domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Tornado substituído pelo Typhoon nas Malvinas: o som da liberdade

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

- Advertisement -

33 Comments

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Augusto

Sotaque maldito! XD
Quase não consigo prestar atenção no que o cara tá falando. É muito diferente. XD
É.. Argentina… se já tava difícil e agora hein?

vplemes

Som da liberdade. E que som!!!

Groo

Entendo melhor o inglês com sotaque britânico – mesmo com a batata na boca – do que o sotaque americano.

Christian Villada

Como argentino não posso mas que discordar com o titulo da nota

Saludos

Justin Case

Amigos,

Eis uma das forças aéreas mais poderosas da América do Sul: A RAF.

Não podemos esquecer da França, na sua Guiana.

Tudo isto sem contar alguns Sukhoi perdidos nas redondezas.

Se quisermos marcar presença na região, precisamos de aeronaves de capacidade não inferior aos Rafale e aos Typhoon.

Só com mitingas e tampões, não importa o número, não vai dar.

Abraços,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Patriota

Pronto………….agora já sabemos a quem recorrer em caso de alguma agressão ao nosso espaço aéreo ,Chile e seja bem vinda Inglaterra.
rsrsrs

Colt

As Falklands são muito bacanas, o pessoal lá é legal, tudo gente fina. Deve ter muito peixe e camarão, quem vai lá, tem que levar um limão pra tempero. rs Mas…. Além do próprio território em si, e das eventuais riquezas que possa ter, o motivo mais importante para os ingleses manterem as Falklands sob seu domínio é a ANTÁRTIDA. O grande continente gelado, atualmente numa moratória quanto aos uso dos recursos naturais, por força do Tratado da Antártida é somente objeto de estudos científicos. No futuro, se for o caso (espero que não seja), poderá ser uma nova fonte… Read more »

Alexandre Galante

Justin Case, ótima sacada! Abraços.

Vader

Dá sim Justin, num stressa… 🙂

Regis Campos

Não concordo com a possessão das Malvinas pelos Britânicos até hoje já que a ilha está próxima ao território Argentino. E é claro que país subdesenvolvido nemhum daria conta da maior máquina de guerra européia, excetuando-se o Brasil da época que daria muito trabalho e várias baixas para o lado inglês numa possível invasão à Fernando de Noronha. Já quanto os Typhons, os pilotos britânicos vão sentir saudades de seus Panavias

Galileu

“Las Malvinas son argentinas” ahahhahahaha

é o jeito é pedir ajuda aos chilenos lol

Vader

Coitados, chego a ter pena dos hermanos argentinos. Deveriam esquecer essas ilhas malditas e tocar a vida em frente. Nunca mais as “recuperarão”.

PS: Putz quanta mulher feia hein? Repórter feia, piloto feia, putz, coitados dos ingleses… pelo menos nisso os argentinos estão melhores, rsrsrsrs…

Flávio

Vader, inclusive o typoon é feio, boca quadrada e bigode caido…rsssss

Manock

Se os argentinos mandarem mulheres pra lá quem sabe daqui uns 30 anos recuperam o arquipélago sem darem nem um tirinho… rsrsrsrs

Solução mais barata!

WjW

Li num artigo um tempo atras que mostra apenas duas aeronaves tornados nessas ilhas, se ja era dificil com os tornados imagine agora com esse bichos. E melhor los hermanitos colocarem o rabito entre las pernitas e ficarem caladitos.

Lavand

Não sei o que será de nós no dia que esses caras aí resolverem botar as suas botas por aqui, nossas forças com F5,AMX,etc e tal, cruz credo, acho que nossa caipirinha e samba nos defenderão melhor.

Nick

Sabe quando as Falklands serão Malvinas? Nunca.

[]’s

brazilwolfpack

Som da liberdade??? Poxa,vai pusar o saco da Inglaterra,ne??? Esse e o som do colonialismo.

Alexandre Galante

Pessoal, o título do post acompanha o texto da reportagem. Vejam o vídeo até o final.

Fernando "Nunão" De Martini

Brazilwolfpack, não é puxação de saco, é o tema da própria reportagem, em inglês.

Se alguém está puxando o saco, são os ingleses puxando deles mesmos…

Para visões diferentes do assunto, há outras matérias, aqui mesmo.

Fernando "Nunão" De Martini

Ô Galante, não responde a mesma coisa que eu ao mesmo tempo não!

Está na moda dizerem que o nick de fulando é disfarce para o mesmo ciclano, daqui a pouco vão falar o mesmo da gente!

Pinga-Fogo

Sounds of Freedom? Essa é ótima. Olhando bem só denota a mentalidade colonialista e expansionista de cara nova: “defensores da liberdade”. Mas… Liberdade pra quem? Inglaterra, Inglaterra… Fala sério. Você criou colônias e as explorou ao limite absoluto pelo mundo inteiro. América, Ásia, África, Oceania… E só não as criou na Europa porque não tinha espaço! Sounds of Freedom? Sei… Melhor seria God Save The Queen – pelo menos bem mais honesto. Jamais existiu nação mais imperialista do que a velha Bretanha. Convenhamos, o Tornado como caça é uma negação que só serve pra pegar bombardeiro. É duro pra manobrar… Read more »

Inquiridor

Quanta sindrome de viralata temos não? Uma nação que sempre foi colonizadora e que roubou durante n anos, riquesas dos paises colonizados para a opulencia da rainha e seus suditos e vem agora um bando de cucarachas latinos bater palmas pros aviãosinhos da rainha. Olha como são lindos?
Som da liberdade? Ora senhores, façam-me o favor!!

Mario Blaya

basta a Argentina se aprumar economicamente e restabelecer sua capacidade de defesa, para tornar muito caro para os ingleses manter o som da liberdade que as conversas retomam.

por enquanto esta barato a defesa das ilhotas.

Zorann

Eu acredito que em algum dia as Falklands serão Malvinas. Já faz anos que a Europa está com seu crescimento econômico estagnado, é um continente de poucos jovens e com nível de vida de alto padrâo. Com a crise econômica que ainda assola os países europeus, com os cortes de verbas para a área de defesa. Tudo bem que a Argentina também está com sua economia em recuperação, mas o futuro parece muito mais promissor para nossos hermanos que para os ingleses.

vplemes

Sindrome de vira-lata? Talvez, mas da minha parte é mais inveja. Queria demais que o Brasil tivesse sido uma grande potência colonialista dos séculos 19 e 20. Sonho meu! Pronto, podem começar a malhar. kkkk

RtadeuR

É,parece que o assunto Malvinas é auto incendiário. E o bom é que muitas pessoas já estão resistindo ao colonialismo ,ainda que sob pressão . Na verdade é muito mais fácil torcer para o time mais forte, mas devo lembrar o episódio do Uruguai , que não aceitou pressão e como os argentinos resistiu.
PARABÉNS ao pessoal da resistência.

http://caiafa.blogspot.com/2009/11/4-skyhawks-argentinos-na-guerra-das.html

http://noticias.r7.com/internacional/noticias/heranca-colonial-britanica-complica-disputa-pelas-malvinas-20100225.html

Mario Blaya

vplemes

nos ultimos 200 anos, o Brasil invadiu:

– argentina
– uruguai
– paraguai
– guiana
– pressionou a bolivia pelo acre

vc acha pouco? se hoje não temos uma historia recente de conflitos e porque somos temidos por nossos vizinhos. Somos o maior, mais populo e rico pais da america do sul. Praticamente invencivel para os paises pobres e sem diversidade economica na região!

Paulo Andrade

Presados editores, apesar de entender que o título da matéria tenha direta relação com o original, não posso deixar de dizer que o considero mal colocado aqui por essas bandas.

Creio que seria mais elegante com nossos vizinhos argentinos uma pequena observação sobre o mesmo

Aproveito para parabenizar pelos blogs apesar de discordar de algumas posições adotadas pelos mesmos.

Fernando "Nunão" De Martini

“Paulo Andrade em 05/10/2010 às 10:29 ” Paulo, agradecemos os parabéns e reforçamos que o espaço aqui existe justamente para que se debata vários pontos de vista. Essa matéria mostra o ponto de vista dos ingleses. Não quer dizer que o Blog concorde com eles, ou que esteja assumindo posição nesse sentido. O título mostra esse ponto de vista britânico sobre a presença dos caças, o que é um assunto que merece ser debatido. Como o áudio está em inglês, ele serve para resumir a mensagem do mesmo pra quem não entende o que se fala no vídeo. Outras matérias… Read more »

Paulo Andrade

Nunão, obrigado pela resposta.

Como disse entendi perfeitamente suas primeiras explicações, mas sem querer dar ordens e sim uma mera sugestão, creio que na frente do título poderia ser colocada a seguinte observação:

“Tornado substituído pelo Typhoon nas Malvinas: o som da liberdade”
(Na visão dos ingleses)

Apenas em respeito aos nossos vizinhos e aos leitores de lá.

Apenas uma sugestão de amigo

No mais reafirmo os parabéns

Leandro

Tenho certeza que ainda verei as Falklands se tornarem domínio argentino, como? Não faço a menor idéias, los hermanos andam mal das pernas militarmente e economicamente!
Agora imaginem…se a Argentine tivesse uns Mirage 2000-9 aqueles lá dos Emirados Árabes e bons submarinos (uns 6 pelo menos) acho que já seria um bom começo para um diálogo!

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -