Home Sistemas de Armas França encomenda 200 mísseis Meteor para o Rafale

França encomenda 200 mísseis Meteor para o Rafale

421
2

A França encomendou 200 mísseis Meteor do fabricante europeu MBDA, para equipar os aviões de combate Rafale das suas Forças, segundo comunicado do Ministério da Defesa publicado nesta segunda-feira.

O valor do contrato não foi especificado. Os primeiros Meteor, mísseis ar-ar de longo alcance, serão entregues à Força Aérea Francesa em 2018. Eles irão equipar os aviões Rafale, da Força Aérea e da Marinha, fabricados pela Dassault Aviation.

“Este futuro míssil, equipado com um ramjet, foi concebido para a missão de defesa aérea. Ele irá interceptar alvos a distâncias de várias dezenas de quilômetros, em complemento aos atuais mísseis MICA usados em distâncias menores para o combate ou autodefesa”, foi precisado.

COLABOROU: Justin Case

BATE-PAPO ONLINE: Converse com outros leitores sobre este e outros assuntos no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
DrCockroachAntonio M Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Pelo que li nas reportagens e opiniões no blog, parece mesmo que é um excelente armamento e um (senão o primeiro) dos primeiros a dispará-lo em teste foi o Gripen.

Que os dois possam vir para a FAB…….

DrCockroach
Visitante
DrCockroach

France’s decision to go ahead and place a production order for the the Meteor ramjet-powered air-to-air missile leaves the Eurofighter consortium waiting for its government backers to do the same. The Meteor commitments are seen as a potential boost in several export campaigns. Sweden, last year, was the first to move, with FMV placing a production order. Sweden and the Gripen already have a leg up on rivals, since the Swedish fighter is the test platform for Meteor. The missile is to be fully integrated on Gripen in 2013 and to be operational in 2015. France does not expect to… Read more »