quinta-feira, agosto 5, 2021

Gripen para o Brasil

Le Monde diz que Dilma prefere avião americano

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O site do jornal Le Monde acaba de publicar que a presidente Dilma Rousseff prefere comprar os aviões F-18 da Boeing, empresa norte-americana aos franceses Rafale, que Lula havia prometido comprar ao presidente francês Nicola Sarkozy.

O Le Monde cita como fonte da informação a agência inglesa de notícias Reuters, que, por sua vez, diz ter sido informada por uma alta fonte do governo brasileiro.

Ontem à noite, segundo o Le Monde, Dilma reuniu-se em Brasília com o Secretário do Tesouro norte-americano Timothy Geithner. A compra dos aviões foi um dos temas do encontro.

Na ocasião, Dilma teria admitido que o F-18 é superior aos seus concorrentes – o Rafale e o sueco Gripen.

FONTE: Blog do Noblat

RELEMBRE:

VEJA MAIS:

- Advertisement -

27 Comments

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Samuel B. Pysklyvicz "Jaguar"

Pois e. Espaço Aberto para os Franceses

tplayer

Vamos de F-18 SH então. 🙂

No fim das contas é o melhor avião, o Gripen só tem o atrativo extra de participação no projeto.

desastreBR

E a Dilmandona vai surpreendendo a todos.

Junior (SC)

O avião é bom, mas a compra é de prateleira mesmo, os gringo vão ensinar a gente a fazer a fechadura do canpy. Melhor que a JACA

koslowa

Sem surpresa.

O SH é o melhor dos três mesmo. É só a gente ter menos ilusão sobre transferência de tecnologia e perceber que a proposta do SH é a mais concreta e segura.

DrCockroach

Em cinco semanas de governo, a ex numero 1 do Nosso Ex-Guia reverteu a opcao estrategica pela Franca por uma posicao pro-americana. Eh uma decisao surpreendente sim. Quem previu esta mudanca na politica externa brasileira em questao de semanas? Quem levanta a mao?… Lembram da Dilma, como candidata, indo a Paris p/ posar p/ fotos com o Sarkozy? O original do artigo diz que a Dilma reconhece que o SH eh o melhor tecnicamente, mas continua pressionando por melhores termos de ToT: “Brazilian President Dilma Rousseff has told visitors she believes Boeing’s (BA.N) F-18 is the best jet among three… Read more »

DrCockroach

“Dilma discute caças com secretário dos EUA, Jobim nega acerto”
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110209/not_imp677084,0.php

O NJ negou, mas do jeito que anda, daqui a pouco soh chamam ele p/ servir o cafezinho nas reunioes…

[]s!

ZE

Brasil quer melhores condições para caças da Boeing, diz fonte: Por Brian Winter SÃO PAULO (Reuters) – A presidente Dilma Rousseff disse a autoridades dos Estados Unidos que considera o F-18 da Boeing como a melhor opção de caça para a Força Aérea Brasileira, mas que ainda está tentando obter melhores condições com relação à transferência de tecnologia. Dilma citou o tema da compra dos caças durante uma reunião na segunda-feira, em Brasília, com o secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, afirmaram à Reuters fontes familiarizadas com a conversa. Os demais concorrentes no processo de compra dos caças são o… Read more »

Antonio M

“…Dilma teria admitido que o F-18 é superior aos seus concorrentes …” Ficou confuso sim. Afinal, a tal TT como fica? O F18 é uma máquina estupenda mas, quanto vamos ganhar com aquisição de now-how? Mas se está na lista da FAB então é natural que seja escolhido mas, se o Rafale também está por que não o caça francês? Pelo que sei a FAB gostaria do F18 como compra de prateleira mas, como TT o Gripen seria escolhido. Na minha humilde opinião, deveriamos ir de Gripen por causa da participação no projeto que já está en andamento (vide AKAER)… Read more »

Vader

Sem novidades mesmo. Até a Dilma, que entende de caças tanto quanto eu entendo de física quântica, sabe que o Rafale é uma GELADA. Caça por caça todo mundo sabe que o Super-Hornet é o melhor dos três (só as rafalechetes doidivanas que não admitem isso, rs). De fato é o supra-sumo dos caças não-stealth: nada no mundo se compara a ele, e superior a ele só dois: F-22 e F-35. Por outro lado, a proposta da Boeing é a mais segura. A FAB e o Goerno Federal SABEM que, se a Boeing prometeu, é porque cumprirá, diferentemente da SAAB… Read more »

edcreek

Olá, Mais uma noticia jogada ao vento, de um processo cansativo: Ao meu ver o Super Hornet apesar de tudo é uma opção viavel apenas como compra de prateleira. E na situação que estamos não vamos entrar em outro projeto de caça, não sei como vcs vão achar isso bom? 1) Compra de prateleira, com ensinamentos sobre parafusos; 2) Não entrada em outro projeto; Em suma vamos economizar R$ 1 bi não vamos adquirir conheçimento relevante nem de 4º geração e muito menos de 5º geração, para pagar juros e salarios de deputados e reforçar um falso superavit primario….. só… Read more »

Nick

Como toda nota vinda de maneira de algum insider, precisa de confirmação, mas de qualquer modo, os franceses devem estar se desanimando agora. Como caça, o SH não tem nada a provar, melhor radar, testado, 1ª linha da USNavy, com amplas possibilidades de evolução, que inclusive foi oferecido participação no desenvolvimento da versão Global Hornet. Então esses 36 é prateleira mesmo, e é pra ontem para atender as necessidades mais imediatas da FAB. A versão melhorada nos aspectos furtivos/sensores poderia vir em futura encomanda. Eu era e sou favorável ao Gripen pelas expectativas, mas diante do fato que a Suécia… Read more »

Nick

ahmm desculpem a linguagem “meio coloquial” =/

Rodrigo

Edson, a proposta da Boeing é a única que tem explicitamente a criação de centros de tecnologia no Brasil, para CRIARMOS A NOSSA COM AJUDA DA BOEING, assim não contraria a legislação americana. Gira menos em torno do SH e mais em torno de ToT real. As do SH, cumpre integralmente o solicitado pela FAB, sem mais e nem menos, inclusive as não relacionadas diretamente ao avião. As propostas de SAAB e ASSAULT( sem o D mesmo), giram mais em torno dos aviões e menos de independência. É difícil quem não é do meio de tecnologia/ engenharia entender isto, mas… Read more »

nassif.go

Concordo com meus amigos acima..mas prateleira não…

Sera uma grande atitude da Sra. Presidente e comprar o que e bom e barato , transferencia de tecnologia sera passada como ja foi falado por
senadores americanos e pelo propria Presidente Americano.

Acho que sera fechado o negocio em breves dias…pois a nossa Marinha
do Brasil esta tambem para comprar alguns e aguarda o fim desta novela
da FAB.

Ah? o nosso ST tenho certeza sera a compra Americana ..

Rodrigo

Complementando,

Se a Dillma prefere ou não, eu não sei.

Graças a Deus, eu não durmo com ela. 😉

Mas não é difícil acreditar, ela conversou em privado com o Saito e este papo de preferência por Gripen é 100% fake e eu já afirmo isto faz muito tempo.

Vader

Prezado Ed, como disse o amigo Rodrigo, a proposta da Boeing propõe a criação de centros de pesquisa no Brasil. Pode não ser tão atrativa quanto a da SAAB em termos de ToT REAL (não a fantasia francesa), mas também é excelente. Está muito longe de ser algo como a “Apertaparafusobrás”. E por favor não me venha com Brigadeiro Venâncio, que eu vou com o Brigadeiro Quirico, que é mais antigo… 🙂 Prezado Rodrigo: A FAB colocou o Gripen em 1o lugar em seu relatório, seguido de perto pelo Super-Hornet, que é a preferência pessoal do Saito. Para a FAB,… Read more »

Yluss

Nao estou me aguentando de alegria… será a vitória da lógica e do bom negócio:

SH pra cá
ST pra lá
KC-390 junto com a Boeing
e vamos cuidar de ter uma parceria de gente grande com quem continua a ser a locomotiva do mundo desenvolvido.

O duro é esperar até a confirmação!! 😀

Sds

Rodrigo

Vader, posso lhe assegurar que isto não é real.

Infelizmente, não vou citar em itens para não entregar a fonte e soube disto de duas. Uma delas não fala comigo, mas com amigos meus ahahah

O meu receio não são os gringos e sim a nossa capacidade de manter uma cadência de utilização e desenvolvimento destas tecnologias. Se ficar na mesma lenga-lenga do programa espacial, será dinheiro jogado no lixo.

edcreek

Olá, Camaradas Rodrigo e Vader Não vejo esses centros com todo esse animo e muito menos conversa dos Gringos com “cidades”, vejo que por varias vezes o pessoal da Thales e dos Italianos dizendo que repassaram parte da produção de radares por exemplo além de manutenção integral, com os Americanos teremos uma caixa preta instalada no caça. Como 1º linha de defesa aerea o caça dá e sobra, como transferencia de tecnologia vejo como uma caixa fechada, até que se prove o contrario na pratica, não preciso relembrar os casos recentes e reais no caso de embargos em sistemas do… Read more »

Vader

Bem Rodrigo, fontes são fontes, sacomé… acredita quem qué. 🙂 Eu conheço pessoalmente um Brigadeiro/R1 e um Coronel-Aviador/R1 que me asseguraram o contrário, ou seja: a COPAC elencou mesmo, em primeiro lugar, pelo Gripen NG, no que foi posteriormente denominado pelas rafaletes de “Relatório Cantanhede”… E aqui mesmo no Aéreo tem “gente importante” que assegura o mesmo… Podem ter havido alterações posteriores (não está claro se se deram no AC da FAB ou no Min Def/GF) que deram a prevalência ao SH, mas duas coisas são certas: 1 – o da COPAC colocava o Gripen em 1o lugar, seguido muito… Read more »

Vader

edcreek disse: 9 de fevereiro de 2011 às 10:20 Prezado Ed, você bate na mesma tecla: tecnologia se transfere. Errado: tecnologia se CRIA. Quem depende de transferência de tecnologia estrangeira terá sempre que ficar de pires na mão, torcendo para que a outra parte honre o contratado. E não adianta falar que com franceses será diferente, que não será: aliás, o exemplo histórico (Mirage III) nos diz que seria bem pior (vide Brigadeiro Quirico). Agora, o SH no FX2 tem 3 diferenciais: 1. O governo está seriamente empenhado em obter garantias adicionais da ToT da Boeing, garantias estas que serão… Read more »

Observador

Senhores, Imagino que muitos na FAB prefiram mesmo o SH. Sem dúvida dos três é o avião mais capaz. Além disto, tendo em conta a obsolescência dos vetores atuais, a FAB precisa de substitutos para ONTEM, problema que só a Boeing pode resolver. Por outro lado, o NG poderia desenvolver a indústria nacional de defesa pois terá um grande mercado, que é substituir os F-5, A-4, Mirrage III e genéricos, Mirrage 2000, Mig-29, Mig-21 e outros vetores de menor escala. Todos os aparelhos que citei terão que ser substituídos nas próximas duas décadas por um avião pequeno, monoturbina, com o… Read more »

Rodrigo

Observador, lhe farei uma pergunta.

Se os suecos com o Gripen C menor e mais barato não conseguiram contratos de exportação significativos, por que conseguirão com o NG?

edcreek

Olá, Vader pre-supondo que vc esta certo e que realmente não se pode ter nenhum tipo de tecnologia copiando ou tansferindo(apesar dos Chineses provarem o contrario, parcialmente), vc confia no governo federal para manter a escala necessaria para manter a tecnologia “viva” por aqui? Aos meus olhos isso nunca irá aconteçer com a mentalidade atual, exemplos não faltam, AMX que foi cancelado ao inves de uma nova versão, Fragatas classe Niteroi, o grande conheçimento adquirido se perdeu e não teremos a a versão 2, começaremos do zero denovo, com o agravante que a Niteroi foi um tiro certo em seu… Read more »

Vader

edcreek disse: 9 de fevereiro de 2011 às 12:55 Ed, não, não confio na escala do GF, e por isso que sei que tecnologia não se transfere, se cria “moto proprio”. Na verdade sua assertiva acaba confirmando a minha. Por outro lado, acredito no uso dual de tecnologia militar, e centros de pesquisa fundados em bases sólidas, que trabalhem com tecnologia (na origem) militar podem dar bons frutos. Ainda que civis. A China copia na cara-dura a maior parte, e desenvolve o resto de sua tecno militar. Se os outros países do mundo, especialmente os EUA, toleram ela assim mesmo… Read more »

Observador

Rodrigo: Bem o JAS-39 conseguiu vendas externas, coisa com que o Rafale ainda sonha. Um grande defeito deste avião e que pesou contra o mesmo (inclusive no FX-1) foi a sua baixa autonomia. Lembro de uma matéria da “Isto É” (a qual não leio mais, por acreditar que é completamente subserviente ao PT e ao GF). Naquela época a referida revista divulgou reportagem sobre o “escândalo” que era a provável escolha do Gripen no FX-1, pois este avião não teria autonomia sequer para chegar as fronteiras a partir da Base Aérea de Anápolis. Nada se falou sobre REVO ou o… Read more »

Últimas Notícias

Embraer assina contrato de Serviços e Suporte com a Porter Airlines

São José dos Campos, SP, 5 de agosto de 2021 – Após divulgar seus planos para uma grande expansão...
- Advertisement -
- Advertisement -