domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

A-4 argentino se desmanchando no ar

Destaques

Samuel B. Pysklyvicz "Jaguar"
Fotógrafo e Analista de Redes Sociais do Grupo Aeronaval Comunicação (Forças de Defesa- Poder Aéreo). É nas horas vagas e spotter e ouvinte de controle aéreo (App) de aviação civil e militar.

- Advertisement -

11 Comments

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

Legal, hein!!!
Que sirva de lição p/ a MB e o seu museu aeronaval.
Falta de grana adequada + aeronave velha recauchutada + pouca ou nenhuma vontade política em melhorar as condições operativas das ffaa = acidentes
Aliás o Mirage do vídeo, está sem a turbina.

Roberto F Santana

Ele perdeu o tanque externo, o aileron e uma ponta de asa.

tplayer

Se fosse na FAB alegariam que as partes se soltaram por “pane elétrica”.

¬¬

Vader

Pobre Argentina…

fsneto

gente eu sei q a situação financeira da argentina tá feia, mas não pensava q tava assim. Espero q a FAB n chegue a tanto.

desastreBR

Argentina, literalmente caindo aos pedaços.

tplayer

fsneto, a situação lá está tão feia que nem sei como as FAs tiverem grana para botar esse A-4 no ar.

Não vejo uma saida para crise dos nossos vizinhos e isso pode acabar gerando uma migração de hermanos para os países vizinhos, até mesmo para o Brasil.

Wagner

Depois aparecem os propagandistas da Marinha dizendo que os pilotos devem voar nessas velharias ” em nome da manutenção de uma doutrina operacional” .

O cara que defende isso não pensa nisso que aconteceu com esse Skyhawk. São meros Almirantes de gabinete, traçando planos estratégicos inúteis para uma MB igualmente sucateada.

Quando morrer um piloto do VF1, o que vão dizer a sua filha pequena ? ” Era necessário arriscar a propria vida em nome da política da MB”

aah, eu sou mau augorento. Posso ser, mas o que eu estou falando é verdade.

Cesar

Quando ocorreu esta situação? Há algum tempo, me lembro que foi mostrado um tanque caindo de um A-4 argentino, é outro vídeo?

Observador

Caro Wagner: Também não é bem assim. Os A-4 da MB são da versão A-4KU, a última a ser produzida, e não contavam com tantas horas de uso. Os da Argentina, são os A-4AR, uma versão modernizada, e foram comprados de Israel devido a recusa dos EUA em lhes vender o F-16 (quem mandou invadir as Malvinas?). Pelo menos vieram com o radar APG-68 dos F-16. Por outro lado, já deviam estar no fim, usados até o osso pelos israelenses. Os demais A-4 que os argentinos possuíram na força aérea e na marinha (foram uns cem), já foram para o… Read more »

Tadeu Mendes

Caro Observado,

Por outro lado, já deviam estar no fim, usados até o osso pelos israelenses. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….

Valeu Observador…essa frase foi genial.

O unico problema com esse video; e que se o pessoal la do Planalto assiste a essa exibicao de decadencia de uma forca aeronaval, que um dia teve peito para encarar a Inglaterra, ai sim eles vao pensar: para que cacas para a FAB se o nosso maior adversario esta caindo aos pedacos.
Literalmente….rsrsrsrsrssrs.

Eles (GF), deve estar pensando: para quer gastar dinherio se nao temos um inimigo a altura.??????

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo – parte 2

Depois de desenvolver a Teoria E-M, o próximo objetivo de Boyd foi comparar os caças americanos com seus rivais...
- Advertisement -
- Advertisement -