Home Asas Rotativas Novos helicópteros H-60 chegam para operar em Santa Maria (RS)

Novos helicópteros H-60 chegam para operar em Santa Maria (RS)

270
2

O Esquadrão Pantera (5°/8° GAv), sediado na Base Aérea de Santa Maria, celebrou no dia 1º de março, terça-feira, a chegada dos dois primeiros H-60L Black Hawk que passarão a ser operados pelo Esquadrão. Estes novos helicópteros, de origem norte-americana, saíram no dia 13 de fevereiro da fábrica da Sikorsky em Elmira, no estado de Nova Iorque, Estados Unidos, cruzaram os céus de diversos países do continente Americano e após 16 dias, finalmente, estão alçando seu primeiro voo em Santa Maria.

A cerimônia oficial de incorporação das novas aeronaves será realizada entre março e abril, com a presença do Comandante da Aeronáutica e demais autoridades militares na Base Aérea de Santa Maria.

Desde abril de 2009, quando o Esquadrão recebeu a notícia oficial da designação dos Black Hawks, iniciaram-se os trabalhos de preparação para o recebimento. A maratona de treinamento, no Esquadrão Harpia (7º/8º GAv), em Manaus/AM e na Air National Guard e na Flight Safety nos Estados Unidos realizada, incluiu diversos cursos para pilotos, mecânicos, operadores de equipamentos, metralhadores e homens de resgate.

A substituição dos antigos helicópteros H-1H, operados por quase 40 anos em Santa Maria, pela chegada destas duas primeiras aeronaves, num futuro total de oito, implicará em diversas mudanças na operacionalidade dos integrantes do Quinto Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação, uma vez que missões humanitárias e de busca e salvamento, tais como as que ocorreram durante as enchentes nas proximidades de Santa Maria, Agudo e Toropi em 2010, poderão ser feitas com mais segurança e sob condições meteorológicas adversas.

Além disso, ferramentas como os óculos de visão noturna (NVG) e a navegação entre obstáculos (NOE) serão empregadas de forma mais eficiente, visto que a aeronave é extremamente confiável e manobrável. A partir de agora, o Esquadrão Pantera inicia uma nova fase de excelência operacional, que o capacitará a agir de forma mais eficiente e eficaz a favor da segurança do povo brasileiro e dos céus de nossa nação.

Ficha Técnica da nova Aeronave

  • Origem: EUA
  • Capacidade: 12 assentos (pilotos incluídos) / até 06 macas
  • Peso básico: aprox. 12700 lb (5760kg)
  • Comprimento: 19,76 m
  • Altura: 3,76 m
  • Potência: 1662 SHP (contínua) / 1940 SHP (emergência)
  • Peso máximo de Decolagem: 22000 lb (9980kg)
  • Velocidade para viagem: de acordo com gráficos e situações, em média 120kt (216kmh)
  • Peso Máx do Guincho de resgate (situação de resgate): 270kg
  • Peso Máx do Gancho de carga (caso de transporte externo, radar, equipamentos militares) 9000lb (4080Kg)
  • Equipado para voo de Instrumento (pode voar a noite)
  • Helicóptero Bimotor – Em caso de falha do motor (Segurança)
  • Autonomia de Voo – Cerca de 3h40min, variável com o peso de decolagem.

FONTE / FOTO: FAB (BASM)

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luis
Luis
9 anos atrás

Troco os 50 EC-725 por mais Black Hawks, alguns Mi-26 HALO (p/ FAB e EB) e uns AW-101 Merlin (p/ MB)!

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Imaginem se fossemos esperar pelo EC725, que foram recebidos de faxada e não sairão tão cedo da Helibrás?

Poderiam colocar estes três abacaxis no Antonov de volta e despacharem de volta para a França.