sábado, outubro 23, 2021

Gripen para o Brasil

Caças Gripen suecos estão na Itália

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Oito caças suecos JAS Gripen pousaram na base italiana Sigonella, na Sicília, e agora estão sob comando da OTAN. Eles poderão operar sobre a Líbia a partir da próxima semana, segundo informação da agência TT.

Os primeiros três jatos Gripen pousaram no sábado à tarde na base de Sigonella, acompanhados de um jato Gulfstream que levou técnicos e pessoal de segurança.

Outros cinco jatos Gripen chegaram no domingo e quatro aviões Hercules estão a caminho da Sicília.

FONTE: thelocal.se

- Advertisement -

66 Comments

Subscribe
Notify of
guest
66 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo

O poder da OTAN – Parte II

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/04/04/otan-piorou-o-conflito-na-libia-dizem-rebeldes-qatar-enviara-armas-a-grupos-anti-gaddafi.jhtm

Não vai demorar, para o mundo sentir saudades do Bush.

Imagino os rebeldes fazendo “bolão” de onde cairá a bomba do dia dos franceses.

É bom que este tipo de coisa aconteça, quem sabe os europeus não caem na real que estão cada vez mais defasados e sem poder real.

Vader

Só estava faltando o Gripen mesmo, para completar a vitrine européia.

Ivan

A notícia indicado pelo Rodrigo seria um Clipping muito interessante para o FORTE.

Sds,
Ivan.

Darkman

Vamos ver o que o Gripen pode fazer.

Abs.

Ivan

Um Gripen Battle Group, como foi criado pela Flygvapnet em meados da década passada (2007), deveria operar com 8 (oito) caças, 22 (vinte e dois) pilotos e pouco mais de 2 (duas) centenas de militares, entre técnicos e segurança. Deveria ter capacidade de realizar 4 (quatro) saídas por dia para missões de reconhecimento ou 2 (duas) patrulhas de combate aéreo com quatro aeronaves. (Fonte: sistemasdearmas) Pela quantidade de aeronaves disponibilizada pela Suécia para Otan, no cumprimento da Resolução 1973, tudo indica que é um destacamento semelhante àquele planejado e testado em 2007. Considerando que a campanha deve demorar várias semanas,… Read more »

Antonio M

Ivan disse:
4 de abril de 2011 às 11:19

É verdade.

Será muito interessante poder fazer essa comparação, mesmo porque em outros blogs já estão detonando o Gripen antes mesmo de vê-lo em ação. E espero que haja essa oportunidade.

Vader

Antonio M disse:
4 de abril de 2011 às 11:56

“Será muito interessante poder fazer essa comparação, mesmo porque em outros blogs já estão detonando o Gripen antes mesmo de vê-lo em ação.”

Pra charla das rafalechetes doidivanas e rasgadoras de calcinha que habitam outros espaços por aí até notícia de casamento na família real sueca é motivo pra detonar o Gripen.

A ignorância grassa solta, e os comentários são de nível abaixo do infanto-juvenil. Tem trolleiro idiota que não sabe nem que o Gripen C tem capacidade REVO há muito tempo.

Uma lástima; chega a dar “vergonha alheia”.

Abs.

Antonio M

Vader disse:
4 de abril de 2011 às 12:09

Mas o ‘passeio” vale a pena, é muito divertido !! rsrsrsrs!!!

Fernando "Nunão" De Martini

Prezados,

Deixemos os problemas de outros sites por lá mesmo, ok?

Não posso nem é minha atribuição impedir que em outros sites se faça comentários desse tipo, inclusive com algumas pessoas aproveitando para falar mal da Trilogia em 1 a cada 2 comentários, para não “perder a viagem”.

Mas posso pedir que não sigamos esse exemplo por aqui.

Atenciosamente,
Nunão

Antonio M

Nunão disse:
4 de abril de 2011 às 13:11

Caro Nunão,

Por isso mesmo que não demos nomes aos bois…

abç.

edcreek

Olá,

Finalmente!!! É hora do Gripadinho ter alguma ação real…..

Vamos ver o alcançe real com capaçidade de carga dele o que não deve surpreender….Outra coisa para se saber é se ele tem o Link padrão otan?

Agora com os ceus limpos(e o chão) o caça Sueco pode voar tranquilo e não correr riscos, os Americanos, Franceses e Ingleses já limparam o ar….huahuahauhauhau

Desculpem amigos mas não resisti a piada…….

Abraços,

Antonio M

“…os Americanos, Franceses e Ingleses já limparam o ar…”

Limparam os ar? Quais que abateram? Que eu saiba foram destruídos no solo…….

Vader

Nunão disse:
4 de abril de 2011 às 13:11

É verdade Nunão, tem razão.

Abraço.

Ivan

Antônio,

Acredito que a maioria dos aviões de combate da Líbia foram “abatidos” dentro dos hangares protegidos (HAS) por “caças” B-2 Spirit… he he he, conforme fotos no link anexo:

http://www.aereo.jor.br/2011/03/27/ghardabiya-antes-e-depois-do-b-2/

Sds,
Ivan.

Ivan

Nunão,

Seu pedido é uma ordem!

Abç,
Ivan. 🙂

Ivan

Ed, O trabalho pesado já foi feito por Rafales, Mirage 2000D, F-15E Strike Eagle e Tornados GR4. Não creio que exista muitos alvos para caça-bombardeiros. O trabalho de apoio aéreo aproximado (CAS) seria melhor realizado e com um menor custo por AC-130 e A-10 Thuderbolt, ou mesmo por AMX e SEM, na ausência da US Air Force. Entretanto as duas missões que estam destinadas ao Gripen Battle Group não podem ser negligênciadas. Reconhecimento aéreo e patrulhas aéreas de combate precisam ser feitas até o final da campanha, como aconteceu no Kosovo. Os Gripens C podem operar neste TO com 2… Read more »

Antonio M

Estão querendo passar a idéia que s Suécia não pode “ir à guerra” por causa de sua neutralidade ou, que demoraram em mandar seus aviões. Que eu saiba, a operação não foi feita na base do “quem que ir para o conflito na Líbia, levanta a mão!” e a Suécia tenha esperado as coisas acalmarem. Creio que haja algum critério para o envio das forças, conforme o peso de cada um na ONU e tudo mais. E creio que ser neutro não é ser omisso e qdo necessário, a Suécia vai responder de acordo. E nos dias de hoje, o… Read more »

edcreek

Olá,

Olhem o parenteses(no chão) limparam o ar vale para baterias SANs, AAs e jatos mesmo em terra.

Desse jeito o Grifo vai continuar sem abates e sem riscos de ser derrubado por velhas baterias Russas.

Abraços,

Ivan

Ed, É exatamente isso. Os aviões de caça foram abaticos dentro dos HAS por B-2 Spirit, que é muito tímido e discreto, não chamando atenção para suas atividades… 🙂 Evidentemente sobraram alguns Galebs desastrados e helis descuidados ao relento para servir de tiro ao alvo. As posições de radar, comando e mísseis SAM foram atacados inicialmente por 112 Tomahawk, meia dúzia de Storm Shadow e o discreto e tímido B-2 Spirit. Evidentemente sobrou algumas posições meio cegas para servir de tiro ao alvo para os caça bombardeiros. Realmente acredito que será difícil surgir um alvo para os Gripen C, mas… Read more »

edcreek

Olá,

Ivan как всегда большой позиции.

по крайней мере струй Rafale истребитель сбит на пол, хе-хе, ASSM работал очень хорошо, и на этот раз без освещения.

объятия,

Rodrigo

Ivan, não perca o seu tempo ele vai morrer insistindo que os franceses com a sua missão do dia dizimaram as forças do Kadaffi.

O caso do Edson é de fé e não de razão.

Toda esta paspalhada do EC725, eu já expliquei para ele em off, fazem uns seis meses e na fé dele continua achando um grande negócio.

edcreek

Olá,

Rodrigo não disse isso no meu texto, ehhehe eu disse que o Rafale foi testado operacionalmente sem “iluminação” externa e a AASM tem mostrado confiavel em acertar alvos.

Sobre o EC não acho grande negocio, e realmente o que o Rodrigo disse tinha/tem consistencia.

Mas as coisas no Brasil não funcionam, aqui sempre tem e terá negociatas infelizmente e as coisas acabam nas coxas. Capaçidade operacional o Heli tem e trará alguma tecnologia nova. No Brasil as coisas só funcionam assim, infelizmente.

Trocando em miudos, o se compra caro para pagar comissões ou não se compra nada….

Abraços,

Rodrigo

Avisa para os rebedes líbios ficarem contentes, porque a bomba do dia que o Rafale lança é de forma autônoma.

Vai ser bem tranquiizador para eles.

Tanto faz quem ilumine, o importante é manter um volume de missões consistente com a necessidade. Coisa que os franceses estão longe de conseguir porque eles não tem os nros necessários de vetores e nem o Rafale compensa isto.

Renato Oliveira

Ed, pelo preço, a AASM tinha que ter pelo menos uns 150 km de alcance rsrs

Primeira chance do Gripen em combate; não esqueçamos que a jaca na sua estreia teve pane seca rsrs

Baschera

Embora tarde a presença dos Gripen, os nossos amigos suécos deram uma bola fora…..

“Anders Fogh Rasmussen da NATO diz estar satisfeito com a contribuição da Suécia nas operações na Líbia – apesar das declarações de Carl Bildt, que afirmou que o Gripen NÃO é capaz de realizar operações contra alvos no chão.”

À César o que é de César…… não tem moleza, eu não perdo-o.

Rsssss.

Sds.

Renato Oliveira

Vai saber qual a experiência militar do Carl Bildt… aqui nem nosso MinDef sabe por…caria nenhuma de tecnologia militar!

Grifo

Acho que o Carl Bildt disse que os Gripen não deverão fazer operações contra ao em solo, já que a missão é manter a NFZ, e não que não eram capazes. Os Gripen que foram a Sicília estão com o pod Litening e podem perfeitamente realizar ataques ao solo.

Fernando "Nunão" De Martini

“Grifo em 05/04/2011 as 6:34 Acho que o Carl Bildt disse que os Gripen não deverão fazer operações contra ao em solo, já que a missão é manter a NFZ, e não que não eram capazes. Os Gripen que foram a Sicília estão com o pod Litening e podem perfeitamente realizar ataques ao solo.” Grifo, Fui atrás dessa notícia que vocês estão comentando, no original em sueco, e fiquei em dúvida sobre o que o Carl Bidt quis dizer realmente. Passando por mais de um tipo de tradutor, além do português, parece que ele fala de sistemas, mas a notícia… Read more »

edcreek

Olá, Então a super hiper mega blaster advançe tecnologia do JAS-39 não pode servir para atacar o solo. A verdade vem a tona, paga-se mais barato por algo que não funciona. Em teste os JAS-39 atacou o solo, e agora na pratica não pode mesmo tendo mais de 10 anos de serviço operacional? Em pouco dias saberemos se os caças Suecos são bons para fazer numero e servir de dissuação ou se realmente tem algum valor pratico na hora do vamos ver? Enquanto isso na Costa do Marfim Helis Franceses atacaram posições rebeldes e tanques! Alguem tem noticia dos meios… Read more »

Antonio M

Com toda tradição sueca com seus caças, o JAS39 simplesmente não pode atacar o solo? duvido.

E o que adianta capacidade se é para pagar 13000 euros pela hora de voô? As mais recentes notícias sobre os acordos com a França já demonstram no que vai dar se a FAB receber os Raflae.

O problema não é somente a aquisição sim, sua manutenção. E também é só verificar o que ocorreu com os Mirage III e o que vem ocorrendo com os Mirage 2000….

Antonio M

Se o F5M deu canseira no Rafale, o Gripen também mostrará para quê foi feito….

Vader

edcreek disse: 5 de abril de 2011 às 8:26 Ed, as regras de engajamento (ROE) aprovadas pelo Parlamento da Suécia para envio dos Gripen à Líbia não permitem ataque ao solo. Isso se dá porque a Suécia considera que atacar o solo é extrapolar o mandato da ONU. Assim os Gripen C estão lá apenas para fazer CAP e observação. Não tem nada a ver com a capacidade do Gripen de atacar alvos em solo, coisa que o Gripen C já faz há muito tempo (com o Pod Lightening), podendo utilizar-se de 4 LM/Raytheon GBU-12 Paveway II guiadas a laser,… Read more »

Antonio M

Vader disse:
5 de abril de 2011 às 9:05

Essa é a diferença entre países sérios e outros nem tanto ……

Vader

Ah sim, quanto ao link OTAN, o Milavia informa que o Gripen C/D é totalmente compatível com os sistemas OTAN.

http://www.milavia.net/aircraft/gripen/

Sds.

Vader

E o “Sistema de Armas” considera o TDILS melhor e mais capaz que o link 16 da OTAN e o IDM dos F-16 MLU.

http://sistemadearmas.sites.uol.com.br/ge/dtl7suecia.html

Sempre lembrando que os suecos são pioneiros na tecnologia de datalink.

Sds.

Antonio M

Vader disse:
5 de abril de 2011 às 9:16

Além de ser verdade, é a tecnologia que usam no R99 (ST e F5M).

Já demonstrou seu valor diversas vezes, desde o uso do R99 contra o grupo guerrilheiro Sendero Luminoso até com a localização dos primeiros destroços do vôo 447 da Air France.

Rodrigo

Este papo de ir para a operação e não fazer o que precisa é o mesmo caso dos franceses que vão para o Afeganistão e não saem de Cabul. Quando sairam, os gringos precisaram ir tirá-los do aperto. É muito bonito, dizer que vão apenas cumprir a resolução da ONU. Se a ameaça aérea no início era baixa, agora é nula. O esforço necessário é ar terra. Edson, volta para o mundo real, quen fez o ataque na Costa do Marfim foi um Hind, os franceses ficaram no apoio com o Gazelle e um Puminha. Não existem Tigres, Caracal deslocados… Read more »

edcreek

Olá, Rodrigo foi uma pergunta não afirmação, toda via o texto é claro em afirmar que: “Os meios Franceses envolvidos foram um Helicoptero Gazelle e um Puma que em conjunto com as forças da Onu conseguiram destruir varios veiculos blindados e lançadores de granada”. Agora reveja um parte do texto: “L’engagement des moyens aériens français, armés par le 1er RHC avec des hélicoptères Gazelle, HOT ET CANON….” Basicamente houve um erro de tradução do google o termo HOT foi traduzido como quente sendo que na realidade HOT é um missel anti-tank de fabricação Francesa de guiagem laser, então ficaria assim:… Read more »

edcreek

Complementando,

Não ficou especificado quem destruiu o que, mas é evidente que ocorreu ataques de fato por parte Francesa, agora é melhor esperar para ter maiores informações.

Antonio M

O Gazelle é projeto dos anos 60 e não quero desqualificá-lo de modo pois teve sucesso de exportação e tudo mais, porém cadê o Eurocopter 665 Tiger ?!?!?! Ainda não está operacional?

Vader

Rodrigo disse: 5 de abril de 2011 às 9:50 “Este papo de ir para a operação e não fazer o que precisa é o mesmo caso dos franceses que vão para o Afeganistão e não saem de Cabul.” Concordo. “Drôle de guerre” é coisa de francês. Não funciona. Por isso que disse em outro tópico que os Gripen estão indo pra desfilar, junto com as demais aeronaves da OTAN. Mas é evidente que o Gripen tem total capacidade de ataque ao solo. O Carl Bildt, como bom político, precisava dar uma desculpa pros “parceiros” de OTAN para não ter de… Read more »

edcreek

Olá,

Antonio M pelo que vi, que foram os Helis que já estavam por lá e certamente o Tiger não deve ficar disponivel na Costa do Marfim…..

Se coisa engrossar ai talvez veremos mais reforços, se não ficaremos nisso mesmo….

Abraços,

Ivan

Monsieur Edcreek, Permita-me uma pequena ressalva. O míssil HOT, de Haut subsonique Optiquement Téléguidé Tiré d’un Tube, seria literalmente um míssil de alta velocidade subsônica, teleguiado óticamente e lançado por tubo. É um ATGW de segunda geração, que emprega um sistema de guia tipo SACLOS – Semi-Automatic Command to Line of Sight, desenvolvido e fabricado por franceses e alemães na segunda metade da década de 70 e durante a década de 80. Assim sendo não cabe atribuir ao mesmo uma “guiagem a laser”. Sua montagem em helicópteros como o Gazelle, MBB-105 e Lynx criou alguns sistemas anti-tanque muito efetivos. O… Read more »

Ivan

MiLord Vader,

É bom lembrar do ASM Rb.75 (fabricação sueca do AGM-65 Maverick), um tradicional míssil de apoio aéreo aproximado.

O Gripen C/D ainda pode usar o míssil de cruzeiro TAURUS KEPD 350, fabricado pela TAURUS Systems GmbH, uma parceria entre EADS/MBDA e Saab Bofors Dynamics, mas que não foi adquirido pela Flygvapnet.

Sds,
Ivan.

Rodrigo

edcreek disse:
5 de abril de 2011 às 10:26

Eu li o original em francês não preciso do tradutor.

O Gazelle e o Puminha, com 04 Hot e duas metralhadoras 7,62mm respectivamente não tem poder de fogo para tal, dai a necessidade do Hind.

Agora se você prefere se iludir é um direito que você tem, só não exija que quem tem neurônio não questione a sua fé.

Renato Oliveira

Complementando o Ivan, O HOT é a ‘versão francesa’ do TOW, ou seja, míssil guiado por fios, visualmente, até o impacto. É um bom míssil antitanque mas restrito a horizonte visual limpo, não dá pra ter designador remoto, alcance máximo de apenas 4 km – suicídio em m ambiente infestado de MANPADS. Voltando ao Gripen, jaca e M2000, caro edcreek, 1) Se políticos falassem a verdade e/ou coisas que prestem, o mundo seria outro. O sr. Bild sabe tanto de aviação quanto o Joban… 2) Vc diz que comprar o Gripen é pagar pouco pra fazer nada, o M2000 e… Read more »

Rodrigo

Antonio M disse:
5 de abril de 2011 às 10:34

O Gazelle, é uma nave leve para a situação da Costa do Marfim é mais que suficiente.

——————

Ivan,

Ou ele leva o HOT ou canhão de 20mm.

O HOT, além de ser guiado a cabo é muito leve, mais ou menos 1/5 do peso do Hellfire.

É o primo pobre do TOW.

A única coisa legal que saiu do Gazelle foi o Trovão Azul da TV, que é um Gazelle modificado.

Ivan

O HOT e o TOW são ATGW contemporâneos, criados separadamente dentro da Otan por europeus e americanos, respectivamente, para enfrentar a ameaça blindade do exército vermelho. Possuem características muito parecidas como alcance e sistema de guiagem SACLOS, mesmo sendo mísseis de fabricantes diferentes. Os países da Europa Ocidental, que não dispunha na década de 80 de helicópteros de ataque como o Bell AH-1 Cobra, montaram seus mísseis HOT em helicópteros leves como o BO-105 (Alemanha) e Gazelle (França), sendo que a Inglaterra optou pelo Lynx, um pouco mais robusto. Estes helis eram pequenos e ágeis o suficiente para representar uma… Read more »

Rodrigo

Eu nunca vi foto dele com o canhão e o HOT.

Sempre li que é um ou outro.

Com o canhão somente o lançador Mistral.

edcreek

Olá, Rodrigo se voce leu o texto ele diz: “Hot at Canon” ou “Misseis e canhão”, não sei a real capaçidade para isso mas o texto é claro. O “Puminha” pode levar um canhão de 20mm tambem em apoio… O Gazelle é um sucesso de vendas, então vc continua com sua implicancia, ehehehe. Obvio que o hind tem capaçidade de fogo maior pelas tantas armas integradas, agora dizer que foi apenas apoio foi demais, foi um ataque conjunto, mas como para vc tudo que não é Americano não presta…. Renato a realidade que o JAS-39 tem mais de 15 anos… Read more »

joseboscojr

Rodrigo,
Acho que você fez confusão do Milan com o Hot.
O Hot pesa metade de um Hellfire.

ZE

Nunão disse:
5 de abril de 2011 às 16:32

Nunão, que história é essa de usar tradutor ????

Você não fala sueco ????

A educação no Brasil vai de mal a pior.

Ps: valeu pela informação da hora de voo do Gripen !

[ ]S

Últimas Notícias

Embraer comemora 20 anos do início das operações de ensaio em voo em Gavião Peixoto

Gavião Peixoto – SP, 22 de outubro de 2021 - Um dos principais complexos industriais da Embraer no Brasil,...
- Advertisement -
- Advertisement -