Infográfico da Operação ‘Unified Protector’ na Líbia

O jornal britânico Guardian publicou o infográfico acima mostrando a quantidade de aeronaves, navios, surtidas e militares por país da Coalizão envolvida na Operação na Líbia. Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.

Subscribe
Notify of
guest

19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio

Ainda bem que os EUA tiveram uma participação modesta e discreta neste caso.

Somando todos os aviões dos outros países acho que não chega a metade ‘dusamericanu’

Guilherme Poggio

comentário nº2 – A Dinamarca com apenas 4 F-16 fez 161 missões!

Com é que alguém ainda pode falar mal desse avião?

Alexandre Galante

Pois é Poggio, “usamericanu” só deram uma forcinha… 😉

Antonio M

Sendo um mero “coadjuvante”, nada mal para os EUA! rssrsr!!

Grifo

Para mim mais impressionante foram as 600 missões feitas pelos caças italianos, ainda mais considerando que eles só foram engajados bem depois. Bela performance da AMI.

DrCockroach

Os dados devem ser olhados com cautela, as informacoes vieram de fontes diferentes, e alguns MinDef nao revelaram os numeros (os numeros nao sao da OTAN). A materia original do The Guardian, por exemplo, fala no PA Canadense HMCS Charlottetown, que na verdade eh uma Fragata (foi corrigida a materia); assim, cautela com os numeros. De qualquer forma, na media, maravilha de trabalho do The Guardian. Alguns paises tiveram datas do inicio de operacoes diferentes,e tb numero diferentes de jets; assim, rapidamente, calculei a Media de Surtidas Diarias por Jet (MSDJ): # Surtidas / (# dias em acao * #… Read more »

edcreek

Ola,
E verdade, alguns numeros devem ser olhados com cautela, veja que a Franca ja havia afirmado ter usado misseis scalpe em um centro de comando e nao soa citados.

Outra coisa relevante e que os Italianos estao em sua base com toda sua estrutura, isso os favorece, mas nao tira o merito.

Abracos,

Vader

Pobre da OTAN sem o Tio Sam…

Não tem pra ninguém: nem UK, nem França, ninguém… E isso é porque eles são apenas “coadjuvantes”…

E olhem a quantidade de mísseis de cruzeiro que os EUA despejaram. É de se perguntar o que sobrou para os aviões de UK e França destruírem depois.

DrCockroach

Calculei a media de surtidas diarias por jet apenas p/ a primeira semana de operacoes: – Belgica: 0.07 (qual o problema dos F-16s deles?) -Dinamarca: 1.07 (+ de uma surtida por dia por jet??) – Canada: 0.57 – Franca: 0.54 – Italia: 0.82 (na media por todo period diminui de 1.1(?), que pode ser um numero exagerado) – Suecia: 0.29 (na primeira semana teve o problema do combustivel Jet A1…) – UK: 0.16 (consistente com as informacoes que no inicio o UK nao estava preparado com os Typhoons, especialmente p/ ataque ao solo) – US: 0.83 (eles arrombaram a porta,… Read more »

Mauricio R.

“Com é que alguém ainda pode falar mal desse avião?”

O design do F-16, sofre de 2 problemas:

a-) Idade,
b-) falta de área alar, especialmente depois do Bolck 40/42.

Então quem sabe se fizermos bastante catiça, p/ o F-35 de dar mais mau do que já se encontra, vai que a USAF tira o pó do F-16XL e remenda as coisas.

Mauricio R.

DrCockroach disse:

28 de maio de 2011 às 10:02

Dr., de nada e as ordens.

Marine

Senhores vale lembrar tambem que nem todas as aeronaves no infografico sao “strike aircraft”. Uma enorme maioria principalmente as dos EUA sao aeronaves de apoio como Revo, AEW e Transporte.

Guilherme Poggio

Perfeito Marine.

Sem elas não adianta nem pensar em “strike”. Os americanos são os “reis da logística.”

Ivan

Na verdade fazem quase 7 (sete) décadas que os americanos são os “reis da logísticas”, pois na Segunda Grande Guerra além de armar russos, ingleses, franceses, brasileiros, chineses e australianos, foram capazes de abastecer tropas do Pacífico ao Atlântico, do Mar do Norte ao Atlântico Sul.

Em muitos momentos dos anos 40, os norte americanos fizeram chegar suprimentos de guerra para suas tropas e aliados em todos os continentes do planeta… ao mesmo tempo!!!

Sds,
Ivan, o Antigo.

Marine

Pois e pessoal,

“Amateurs talk tactics, professionals talk logistics!”

Sds!

DrCockroach

Na verdade os numeros realmente devem ser olhados com cautela. Por exemplo, o infografico deveria se referir a todos os tipos de aeronaves. Mas se olharmos a planilha excel original do The Guardian veremos, por exemplo, que listam somente os 8 Gripen, nao incluem a aeronave de reabastecimento (o total seria 9 entao). Situacoes semelhantes podem, e acredito que aconteceram, com outros paises tb. Outros exemplos de situacoes especificas: – A Suecia teve que trocar 2 Gripens que tiveram problemas no canopy (http://www.aereo.jor.br/2011/05/16/cacas-gripen-suecos-ultrapassam-marca-de-100-missoes-sobre-a-libia/): quanto tempo ficaram com apenas 6 Gripens em operacao? – A Belgica realmente nao voa porque nao… Read more »

Grifo

Esse infográfico seguramente não inclui os aviões de transporte, ou senão ele teria que ser bem maior. Acho que aqui estão apenas os que estão operando nas missões sobre a Líbia, nem os transporte nem os REVO estão aí na lista.

Marine

Como ja citado acima, vejo que o problema do infografico e que teve como fonte cada uma das forcas aereas. Cada MD de cada pais decidiu que informacoes divulgar, que meios classificar como parte da operacao, ou seja as fontes nao possuem um “standard”. Suspeito que os numeros de aeronaves dos paises europeus incluem apenas aeronaves que sejam de “strike” ou aquelas que efetivamente voam sobre espaco aereo libio. Ja os numeros americanos como de praxe do DoD tenho certeza que contam todas as aeronaves desginadas envolvidas na operacao, quer sejam “strike”, Revo, AEW, transporte ou simplismente designadas ou “tasked”… Read more »

Baschera

Não me admira que as FFAAs Líbias não tenham decolado nenhum vetor para se opôr aos aviões da OTAN/NATO….. nem mesmo se arriscado no mar contra uma força tarefa de quase quarenta navios, fora os submarinos, que aliás, o infográfico não relata…..

Vader,

Os ingleses eu não sei…mas os scargot’s bombardearam uns Xavantões desdentados parados no chão e algumas baraquinhas de cachoro quente abandonadas …… rsssss.

Ss.