Home Noticiário Internacional Força Aérea Indiana espera assinar modernização do Mirage em março

Força Aérea Indiana espera assinar modernização do Mirage em março

118
2

Comandante da Força, PV Naik, também falou sobre outros programas, como o de aviões de reabastecimento em voo

Na quinta-feira passada, 10 de fevereiro, a Força Aérea Indiana informou que espera assinar até março deste ano o contrato de modernização de aproximadamente 50 Mirage 2000. A conclusão do acordo vem se arrastando, e aguarda liberação por parte do governo, após diferenças terem aparecido entre os dois lados, no que se refere a questões legais e de preço. O custo do programa é estimado em 2,1 bilhões de dólares (confira no primeiro link da lista ao final desta matéria)

Antes, esperava-se que a assinatura ocorresse durante a visita do Presidente Francês Nicolas Sarkozy, mas foi adiada por motivo de questões ainda não resolvidas naquela ocasião.

Segundo o Comandante da Força Aérea Indiana, Air Chief Marshal PV Naik, o acordo “foi submetido a negociações e muitos elementos foram discutidos em detalhe. As negociações foram concluídas e o relatório foi submetido ao Ministro da Defesa. Estamos tentando concluir o acordo ao final deste ano fiscal.”

O Comandante informou que as aeronaves deverão receber aviônicos modernos, novos equipamentos de guerra eletrônica e ter sua vida estendida por 20 anos.

Aviões de reabastecimento em voo, jatos de treinamento e remotorização do Jaguar

Sobre a aquisição de aeronaves de reabastecimento em voo, Naik disse que o cancelamento do programa no ano passado atrasou a introdução de mais aviões do tipo na força. O programa, que já durava cinco anos, foi cancelado depois que o Ministro das Finanças colocou objeções à escolha da Força Aérea Indiana, o Airbus 330, devido ao seu alto preço.

O procedimento da concorrência era que, se duas aeronaves cumprissem os requerimentos especificados, seria selecionado o de menor preço. Após o cancelamento a Força Aérea Indiana emitiu novamente o pedido para propostas ( request for proposal – RFP) para fabricantes mundiais.

Sobre o treinador a jato intermediário, que está sendo desenvolvido localmente, Naik afirmou que espera obter sua liberação para operação inicial (initial operational clearance – IOC) por volta de julho deste ano.

Por fim, sobre os planos para remotorizar  o caça de penetração Jaguar, o Comandante disse que emitiu RFPs para os fabricantes de motores Honeywell e Rolls Royce. Ele completou dizendo que “temos a intenção de remotorizar mais de 60 caças Jaguar e obter mais de 200 motores”.

FONTE: Press Trust of India, via Daily News and Analysis

FOTO via Defense Industry Daily

VEJA TAMBÉM:

  • Índia modernizará seus Mirage 2000 por US$ 2 bi
  • Grandes revisões dos Mirage 2000 franceses: o fim de uma era
  • Últimos Mirage 2000 são recebidos pela FAB
  • Mirage 2000-9 dos EAU
  • Taiwan recebe compensação por falha nos Mirage 2000
  • Mirage 2000. Tão resistente quanto um Su-30? (29.232)
  • Subscribe
    Notify of
    guest
    2 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Luis
    Luis
    9 anos atrás

    Haja modelos diferentes na Força Aérea Indiana…

    Mauricio R.
    Mauricio R.
    9 anos atrás

    Já estão modernizando o Fulcrum, deviam dispor desses Mirages e acrescentar seus números ao MMRCA.