Home Sistemas de Armas Qatar abre concorrência para novo caça

Qatar abre concorrência para novo caça

202
36

A Força Aérea do Qatar abriu formalmente uma concorrência internacional para a aquisição de um novo caça. A avaliação dos possíveis candidatos já começou e o objetivo é selecionar umodelo até o final de 2012.

Oficialmente não foram informados os números, mas acredita-se que algo entre 24 e 36 caças seriam adquiridas. Estas aeronaves substituiriam os atuais Dassault Mirage 2000-5.

Dentre os concorrentes estão o Lockheed Martin F-35, o Boeing F/A-18E/F Super Hornet e o F-15, o Eurofighter Typhoon, o Dassault Rafale e o Saab Gripen. É interessante observar que caças russos e o F-16 não foram citados.

A Força Aérea do Qatar nas últimas décadas apresentou-se como um grande parceiro militar da França, tendo adquirido boa parte do seu material de defesa naquele país europeu. Dentre as aeronaves adquiridas, pode-se destacar os Mirage F.1, os Alpha Jet, os helicópteros Gazelle e os caças Mirage 2000-5. Estes últimos formam a espinha dorsal do sistema de defesa do Qatar e estão entre os Mirages mais modernos do planeta, sendo apenas inferiores aos Mirage 2000-9 dos Emirados Árabes Unidos.

Como os “-5” do Qatar são relativamente novos (os primeiros voaram 1997), é possível que estes aviões sejam vendidos para outros usuários. No ano passado foram divulgadas notícias de que a Indonésia teria recebido uma oferta de venda dos Mirages do Qatar. No entanto, nenhum acordo foi concretizado.

Acredita-se que doze dos treze aviões inicialmente comprados (nove monoplace e três biplace) ainda estejam em operação.

FONTE/FOTO: Aviation Week/M Fluet

LEIA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alexandre Frias
Alexandre Frias
9 anos atrás

Eita…

Será que vamos nos encher de “-5” até os Rafales/Gripen chegarem???

rodrigo ds
rodrigo ds
9 anos atrás

hummmm!!!!!!!!!! Olha o tampão do FX2 aí gente!!!!!!!!!!!!!!

Agora falando sério, esses M2000-5 do Qatar tem comunidade de peças com os nossos M2000??

Vader
9 anos atrás

Oi lá: fala pra Mulla comprar pra FAB…

roberto bozzo
roberto bozzo
9 anos atrás

só espero que esses -5 não venham parar aqui com a desculpa de cobrir o gap até (quem sabe um dia) a chegada do FX2.

Asimov
Asimov
9 anos atrás

Mais que que aposenta seus Mirage 2000 (nesse caso semi-novos -5) precocemente. Algo de podre no ar? Queijo não parece ser.

Milan
Milan
9 anos atrás

O Asimov levanta uma questão interessante. Esses aviões estão sendo trocados muito precocemente. Não vou aqui levantar teorias conspiratórias, mas que é esquisito, é!

RtadeuR
RtadeuR
9 anos atrás

Olha aí uma oportunidade para a Argentina e Uruguai, não deixa passar.

dod tomate
dod tomate
9 anos atrás

a ñ vei ate o qatar e melhor

wesley
wesley
9 anos atrás

olha o resultado do fx-2 ai gente!!!! zuera,mas vamos falar serio que vergonha em? oquatar aposentado aeronaves com 13 anos de uso e a gente ainda operando f-5 commais de 40 anos…

Bruno
Bruno
9 anos atrás

Se o MD ficar sabendo disso…
Se bem que pelo menos estes estão novos, não são a velharia comprada da Jordânia.Alguém sabe me dizer se a linha de montagem do Mirage ainda está aberta e se há pedidos feitos?

Sérgio Araújo
Sérgio Araújo
9 anos atrás

Até 36 aeronaves ? É isso ?

Ou o Qatar tem as mesmas dimensões do Brasil, ou os nossos políticos colocam o Brasil nas mesmas dimensões do Qatar.

Leandro Mendes
Leandro Mendes
9 anos atrás

“são relativamente novos (os primeiros voaram 1997)”

Ah tá, agora 33 anos é “relativamente novo”

Mineiro
Mineiro
9 anos atrás

Leandro Mendes,

Acredito que por um lápso, o senhor se equivocou quanto a contagem de tempo.

Para atingirem os 33 anos eles deveriam ter voado em 77 e não em 97.

Cordialmente.

youssef.rs
youssef.rs
9 anos atrás

Bom pessoal, como o Asimov disse, é muito estranho tanto o EAU como o Qatar, aposentarem aviões “novos” e “modernos” tão cedo, alguem sabe alguma coisa sobre estes paises, o porque dessas escolhas? será que são “muito caros para voar?”

Estranho é o EUA oferecer F-35 hehehe

Alex
Alex
9 anos atrás

entre 24 e 36 caças um país que é menor que SÃO PAULO.

youssef.rs
youssef.rs
9 anos atrás
Giordani RS
Giordani RS
9 anos atrás

Está aí uma opção para países como o Uruguai, Paraguai, bolívia e quem sabe, argentina…rsrsrs

vplemes
vplemes
9 anos atrás

Pois é, enquanto o mundo inteiro corre para se livrar das maravilhas tecnológicas francesas, e comprar algo que preste, lá vamos nós para sermos os únicos operadores, além da frança, da jaca mor.

Bruno
Bruno
9 anos atrás

E sempre Mirages que são desativados,Com certeza tem alguma coisa errada com estes aviões.

GSV
GSV
9 anos atrás

Eles não estão aposentando cedo, e sim no prazo ideal… e outra o Oriente inteiro esta modernizando seus vetores… Israel, EAU, Qatar, os Sauditas etc… Lá com certeza tera mercado para Silent Eagle, hornet e falcons… é a 4ºG+++, aqui fala-se em 2.5G+++… kkkk só rindo mesmo. Mas de qq forma se nós fecharmos o FX com Rafale acho que as celulas dos EAU são interessantes, vide tempo das celulas, radar RDY e compatibilidade dos Matra e Exocet. É esperar para ver… De qq forma é muito país trocando seus cavalos de batalha o mercado está aquecido mesmo em periodo… Read more »

GSV
GSV
9 anos atrás

PIB Americano = le-se % do PIB % Americano em compras.

rodrigo ds
rodrigo ds
9 anos atrás

Não acho que o problema seja os aviões, mas sim como o governo francês tratam seus clientes, não é a toa que estão perdendo clientes, que até então eram fregueses fiéis, alguém tem que avisar para eles que quem manda no mercado são os consumidores, isso é a globalização, acabou a guerra fria.

Nick
Nick
9 anos atrás

Se for pela fidelidade do Qatar, os franceses podem levar essa… talvez fazendo a mesma coisa que nos EAU: Recomprar os M-2000-5 repassando estes para país terceiro. Talvez o Qatar não seja tão exigente em termos de equipamento como os EAU.

Agora se eles quiserem algo realmente TOP, poderiam aguardar o F-35, visto que os M2K-5 ainda são relativamente novos (13 anos) necessitando apenas de um MLU para seguirem efetivos.

[]’s

Nick
Nick
9 anos atrás

Caro Bruno,

A Dassault já encerrou a linha de produção do M-2000. Na minha opinião erroneamente. Sendo modernizado com elementos do Rafale, poderia ser oferecido como um Lo em conjunto com o Hi Rafale.

Sobre o Mirage 2000 , é estranho algumas forças quererem se livrar dele tão cedo. Pode ser o custo de manutenção, ou talvez o caça não esteja entregando o prometido. Na Índia, onde uma modernização se encaminha para os M-2k de lá, o custo unitário da modernização beira um caça novo….mas como eles precisam, provavelmente vão fazer.

[]’s

Edu Nicácio
9 anos atrás

“ou os nossos políticos colocam o Brasil nas mesmas dimensões do Qatar.” Pois é, caro Sérgio… O que nossos políticos estão fazendo é colocar o Brasil no mesmo nível dos EAU, do Qatar, etc, uma vergonha… Quem quer ser grande tem que pensar grande. Agora, até a Índia (potência nuclear não reconhecida pelo TNP, e que também o ratificou) tem apoio dos EUA para um CS da ONU remodelado. E nós? Queremos uma vaga com um SubNuc, três dúzias de aviões de caça, cinco ou seis fragatas novas e duas dúzias de KC-390… Parece piada, mas não é… Desde que… Read more »

RodrigoBR
RodrigoBR
9 anos atrás

Das duas uma:

Ou essas aeronaves tem problemas de manutenção por causa dos pós-venda francês ou carestia

OU

eles estão aposentando estas aeronaves mais cedo porque estão preocupados em estar a altura do países da sua região que estão todos se atualizando.

Acredito que seja a segunda opção.

Edu Nicácio
9 anos atrás

Errata! Onde se lê:

“potência nuclear não reconhecida pelo TNP, e que também o ratificou)”

Leia-se:

“potência nuclear não reconhecida pelo TNP, e que também não o ratificou)”

Abraço.

Edcreek
Edcreek
9 anos atrás

Olá,

Atualmente eles dispoem de 12 unidades de Mirage-2000-5, e agora fala-se em 24 ou 36 unidades. Veja tambem que a escolha está programada para terminar em 2012, pelo visto eles se sentem ameaçados e precisam estar na vanguarda. Vamos ver os proximos eventos, lembrando que muitos paises disseram que vão aposentar mas todos continuam operando, até mesmo o Brasil….

Abraços,

Marcelovsk
Marcelovsk
9 anos atrás

Para a Argentina não acho que seja uma boa não.. afinal o custo de manuntenção é alto demais.
Para los hermanos compensa mais adqurir F-16 de segunda mão e mordernizar.

Pedro Mota
Pedro Mota
9 anos atrás

Humn… vai que o Qatar, junto com os emirados árabes optem pelo Rafale, pelos menos algúm custo há de cair… já que nós(digo MULLA) entramos com tudo neste caça.

Fora que compraremos uns Mirage 2000 mais uns F5 por aí e eles se tornam rainha de hangares.

Abraços.

celso
celso
9 anos atrás

So para relembrar,

Os F5 realmente sao dos idos anos 70, porem, os Mirage 2000 ora em uso (sic) pela Fab, tbm ja sao bastante usados mesmoooooooo ja tavam na porteira do ferro velho qdo foram oferecidos ao Brasil ….se nao me falha pela bagatela de 15 mio de dollares.
Fica claro neste gesto, que ja aquela epoca nosso molusco tva babando com seus magnificos e gentis parceiros Franceses e eles ja enfiavam goela abaixo esta coisa chamada Rafale……………ai temmmmmmm e tem muita coisa podreeeeeee mesmo e n ao eh so o queijo.

Sds

Observador
9 anos atrás

Não adianta.

Nem lá vão conseguir vender o elefante-branco francês .

Sem um Nélson Jobám (ops, Jobim), como Ministro da Defesa do país comprador, não se vende Rafale de jeito nenhum.

Ninguém no Mundo quer este avião. Só o Brasil.

Por que será?

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
9 anos atrás

roberto bozzo disse:
9 de novembro de 2010 às 10:18

Eles virão como tampão até a chegada dos novos caças do F-X4,5 que deverão chegar em 2060… 😛

Fabio
Fabio
9 anos atrás

Não duvido o Qatar terminar esta licitação, comprar os caças, receberem e voarem antes que termine o FX2. Definitivamente o Brasil não é um país sério. O Brasil é um país banana.

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Cedo demais? não vejo assim… certamente esta concorrência é para equipar melhor e com mais quantidade, e para além de 2015… é um up-grade na capacidade do Qatar. Caso eles não estivessem satisfeitos com o M2000 e os franceses, o rafale não estaria participando! ainda mais se ele é “caro” como insistem alguns! Vamos pegar o F-16, o maior concorrente do M2000, em 1997 era o Bloco 40/42 que reinava… se compararmos os 2 aviões veremos que são muito parecidos em desempenho e capacidades! a diferença é que um, por ter uma escala absurda, e ainda continuar em produção, pode… Read more »

@wagner
@wagner
9 anos atrás

Quem está ameaçando o Qatar ?