sábado, setembro 25, 2021

Gripen para o Brasil

BAE Systems vai continuar monitorando Hornets australianos

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Em nota, a BAE Systems informou que recebeu um contrato para monitorar informações sobre fadiga em uso dos F/A-18 Hornet australianos. O contrato tem a duração de três anos e valor aproximado de 3 milhões de dólares.

A empresa utilizará, para o monitoramento, acompanhamento e relatórios de fadiga de motores e células dos Hornets, um sistema desenvolvido exclusivamente na Austrália. A BAE Systems Australia também desenvolveu para a RAAF (Força Aérea Real Australiana) uma suíte de programas de diagnóstico das características genéricas das aeronaves, além de causas de incidentes específicos.

Em 2008, a BAE Systems também foi selecionada para desenvolver uma capacidade similar para a nova frota de 24 F/A-18F Super Hornets da RAAF. Já para a frota de Hornet, a empresa vem prestando serviços de monitoramento desde 1983.

Com o monitoramento, espera-se que a frota de F/A-18 Hornet mantenha-se operacional até a entrada em operação do F-35 Lightning II.

FONTE: BAE Systems

FOTO: RAAF (Força Aérea Real Australiana – copyright Commonwealth of Australia)

VEJA MAIS:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

USAF seleciona o turbofan F130 da Rolls-Royce para o programa de remotorização do bombardeiro B-52

A Força Aérea dos EUA anunciou em 24 de setembro que deu à Rolls-Royce um contrato de US$ 500...
- Advertisement -
- Advertisement -