quinta-feira, setembro 29, 2022

Gripen para o Brasil

URUBRA I

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Santa Maria sediará treinamento de combate ao tráfego aéreo ilícito

De 25 a 29 de abril de 2011 militares da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Força Aérea Uruguaia (FAU) estarão em Santa Maria- RS para participar do Exercício URUBRA I. Este treinamento binacional visaestabelecer a coordenação e a cooperação para o controle da atividade aéreairregular na zona de fronteira entre os dois países, além de consolidar osprocedimento e treinar os militares nesse tipo de atividade.

Esta é a primeira edição do Exercício. Treinamentos similares também são realizadas entre a FAB eas Forças Aéreas da Venezuela, do Peru, do Paraguai, da Colômbia e da Argentina.

No URUBRA I, a Força Aérea Brasileira irá utilizar os aviões A-29 (Super Tucano) como aeronaves responsáveis pela interceptação dos tráfegos que ingressarem em território brasileiro oriundos do Uruguai. Aeronaves C-98 (Caravan), também daFAB, irão simular os tráfegos desconhecidos que se deslocam para o país vizinho.

A Força Aérea Uruguaia, por sua vez, empregará aeronavesA-37 (Dragonfly), PC-7 (Pilatus) e IA-58 (Pucará) como interceptadores e C-206(Cessna), C-310 (Cessna) e B-58 (Beechcraft) como alvos simulados, operando apartir da Base Aérea de Durazno, em território uruguaio.

A cidade de Santa Maria – RS foi escolhida para sediar o Exercício pela infraestrutura oferecida, por dispor de um aeródromo, por estar próximo à fronteira com o Uruguai e por possuir as condições adequadas para a realização do treinamento das duas Forças Aéreas.

Entenda o Exercício URUBRA I

O Exercício que tem por objetivo treinar procedimentos que possibilitem uma maior eficácia no combate aos tráfegos ilícitos transnacionais, por meio da coordenação operacional entre os órgãos de DefesaAérea do Brasil e do Uruguai, voltados para a vigilância e o controle do espaço aéreo. Para isso, aeronaves militares dos dois países simularão uma entrada irregular em espaço aéreo brasileiro e uruguaio.

O URUBRA I envolverá os meios aéreos, de detecção, de comunicações e de comando e controle de ambas as Forças Aéreas. Incluirá, também, o intercâmbio entre pilotos e controladoresde Defesa Aérea. Além disso, permitirá o estreitamento de relações, troca de experiências e o estabelecimento de procedimentos comuns para a vigilância e ocontrole do espaço aéreo.

Durante o Exercício, aeronaves militares simularão tráfegos ilícitos que decolarão do Brasil e voarão em direção ao Uruguai e vice-versa. Ao serem visualizadas pelos radares dos Sistemas de Defesa Aérea, iniciam-se as coordenações para informar ao país vizinho da presença do tráfego ilícito e, a partir desse momento, serão acionados os pilotos de alerta das aeronavesinterceptadoras.

No Brasil, essa coordenação está a cargo do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro –COMDABRA, que conduzirá as aeronaves interceptadoras em direção ao avião que está simulando o tráfego ilícito e, ao se aproximarem, executarão as medidas de policiamento do espaço aéreo, procedimentos internacionais que têm por objetivo identificar a aeronave e obrigá-la a pousar. Os pousos devem ocorrer na Base Aérea de Santa Maria – RS.

O mesmo procedimento será adotado pelas aeronaves interceptadoras da FAU, que, após serem acionadas pelos controladores uruguaios, abordarão o alvo simulado,executarão os mesmos procedimentos internacionais e a obrigarão a pousar em Durazno,no Uruguai.

FONTE: FAB

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

VÍDEO: Novos caças Gripen sobem aos ceús no Brasil

Dois caças Gripen E da Força Aérea Brasileira (FAB) chegaram ao Brasil no último domingo, 25 e voaram hoje,...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -