sexta-feira, fevereiro 26, 2021

Gripen para o Brasil

Marinho garante aporte da Dassault em São Bernardo

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O prefeito de São Bernardo do Campo (SBC), Luiz Marinho, firmou acordo com o vice-presidente Executivo da empresa francesa Dassault, Eric Trapier, para garantir investimentos do grupo na cidade. O acordo foi assinado na última sexta-feira, dia 4, em visita do prefeito à sede da empresa, na França. A Dassault é fabricante do caça Rafale, que disputa a licitação para renovação da frota da Força Aérea Brasileira (FAB).

Pelo acordo, a empresa se compromete, por meio da Dassault Systèmes, o seu braço na área de software, a investir em projetos na área de ensino fundamental, na implantação de uma incubadora de empresas na área de engenharia e na cidade digital, um dos principais projetos do governo municipal.

A Dassault ainda se comprometeu a realizar em São Bernardo do Campo, entre março e abril, um seminário com empresas da cidade e da região para que elas possam conhecer o programa do projeto Rafale e se preparar para participarem do projeto. Por meio da Thales, de quem é uma das controladores, a Dassault também confirmou investimentos maciços na Ominisys, empresa de engenharia eletrônica e produção de radares e componentes de satélite, que já atua em São Bernardo do Campo. Esses dois últimos pontos do acordo estão condicionados à vitória do Rafale na licitação da FAB.

FONTE: DCI, via Notimp

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Observador

A pátria do Sr. Luiz marinho não é o Brasil;
a pátria do Sr. Luiz Marinho é São Bernardo do Campo.

Desde que traga algo para o curral eleitoral dele, tudo bem, pode ser qualquer avião, mesmo que o pior para o Brasil.

tplayer

Esse cara é esperto, não importe quem ganha ele já tem um acordo firmado.

Só falta a Boeing agora.

edcreek

Olá,

Sem duvida ele é muito esperto…

Que bela imagem do Rafale e o AMX juntos, só falta os pro caça que no ecxiste falarem que o AMX esta iluminando o alvo para o Rafale, kkkkkkk.

Abraços,

- Advertisement -

Combates Aéreos

Paquistaneses comemoram o abate de dois caças indianos, um MiG-21 e um Su-30

Na guerra pelo domínio da narrativa, paquistaneses e indianos transformaram as redes sociais em um campo de batalha sobre...
- Advertisement -
- Advertisement -