espaço aéreo americano”.

HMS TIRELESS

De fato amigo Vader, O f-22 é o melhor caça do mundo por enorme distância. Apenas algum esquerdopata maluco para dizer o contrário

rodrigo ds

Ivan disse:
13 de julho de 2011 às 14:43

Perfeita a explicação do Ivan, mais claro que isso, só se for em desenho animado, rsss…….

Reportagens especiais

Avançam os trabalhos nos quatro últimos F-5E ‘ex-Jordânia’ que estão no PAMA-SP

Preparação das últimas células pelo PAMA-SP, que precede o envio para modernização na Embraer, mostrou um avanço significativo nos...
- Advertisement -
- Advertisement -