Em 7 de janeiro de 1981, o F-14A iraniano da ilustração disparou um único míssil AIM-54A contra quatro MiG-23BN iraquianos que voavam em formação cerrada. O míssil acertou o MiG líder, explodindo-o no ar e causou danos suficientes em outros dois que caíram logo a seguir. O quarto MiG aparentemente conseguiu escapar. Para mais detalhes: “Iran-Iraq War in the Air, 1980-1988“, by Tom Cooper & Farzad Bishop, Schiffer Military Publishing, 2002

Data Aeronave Unidade Tripulação Arma Vítima País
??–76 F-4E TFB.1 AIM-7E-2 MiG-25R V-VS
3Oct78 F-14A TFB.8/TFB. 1 A. Moslemi 6x acquired MiG-25RBS V-VS
7Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 20mm Mi-25 4ATTSOS/IrAAC
14Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 M-R.Ata’ie AIM-54A Su-20M 44FRS/IrAF (Noubar KIA)
17Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 A.Azimi AIM-54A MiG-21MF IrAF (pilot KIA)
17Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 A.Azimi AIM-54A MiG-21MF IrAF (miss)
22Sep80 F-5E TFB.4 AIM-9J Su-22 5FS/IrAF
22Sep80 F-4E 11TFS/TFB.1 ? MiG-23BN IrAF
23Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 Azimi AIM-54A MiG-21RF 1FRS/IrAF
23Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 Azimi AIM-54A MiG-23MS 39FS/IrAF
23Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-7E-4 MiG-23 IrAF
23Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-7E-4 MiG-23MS 39FS/IrAF
23Sep80 F-5E TFB.2 AIM-9J Su-20 44FS/IrAF
23Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF
24Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 N.K. AIM-7E-4 MiG-21MF IrAF
24Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 N.K. AIM-9P MiG-21MF IrAF
24Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-54A MiG-21MF IrAF
25Sep80 F-4E TFB.6 AIM-9P An-26TV 31TS/IrAF
25Sep80 F-4E TFB.3 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF
25Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-54A MiG-21MF IrAF
25Sep80 F-14A TFB.8 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF
25Sep80 F-4E TFB.3 ? AIM-9P MiG-23MS 39FS/IrAF
25Sep80 F-4E TFB.6 Rassi 20mm MiG-23MS 39FS/IrAF
25Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-7E-4 MiG-23BN IrAF
25Sep80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AAM MiG-23BN IrAF
25Sep80 F-14A 72TFS/TFB.7 Naghdi AAM MiG-23BN IrAF
25Sep80 F-4E TFB.6 AAM MiG-23BN IrAF
25Sep80 F-4E TFB.6 AIM-9P MiG-23BN IrAF
25Sep80 F-4E TFB.6 AIM-9P MiG-21MF IrAF
27Sep80 F-4E TFB.1 AIM-9P MiG-23BN IrAF
27Sep80 F-4E TFB.1 AIM-9P MiG-23BN IrAF
28Sep80 F-4E TFB.6 AIM-7E-2 MiG-23BN IrAF
28Sep80 F-4E TFB.6 AIM-7E-2 MiG-23BN IrAF
28Sep80 F-4E TFB.6 AIM-7E-2 MiG-23BN IrAF
28Sep80 F-4E TFB.6 ? AIM-7E-2 MiG-23BN IrAF
29Sep80 F-4D 72TFW/TFB.7 ? 20mm (SUU-23/A) MiG-21MF IrAF (pilot Hussein KIA)
29Sep80 F-4E 31TFW/TFB.3 A. Dowran AIM-7E-2 MiG-23MS 39FS/IrAF
29Sep80 F-4E 31TFW/TFB.3 A. Dowran AIM-7E-2 MiG-23MS 39FS/IrAF
2Oct80 F-14A TFB.8 ? AIM-9P MiG-23MS 39FS/IrAF
3Oct80 F-4D 72TFS/TFB.7 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF (pilot Tait OK)
3Oct80 F-4D 72TFS/TFB.7 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF
8Oct80 F-5E TFB.4 AIM-9J Su-20 44FS/IrAF
8Oct80 F-5E TFB.4 AIM-9J Su-20 44FS/IrAF
10Oct80 F-4E 20mm MiG-21MF IrAF
12Oct80 F-14A TFB.8 ? AIM-9P Su-20 44FS/IrAF
13Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Afshar AAM MiG-23BN IrAF
13Oct80 F-4E 11TFS/TFB.6 Hasibi AIM-9P MiG-23BN IrAF
17Oct80 F-5E TFB.2 Javadpour 20mm Su-20 44FS/IrAF
17Oct80 F-5E TFB.2 Ebrahimi 20mm Su-20 44FS/IrAF
17Oct80 IR?? Flak ? AAA F-4 IRIAF (fratricide, Nadimi KIA/RIO PoW)
18Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Malej AIM-9P MiG-23BN IrAF
18Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Malej AIM-9P MiG-23BN IrAF
20Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 All-e-Agha AIM-7E-4 MiG-21MF IrAF
22Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Sedghi AIM-9P MiG-21MF IrAF
25Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-9P Su-20 44FS/IrAF
25Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-7E-4 Su-20 44FS/IrAF (damaged)
26Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Hazin AIM-9P MiG-21MF IrAF
26Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Akhbari AIM-9P MiG-21MF IrAF
29Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Sedghi AIM-54A MiG-23MLA IrAF (pilot Ah.Sabah, KIA)
29Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Sedghi AIM-54A MiG-23MLA IrAF
29Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Sedghi AIM-9P MiG-23MLA IrAF
29Oct80 F-14A 81TFS/TFB.8 Sedghi AIM-9P MiG-23MLA IrAF
29Oct80 F-14A TFB.8 ? AIM-54A Tu-22B 10BS/IrAF
2Nov80 F-4E 31TFS/TFB.3 A. Dowran AIM-7E-4 MiG-21MF IrAF
10Nov80 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AIM-7E-4 MiG-23BN 77FS/IrAF
14Nov80 AH-1J IRIAA H.T. TOW SA.342 IrAAC
14Nov80 AH-1J IRIAA H.T. 20mm Mi-25 IrAAC
21Nov80 F-5E TFB.2 Y.S.Raad manoeuver MiG-21MF IrAF
21Nov80 F-14A TFB.7 Afshar AIM-7E-4 MiG-21 IrAF
24Nov80 F-5E TFB.2 Y.S.Raad 20mm MiG-21MF IrAF
27Nov80 F-14A TFB.7 P.A AIM-54A MiG-21MF IrAF
2Dec80 F-14A 82TFS/TFB.8 Dehghan AIM-54A MiG-21MF IrAF
3Dec80 F-5E TFB.4 Bozorgi 20mm Mi-8 IrAF
7Dec80 F-4E TFB.3 ? AIM-7E-2 MiG-23BN IrAF
10Dec80 F-14A TFB.7 ? ? Su-20 44FS/IrAF
16Dec80 F-5E TFB.2 Y.S.Raad 20mm MiG-21MF IrAF
16Dec80 F-5E TFB.2 Y.S.Raad manoeuver MiG-21MF IrAF
19Dec80 F-4E TFB.3 ? AIM-9P Su-20 44FS/IrAF
19Dec80 F-4E TFB.3 ? AIM-9P Su-20 44FS/IrAF
19Dec80 F-4E TFB.3 ? AIM-9P Su-20 44FS/IrAF
22Dec80 F-14A TFB.7 ? AIM-54A MiG-21 or Su-20 IrAF
22Dec80 F-14A TFB.7 ? AIM-54A MiG-21 or Su-20 IrAF
30Dec80 F-14A TFB.7 ? ? MiG-21MF IrAF
7Jan81 F-14A TFB.7 Farahavar AIM-54A MiG-23BN IrAF (Note 1)
7Jan81 F-14A TFB.7 Farahavar AIM-54A* MiG-23BN IrAF
7Jan81 F-14A TFB.7 Farahavar AIM-54A* MiG-23BN IrAF
7Jan81 F-14A TFB.7 Farahavar AIM-54A* MiG-23BN IrAF
14Jan81 F-5E TFB.4 AIM-9P Mi-25 IrAF
14Jan81 F-5E TFB.4 20mm Mi-8 IrAF
14Jan81 F-5E TFB.4 20mm Mi-8 IrAF
21Jan81 F-4E 91TFS/TFB.3 A.Hoda AIM-9P MiG-23BN IrAF
21Jan81 F-4E 91TFS/TFB.3 A.Hoda AIM-9P MiG-23BN IrAF
29Jan81 F-14A AIM-54 Su-22M-3K IrAF
4Feb81 IR?? Flak ? AAA F-4 IRIAF (fratricide, Damiriyan/Nadi KIA)
14Apr81 MIM-23B I-HAWK IRIAF Khark-site MIM-23B F-14A TFB.8/IRIAF (fratricide; crew KIA)
21Apr81 F-14A 81TFS/TFB.8 Amir AIM-9P MiG-23BN IrAF
21Apr81 MIM-23B I-HAWK IRIAF Khark-site MIM-23B F-14A TFB.8/IRIAF (fratricide; damaged)
24Feb81 AH-1J IRIAA H.F.K. TOW SA.342 IrAAC
24Feb81 AH-1J IRIAA H.F.K. TOW SA.342 IrAAC
??Mar81 F-14A 72TFS/TFB.1 ? AAM Su-22 IrAF
25Apr81 F-4E TFB.3 Sarlac 20mm MiG-21MF IrAF (pilot al-Dinmaruf, PoW)
26Apr81 F-4E 31TFS/TFB.4 Mahloudji AIM-9P MiG-21MF IrAF
26Apr81 F-4E TFB.3 Abassi AIM-9P MiG-23BN IrAF
15May81 F-14A 82TFS/TFB.8 J.Zandi AIM-9P MiG-21MF IrAF
15May81 F-4E 31TFW/TFB.4 ? AIM-9P MiG-21MF IrAF
15May81 F-14A 82TFS/TFB.8 ? AIM-54A MiG-25RB 84FRS/IrAF
1Sep81 F-4D 306TFS/TFB.4 ? AIM-7E-2 MiG-23MF 23FS/IrAF
22Sep81 F-4E 31TFW/TFB.4 Mofidi AIM-9P MiG-21MF IrAF
22Oct81 F-14A 82TFS/TFB.8 Rostami AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
22Oct81 F-14A 82TFS/TFB.8 Rostami AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
22Oct81 F-14A 82TFS/TFB.8 Rostami AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
22Oct81 F-14A 82TFS/TFB.8 Hadavand AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
22Oct81 F-14A 82TFS/TFB.8 Rostami AIM-54A MiG-21MF IrAF
3Dec81 F-14A 73TFS/TFB.1 ? AAM Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
3Dec81 F-14A 73TFS/TFB.1 ? AAM Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
3Dec81 F-14A 73TFS/TFB.1 ? AAM Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
6Dec81 F-14A 81TFS/TFB.8 ? AAM Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
11Dec81 F-14A 82TFS/TFB.8 All-e-Agha AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
11Dec81 F-14A 82TFS/TFB.8 All-e-Agha AIM-54A Mirage F.1EQ 92FS/IrAF
11Dec81 F-14A 82TFS/TFB.8 Azad AIM-54A MiG-21 IrAF
11Dec81 F-14A 82TFS/TFB.8 Azad AIM-54A MiG-21 IrAF

 

FONTE: ACIG.org

 

Previous articleCooperación I: fotos das aeronaves da FAB
Next articleSukhoi confirma: primeiro Su-35S prestes a deixar a linha de montagem
Subscribe
Notify of
guest
99 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ribeiro

Interessante os abates de F-5, sendo o mais o de um Mig 25…. imagine os nossos F-5 M?

Clark

Não. Os F-5E iranianos abateram helicópteros Mi-25. Os MiG-25 (versão de reconhecimento) foram abatidos pelos F-4E e F-14.

Raul

Caramba! Irã e Iraque possuem um bom histórico de confrontos aéreos, pena que se fale tão pouco disso. Só se fala quando estão envolvidos americanos ou israelenses.

E quantos as vitórias dos Iraquianos? Onde posso encontrar mais informações sobre os embates aéreos da guerra Irâ-Iraque?

robert

caraca, os F-5 só foram usados contra avião podre e helicoptero…

tamo feio! aeohaeoiheao

Ivan

Robert,

O F-5E era, basicamente, um caça tático diurno.

Para missões de superioridade aérea o Iran tinha outras aeronaves mais adequadas, notadamente os F-14 TomCats.

Mesmo assim os F-5E tiveram sucesso em suas missões, tendo abatido aviões como o MiG-21 e Su-20. Na verdade estes dois últimos eram aeronaves bastante efetivas em 1980, não merecendo sua classificação de “avião podre”. 🙂

A guerra aérea travada pela Força Aérea do Iran foi surpreendente, considerando o isolamento a que estavam submetidos após a revolução fundamentalista que o transformou em um Estado teocrático.

Sds,
Ivan, do Recife.

Daniel

Numero de vitórias dos dois lados e quais foram os maiores ases?

Alexandre Galante

Vitórias aéreas Iraquianas, desde 1967:

http://s188567700.online.de/CMS/index.php?option=com_content&task=view&id=37&Itemid=47

Esses dados foram coletados ao longo do tempo pelo pessoal do ACIG.org, mas muitos abates são reivindicados, porém não confirmados pelo inimigo.
Então precisam ser vistos com certa ressalva.

Giordani RS

“robert disse: 13 de outubro de 2010 às 13:09 caraca, os F-5 só foram usados contra avião podre e helicoptero…” 14Jan81 F-5E TFB.4 AIM-9P Mi-25 IrAF Ainda bem que o F-5 só foi usado contra avião podre…Os iranianos fizeram milagre com o que tinham…e na boa, sabe-se hoje que tanto israel quanto o próprio Tio Samuel ajudaram ambas as partes…justificavel, principalmente para Israel… Surpreendente foi a capacidade de uso do AIM-54 Phoenix…outra coisa, já naquela época os Tigers iranianos usavam AIM-9J e P…qual é mesmo a versão que a FAB e a MB usam hoje? Aí sim concordo contigo, “temo… Read more »

Vader

Caramba, que massacre que tomou o poderoso material de guerra russo hein? 🙂

Comparando o quadro acima com o quadro enviado pelo Galante das vitórias iraquianas, dá pra se perceber claramente que após os caças de terceira geração (F-4, F-5) a distância tecnológica entre o material americano e o russo começou a aumentar exponencialmente, ao passo que estes e seus clientes não conseguiam mais atualizar o material bélico, o que já prenunciava a derrota russa na Guerra Fria.

Sds.

Alexandre Galante

Pela tabela iraquiana, os F-5E iranianos apanharam muito dos MiG-21 e 23.
Por outro lado, os Mirage F1 iraquianos tomaram uma sova dos F-14.

Vinicius

O sovieticos tambem levaram uma surra dos iranianos: It must be added that a sizeable contingent of Soviet air force was operational with the IrAF at the time of invasion. This consisted of 24 MiG-25R/RB/RBShs, at least 12 MiG-21MFs and at least eight MiG-23MLAs, all based at as-Shoibiyah AB, near Basrah, which was effectivelly put under Soviet control. Original intention was to test these aircraft against Iranians, before gradually putting them under Iraqi command. For example, between August 1980 and April 1981 four MiG-25s were put under Iraqi control, and the MiG-23MLA-unit consisted of Soviet but also Iraqi pilots, while… Read more »

robert

opa, nao tinha lembrado dos mig-21 que eles pegaram… mas mesmo assim… o que eu queria me referir era que o f-5 pegava as sobras… justamente por não ser um caça de superioridade aérea(cargo do f-14).

Pensa, se em 81 ele não era caça de primeira linha, imagina hoje….

Tamo fú!

Madvad

O caso do abate do Mig-25 pelo F-5E, é bem controverso.

O Mig-25 foi danificado por um míssel iraniano (talvez um Phoenix) e estava voltando pra base, todo danificado.

calhou de passar na FRENTE do F-5E, voando baixo e lento, que alijou suas bombas e meteu um Sidewinder nele.

robert

Vader disse:
13 de outubro de 2010 às 13:50

ta esquecendo dos franceses heim!

eaioheaoiiaoeae

The-Tomcatter

É, os Tomcats fizeram um belo estrago lol

robert

14Jan81 F-5E TFB.4 AIM-9P Mi-25 IrAF

não to vendo f-5 derrubando mig-25, só Mi-25.

É eu que to fazendo confusão ou os outros?

dranuits

O que eu não entendo é que em todos os conflitos aéreos o material americano dá um banho no soviético, e agora ainda ficam teimando com SU’s e MIG’s. Alguém sabe de algum conflito em que o material soviético tenha se dado bem sobre o americano ?? Gt.

MOsilva

Bom, não dá para comparar o F-5E com os aviônicos da década de 1970 e os F-5E M brasileiros. A diferença é brutal. Não resta dúvida, porém, que o Brasil necessita de mísseis mais modernos (Derby com guiagem por radar ativo e A-Darter com guiagem por IR foram as opções) e em quantidade para os grupamentos. Seria adequado o uso de radar aéreo de alerta antecipado não somente no patrulhamento da Amazônia, mas em todo país (usando uma versão modificada do EMB-190 com radar Ericsson?). De qualquer forma, os “Ali Cats” estão operacionais e são adversários perigosos para qualquer aeronave.… Read more »

Edcreek

Olá, Ha uma questão dubia no caso da URSS, o foco nesses aviões mais antigos até Mig-29/Su-27 é a simplicidade e quantidade não qualidade. Temos como exemplo classico a guerra do Vietnã de 1972 a 1973 os Americanos perderam 27 e derrubaram 50 Mig-21 quem ganhou? No primeiro momento imagina-se que seja os Americanos, mas isso não é verdade enquanto cada F-4 levava 2 pilotos e custavam $ 4 milhões um Mig-21 custa 1 milhão e tinha um piloto total de perdas no periodo: Americanos: $ 108 milhões + 54 pilotos que na maioria das vezes caia em territorio hostil.… Read more »

Gbeck

Não sou lá muito fã do equipamento russo, mas é fato que na Coréia os Mig-15 foram superiores ao F-86 Sabre. A África do Sul também tomou um sufoco contra os Mig-23 angolanos, que introduziram, no continente, os disparos frontais de misseis ar-ar infravermelhos, na década de 80. Deve ter outros, mas não me lembro de cabeça. Me parece que o material russo, geralmente (mas sem generalizar…), é mal utilizado pelos seus operadores, o que somado à lendária manutenção e disponibilidade das equipagens, faz a balança pender pro lado de cá.

Luis

Em primeiro lugar acho q não da pra ignorar a fonte da informação, no caso , uma publicação norte americana.

Eu pergunto se alguem sabe da alguma estatistica mais isenta de conflitos da caças americanos X russos. Eu digo isenta pq quase sempre a informação q nos chega vem por intermédio dos americanos. Não sei se é um bom exemplo mas basta assistis history ou discovery channel q o fim é sempre favoravel ao americano.

emilson

pelo qe vi, os iraqianos se tivessem uma defesa aerea nos moldes ocidentais com a tecnologia correta os aliados pensariam mais de duas vezes antes de entrar no espaço aereo, notadamente como ja foi mencionado ai em cima, a disparidade dos equipamentos russos deixou a desejar, a experiencia de pilotos nao influencia muito nso combates modernos, assim mesmo a IRAF pelo qe me lembro deu um pouco de trabalho na primeira invasão, ate f-18 eles abateram num dog figth, ai me pergunto, sera qe hoje os iranianos numa suposta ameaça aerea vinda de israel ou dos USA aguentariam a paulera… Read more »

Panosso

Dranuits : no vietnã o mig´s forma melhores, na guerra hindo-pquitan~es de 1971 tbém ( o mig -21 derrotava facil o f-104, que são da mesma geração), o pessoal acha que vale + a reputação do que como é empregado o material…alêm do que até a queda do sistema socialista a URSS sempre fornecia material classe “B”, por exemplo qdo forneceu os mig-23 estes não tinham RWR e o radar era o R21L do mig-21MF. Sobre o vietnã se pensa muito em mig-21 x F-4, mas os mig derrubaram outros tipos (F-105, A-4), teno muitos pilotos de mig´s se tornado… Read more »

Rodrigo

Gbeck disse:
13 de outubro de 2010 às 15:12

Mas os sul-africanos não utilizavam equipamento francês ?

Tá explicado o calor que tomaram 😀 😀 😀 😀 😀 😀

@wagner

Já foi apresentada pelo blog uma reportagem bem clara sobre o fato de os equipamentos usados pelos irasquianos eram totalmente ultrapassados, eram Migs sem aviônica nenhuma, seuqre tinham ECM, nao tinham nada ! USAR OS DADOS DE IRÃ X IRAQUE PARA FIRMAR SUPOSTA SUPERIORIDADE DE EQUIPAMENTO OCIDENTAL É INCORRETO. Não estou dizendo que o russo é melhor que o ocidental, o que acontece é que não adianta vc ter equipamentos numerosos mas com uma força mal treinada e ultrapassada. O Iraque NUNCA FOI campo de testes efetivo para equipamentos russos. Iraquiano e sérvio não sabiam pilotar. O iraniano, pela tabela,… Read more »

Panosso

outra obs, as perdas de F-4 mais as de F-105, somam + de 700 aparelhos

Gbeck

Rodrigo: Hahahahaha!! Pior é que era mesmo! Mirage F-1 e o clone do Mirage5. Imagina, os dois de Matra Magic.. hehehehe. Que perigo.

Rodrigo

emilson disse:
13 de outubro de 2010 às 15:22

Os iraquianos tinham uma defesa descente, naquela época anos luz a frente do que temos hoje em dia no Brasil.

O problema é que os russos e franceses entregaram as localizações e frequências dos centros de comando e radares.

Panosso

Concordo com o Wagner e é por isso que pelo treinamento de nossos pilotos + os equipamentos de apoio (AWACS), ainda confio na FAB frente as outras FA sul-americas, quem daria trbalho seria a FACh, mas estão atrás dos Andes…e sem dúvida precisariamos decidir logo o FX2 e pensar na sua substituição…

@wagner

Alguem aqui jogou o SUPER EF2000 ?? Dava para enfrentar os sukhoi russos no jogo, e era extretamente dificil, no dogfight, vencer eles, eu tinha que cortar o motor e ligar o freio aerodinamico para acompanhar a curva do sukhoi, para travar os misseis. Alias, se aquele simulador estiver correto, esqueçam os asraam da vida, melhor nem carregar, nao valiam nada. Eu sentia muita falta de potencia no EFA, eu tinha que a cada pouco usar o afterbuner para compensar a desvantagem de falta de motor e da incrivel manobralidade dos sukhoi. No dogfight aproximado, que leva a melhor é… Read more »

Panosso

Os iraquianos eram mal treinados, sempre esperando equipamento novo, no final de 1986 sonhavam com o mirage 2.000, logo depois queriam o Su-27, e ficavam esperando chegar…a Kuwait e Arabia Saudita financiava…este foi um dos motivos que levou Sadã a invadir o Kwait, ao mesmo tempo que botava a mão no petróleo acaba com uma enorme dívida…

Rodrigo

@wagner disse:
13 de outubro de 2010 às 15:31

Wagner você está certo parcialmente…

Só que você esqueceu de lembrar que as versões de exportação dos equipamentos russos são assumidamente por eles em muito degradadas.

Os clientes externos utilizam o que de top a Rússia vende.

Se o combate fosse contra forças russas, já não posso falar.

Até hoje só os vi em combate no Afeganistão, Chechênia e na Geórgia…

Fica difícil de analisar algo.

zmun

Voltando ao tópico, os iranianos realmente tiraram leite de pedra nesse conflito.

Mas foi uma guerra inútil que beneficiou soviétifcos e americanos.

Panosso

Rodrigo acho que vc disse o que eu e o Wagner estamos querendo dizer, tem de ter equipamento e competencia para se dar bem, quem viu os anos 80 sabe muito bem que a URSS fornecia equipamentos classe “B”, os deles eram de melhor qualidade, pirncipalmente para sua táticas.

Giordani RS

Luis disse: 13 de outubro de 2010 às 15:19 Em primeiro lugar acho q não da pra ignorar a fonte da informação, no caso , uma publicação norte americana. Eu pergunto se alguem sabe da alguma estatistica mais isenta de conflitos da caças americanos X russos. Eu digo isenta pq quase sempre a informação q nos chega vem por intermédio dos americanos. Não sei se é um bom exemplo mas basta assistis history ou discovery channel q o fim é sempre favoravel ao americano. Fonte independente? Que tal a francesa? hahahahaha… Não adianta, A história é contada pelos vencedores…mesmo no… Read more »

Edcreek

Olá, Pelo que vi os F-14 tiveram alegada a derrubada de 10 Mirage-F1; Por outro lado os Mirage-F1 alegaram que derrubaram 4 F-14 e pasmem com o “lixo” Francês o missil Super 530D; Quanto mais vejo mais tenho a impressão que o unico país ocidental que realmente causou algum dano significativo aos EUA, foi a França: -Seja derrubando F-14; -Seja avariando seriamente e matanto mais de 30 marinheiros da USS Stark (FFG 31) Perry class frigate, com misseis Exocet; -Seja derrubando um F-16 propositalmente e um incidente internacional; Na pratica os armamentos Franceses já foram testados e funcionam a contento.… Read more »

@wagner

É, os Su22 peruanos são um exemplo perfeito…

@wagner

Os programas do Discovery e do History tão demais, dos 10 melhores aviões do mundo, 11 sao norte americanos ! Dos Navios, so tem navio norte-americano !!!
No final vc conclui duas coisas:

1) A unica marinha do mundo é norte-americana.
2) O “Mundo” se limita aos norte-americanos !!!!

O ” Combates aéreos” então´dá nojo de ver, e ainda mais com aquele narrador com aquela vozinha de ” Áii meu bem !!” ah ah ah !!

Marcelo M

Vou aproveitar os dados para falar um pouco off topic: Uma coisa que passou despercebida, no combate narrado no texto, assim como em pelo menos outras 4 ocasiões em out/nov/dez/80, ocorreram abates multiplos(3 Mirage F-1 + 3 F-1 + 2 F-1 + 2 MIG-21) de AIM-54. O texto deixa claro a tática de vôo cerrado, possivel causa destas perdas.. Quando foi mencionado isso nas malvinas como um fator de superioridade inglesa sobre os hermanos por melhor treinamento dos ingleses, caíram de pau nos argentinos. A título de análise, acho que seria melhor entendermos que no final da década de 70… Read more »

Theo Gatos

@wagner disse:
13 de outubro de 2010 às 16:14

Se você assistir o ‘combates aereos do futuro’ então, vai chorar.. Tudo bem que o F-22 é o melhor caça do mundo, mas ele parece ter repelente de armas… Mesmo quando um míssil travado nele ele erra ou explode mas não derruba ele… É o highlander dos caças… Só cai cortando a cabeça… rsrsrs

Mas tudo bem isso também faz parte da guerra né… Propaganda de guerra e guerra psicológica, eles aprenderam direitinho! Agora todo o mundo tem medo do lobo mau!

Sds.

GSV

Theo Gatos disse: 13 de outubro de 2010 às 16:27 “Mas tudo bem isso também faz parte da guerra né… Propaganda de guerra e guerra psicológica, eles aprenderam direitinho! Agora todo o mundo tem medo do lobo mau!” E o pior que tem uns idiotas que gravam para assistir depois (eu)…kkkkk E referente a propaganda produzida nos documentários o melhor é ver a historia deturpada, mostraram até o que seria o Cabo Canaveral do Hitler. Mas de qq forma todos correm atrás do Tio Samuel (Como diz o Giordani). Se procurar direitinha na NET ainda achamos sites gringos malucos que… Read more »

rodrigo ds

Off Toppic: Hoje a guerra é diferente, rsss…..

Guerra cibernética já começou, diz chefe britânico de espionagem

Link:http://tecnologia.ig.com.br/noticia/2010/10/13/guerra+cibernetica+ja+comecou+diz+chefe+britanico+de+espionagem+9663139.html

Seal

O Irã queria o F-15 C, mas a potência do radar AWG-9 era mais importante com o alcance bem maior junto com a capacidade do AIM-54. O F-14 tinha a vantagem de poder ser entregue antes do F-15 e demonstrou ter capacidade de derrubar o Mig-25. A manobrabilidade do F-14 também impressionava, mas a capacidade de defesa de área era o requerimento mais importante. Durante a guerra contra o Iraque, o Tomcat mostrou ser tão bom que apenas com o canhão e dois mísseis de curto alcance AIM-9P e sem o radar funcionando podia vencer qualquer caça iraquiano. Os esquadrões… Read more »

Theo Gatos

GSV disse:
13 de outubro de 2010 às 16:40

Ah GSV, então preciso fazer mea culpa porque assisti tbm… e 2 vezes!!! rsrsrs… Na verdade pra quem gosta do tema, mesmo sabendo que tem um monte de mentira é BEM melhor do que assistir a horario político né? hehehe…

Mas faz parte, eles tem um material bélico de ponta e em quantidade é que estes canais exageram no tema…

Abs amigo…

Vader

Pô, assim não vale: quando é o material americano que perde é porque o Saber e o Phantom (pra não falar no Tiger) eram um lixo… quando é o russo é porque os pilotos é que eram ruins… Só rindo mesmo: pelo visto tem uma turminha que adora usar dois pesos e duas medidas para jogar supertrunfo… 🙂 A verdade, srs., a verdade! Se eu não errei nas contas, no mesmo período são 120 abates iranianos contra 57 iraquianos. E olha que na conta iraquiana ainda tem um monte de helicóptero, avião comercial, fratricídio, avião que deu no chão, etc.… Read more »

Giordani RS

“Seal disse:
13 de outubro de 2010 às 16:46
…Na US Navy o F-14 vencia fácil os F-15 e F-16….”

Lembro de uma matéria, acho que na revista Tecnologia & Defesa, lá pelos idos de 1989, aonde um oficial da USAF negava veementemente que o TomCat poderia vencer um Eagle…

Eu tenho lá minhas dúvidas se o TomCat sería capaz de vencer o Eagle e se considerarmos os escritos da “Fighter Mafia”, o F-14 jamais venceria um F-16…

Como será que se diz “Jester is dead” em iraniano? Hehehehe…

Gabriel T.

Pessoal do Blog, essa tabela que vocês copiaram do acig.org tem cores diferentes para mostrar quais foram confirmadas, fratricidas, reclamadas, a serem confirmadas, etc.

Seal

Giordani RS disse: 13 de outubro de 2010 às 17:14 Nos EUA, estudos da década de 70 para um interceptador de defesa continental para USAF(Força aérea EUA) também mostraram que o F-14 era melhor que o F-15 para a missão. Em 1977 foi previsto que 170 caças F-14 custaria US$ 4,3 bilhões de dólares contra US$3,9 bilhões para o F-15. A Grummam cita que a capacidade de 170 F-14 seria igual a 300 F-15 para defesa continental. Em 74 foi oferecido o F-14T mais barato sem o radar AWG-9 no lugar do F-15 para a USAF. A USAF acabou transferindo… Read more »

Milan

Giordani,

Pelos dados plotados aqui no blog, numa comparação entre F-14 e F-15, o F-14 perde feio. É um caça sub motorizado, muito pesado para pouco motor. Nos quesitos aerodinâmicos também perde.

Patriota

Só ver o é falado na matéria em questão. O piloto iraniano, derrubou 3 caças iraquianos em formação heuheueheuehuehu. Que os States são realmente uma maquina em materia de guerra e economia, ninguém discute, mas eles também são meio que “Nelson Rubens” rsrs O history é um baita canal e sou fã assíduo de combates aéreos que lá é transmitido. Estes dias vi o episódio combate aéreos do futuro sobre o F22 raptor. O projeto do raptor é dos anos 80 (meu deus) rsrs…pelo que foi passado no programa a unica aeronave que fez algum estrago foi o rafale. No… Read more »