domingo, agosto 14, 2022

Gripen para o Brasil

Produção do F-22 chega a 166 aviões entregues à USAF

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Lockheed Martin divulgou nota nesta terça-feira, 14 de maio, informando que já entregou 13 caças F-22 Raptor à USAF (Força Aérea dos EUA) em 2010. O número total de F-22 entregues à USAF, até hoje, chega agora a 166 aviões.

A empresa destaca, nesta quantidade, os aviões produzidos dentro do cronograma:  “A Lockheed Martin continua a atender e a exceder a agenda de produção e de entregas do F-22 Raptor, com 86 aviões entregues dentro ou antes do cronograma da USAF.”

FONTE / FOTOS: Lockheed Martin

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

37 Comments

Subscribe
Notify of
guest

37 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Latino

Será que o impacto do voo do primeiro protótipo do PAK-FA mudara esses numeros ..

Ou a produção sera realmente encerrada ..

sds

roni

sera que a usaf vai aposentar todos os f15 sao mais de 400 avioes substituidos por apenas 180 f22 sera alguem sabe e isso mesmo

Renato

@Latino
Acredito que não, os EUA acreditam que 1000 F-35 se oporão aos PAK-FA

@roni
Nem todos os F-15 serão aposentados, alguns até operarão lado a lado com os F-22:

http://www.aereo.jor.br/2010/04/19/f-15c-com-radar-aesa-vao-proteger-f-22/

É uma pena encerrarem com menos de 200 aviões… 🙁

robert

mais do que o Rafale hehe

o f-22 é tão _________ que até a cor de quando é fabricado é diferente… geralmente as fotos mostram aviões em linhas de montagem com uma cor amarela feia… esse é verde piscina.. isso é que é tecnologia
eaihoeaoihaeiohaeioae

Pergunta… não seria viável eles aproveitarem que estão na fase de construção ainda e instalarem o DAS neles? ou requer muitas outras coisas antes?

COMENTÁRIO EDITADO

robert

oloco… tem 4 computador pra ajudar na fabricação de cada aeronave… que loco!

Rodrigo

O problema é se o PAKFA vai mesmo vingar, quando e quantos serão produzidos…

Se for a maravilha que as viúvas da Rússia falam, o ferramental do F22 está devidamente estocado e preservado.

Mas acho que se for o normal e esperado é um projeto encerrado e só passara por vários upgrades.

Vader

robert disse:
14 de setembro de 2010 às 12:09

“Pergunta… não seria viável eles aproveitarem que estão na fase de construção ainda e instalarem o DAS neles? ou requer muitas outras coisas antes?”

Robert, imagino que o DAS não é algo “plug-and-play”… senão ficaria fácil pra qualquer um concorda?

Sds.

roni

valeu exclareceu minhas duvidas valeu mesmo renato

Alex

PAKFA aínda nã passa de um protótipo, e creio que internamente, esse F 22, possa receber algumas atualizações. e F 15, não vai sair de linha assim tão rápido, creio que deve durar muito anos ainda, afinal a troca é gradual e lenta,

robert

Vader disse:
14 de setembro de 2010 às 12:15

deveria ser USB eaoieahoeahae

*desculpem pelo palavreado xulo…eahioiea

Alex

interessante, observei bem a foto, olha o como eles trabalham, tudo bem a vontade, relaxado, nada de botas, mascara, luvas, soldas, barulho, é uma tranqüilidade.

iria fazer uma comparação, mas não quer dar trabalho aos moderadores hoje…rsrsrrsrrs

Giordani RS

Ainda não acredito que a produção seja encerrada. O “SeuObama” vai liberar, no ultimo minuto, mais um lote de 40 à 60 aparelhos…ele precisa gerar empregos e haverão muitas demissões de pessoal extremamente técnico com a aposentadoria dos Shuttles…mas é bem possível(e ao que tudo indica) o lobby para o F-35 seja mais forte… F-22: Realidade. T-50: Incerteza… Alex disse: 14 de setembro de 2010 às 13:00 – interessante, observei bem a foto, olha o como eles trabalham, tudo bem a vontade, relaxado, nada de botas, mascara, luvas, soldas, barulho, é uma tranqüilidade. Tchê, Tu passa mais Tempo em casa… Read more »

Dalton

Mais de 10 anos serão necessários para que haja T-50 em numero suficiente para equipar um regimento, sem mencionar coloca-los no mercado por um preço “acessivel” de US$ 100 milhões a preço de hoje
se é que este preço poderá ser mantido e os chineses não abocanharem
uma fatia dos clientes da Russia…e então, é possivel que aeronaves não tripuladas estejam em um patamar melhor nos EUA.

Almeida

Pra quem gosta de comparar o F-22A ao PAK-FA:

A linha de produçao do F-22 será encerrada ANTES do primeiro Su-50 sair da fábrica. Pensem nisso.

GSV

Alex disse:
14 de setembro de 2010 às 13:00 –

Amigo vc viu como os Russos montaram nossos Hélis recem adquiridos? Tinha um Polacão de 2 metros com uma barba para deixar a turma do PT com inveja…rs

Imagens lindas da LKD Martin, que linha de produção para deixar qq ASSUSTADO para dizer outra coisa.

Renato

@roberto O DAS requer a colocação de janelas (6 ao todo) ao redor da aeronave. Modificar um avião stealth é bem mais complicado que modificar um avião não-stealth, basta lembrar da história de um F-117 que deixou de ser ‘invisível’ porque um parafuso estava mal apertado 🙁 Fora a colocação do hardware, teria que se fazer modificações profundas no software, e qualquer modificação que você faça aumenta as chances de bugs. Além dessas considerações técnicas quanto à instalação do DAS em si, deve-se levar em conta também a questão operacional: pra que o DAS no F-22? A missão dele é… Read more »

DV

Este é realmente um avião fantástico. Se tivessem atualizado o projeto ao invés de gastar a dinheirama que gastaram com o F-35…

E pensar que o F-35 deveria ser o caça VLO “barato”, mas seu custo se aproxima cada vez mais do F22.

Pensar que não produzirão mais o F22 me traz a sensação de caminhar para trás. Um pouco como o fim do Concorde…

DV

Renato disse:
14 de setembro de 2010 às 13:52

Renato, concordo com quase tudo o que você disse, mas em um hipótetico cenário de stealth contra stealth a tendência não seria a volta ao combate aproximado?

Rodrigo

Até o PAKFA entrar em produção, o F22 e a rede de detecção dos gringos já estarão mais evoluídos e continuarão em vantagem no BVR. Não é pagar pau para os americanos, mas eles não dão o milho de pararem 1min de continuar a desenvolver a sua tecnologia, mesmo estando décadas a frente da concorrência. Obviamente isto é teoria, outros podem desenvolver táticas e equipamentos contra estas tecnologias. O problema é que na hora da realidade a superioridade aérea dos gringos tem sido inconteste. Já procuraram imaginar a Primeira Guerra do Golfo e o conflito dos Balcãs, com os aliados… Read more »

Marcelo

se o inimigo não estiver emitindo ondas, o ESM do F-22 não servirá…acho uma grande deficiência ele não possuir pelo menos um IRST frontal, não pecisaria ser um DAS com 360 graus de cobertura.

Rodrigo

Marcelo disse:
14 de setembro de 2010 às 15:52

Putz..

Como os americanos são limitados, não perceberam isto ahahahaahaha

Amigo, do fundo do coração, você acha que eles iam dar um mole deste tamanho em um projeto tão caro, feito em cima da experiência de combate real para substituir um vetor que ainda hoje é superlativo ?

Não precisa nem ficar buscando fonte é uma questão de lógica.

Gabriel T.

Almeida :”A linha de produçao do F-22 será encerrada ANTES do primeiro Su-50 sair da fábrica. Pensem nisso.” Vamos pensar um pouco mais. Quanto tempo os EUA levaram para ter o F-22 e quanto tempo os russos levaram para ter o T-50? Quantos aviões stealths os americanos levaram para ter o F-22 e quantos aviões stealths os russos tiveram? Quanto dinheiro os americanos investiram até hoje em tecnologia stealth e quanto os russos investiram? O T-50 ficou recauchutado como o silent eagle e o silent hornet. Não fizeram novas soluções para o RCS dos aviões, já que aproveitaram células já… Read more »

Edcreek

Olá,

Fantastico o F-22 é insuperavel no atual cenario.
Imagino que na retomada da produção eles devem incorporar algumas novidades do F-35 o que dará uma vida longuissssimmma ao mais impressionante caça já construido e ainda em operação.

Abraços,

Nick

Caro Almeida,

A preocupação do Su-50 não será F-22 ou o F-35. O sucessor F-XX deverá entrar em operação em 2025/30, quando os F-22 e F-18 E da US Navy começarem a sair de operação. Portanto, provavelmente a defasagem tecnológica continuará. Lembre-se que SU-50 plenamente operacionais com os motores furtivos ainda demorarão 10 anos ou mais para entrarem em operação.

[]’s

GSV

Já li e reli dezenas de matérias aqui mesmo no Poder Aereo e sempre foi dito que ambas aeronaves se completam F-22 x F-35, são propostas muito diferentes dentro da USAF.

Agora para outras nações como Australia, Israel e outras ai sim existe a questão do vetor F-35 não ser o melhor custo beneficio, visto a inexistencia de um caça de superioridade como o Raptor.

Cansei dessa discussão…

Sds.

Bosco

Marcelo, O F-22 foi planejado para fazer frente aos caças de quarta geração (incluído os de quarta e meia). Tais caças não possuem sistemas e táticas compatíveis com a tecnologia stealth. Não são só os radares que emitem, e sim os sistema de comunicação, incluindo o data-link, etc. Tais emissões podem ser percebidas por um F-22 no modo “passivo”. Por outro lado, tais caças são altamente vulneráveis a detecção por radar, principalmente um AESA em “estado da arte” como o do F-22. Além disso ele pode usar o modo LPI do radar, em que há mínimas chances da sua emissão… Read more »

Sopa

Essa maquina é de matar !!!

Sds

Almeida

Não estava defendendo nem o F-22A nem o Su-50. Apenas trazendo um fato curioso para discussão.

Mas sim, acredito na superioridade inconteste do F-22A sobre qualquer outro avião em operação ou desenvoilvimento.

aquino

voçe naõ pode esquecer bosco que outras naçoês usam radares aesas também e irst ´tem que aver mais exercicios para testar os f-22 com outras paises …..

marcos

quando a russia colacar um avião de 5 geração operando, os americanos já vão estar voando de 6 geração e preparando um de 7 geração.

Bosco

Aquino, Mas eu acredito na superioridade da combinação AESA+Stealth. E também o que você disse vale para os dois lados. Tem que ter mais exercícios para provar a alegada vulnerabilidade do conceito do F-22. Até que isso não ocorra, eu continuo acreditando no que eu acho um conceito lógico. Me valho do que consigo garimpar em livros, revistas, internet, etc, e claro, junto tudo dentro aqui do processador “massa cinzenta” para tirar minhas conclusões. Claro, baseado na teoria, já que não sou piloto, muito menos piloto de caça e muito menos piloto de um caça F-22,e nem coisa que o… Read more »

Renato

Nick e Bosco, vca responderam a todas as perguntas possíveis rsrs

Não haverá outro stealth dentro de uns 10 anos, a não ser o F-35

Até lá, os EUA estarão mais avançados com o F-XX, e o F-22 + APG-81 + ALR-94 será uma combinação imbatível, mesmo com canhões rsrs

Marcelo

Oi Bosco, realmente eu pensei no PAK-FA quando me referi ao F-22 não possuir um IRST…talvez venha a fazer falta sim…o PAK-FA terá. As emissões podem ser completamente desligadas sim, inclusive o data-link, os aviões de 4a geração, como o Rafale, o Gripen ou o F-18 podem fazer isso e ficar à espreita, equipados com IRST orgânicos ou em pods. Ainda acho que é uma deficiência, e no caso do F-22, não poderiam colocar um pod, pois alteraria as suas características stealth.

SABRE

Eis que no meio de tanta tecnologia surge um vetiladorzinho preto no canto da foto! 🙂 coloca um ar condicionado tio San!

Bosco

Marcelo, Contra o Su-50 aí sim, pode ser uma deficiência. Concordo. Mas como o F-22 será uma preza difícil de ser apanhada pelo Su-50, essa falha, caso não seja corrigida, não fará grande diferença. Acho que no geral o F-35 terá uma capacidade anti-stealth maior que o próprio F-22, exatamente por privilegiar outros sensores além do radar e de detectores de RF. O problema do F-35 é só o fato de não ter mísseis guiados por imagem IR lançados do compartimento de armas, só de estações sob as asas. Salvo o Asraam pelos britânicos que parece exigiu que o mesmo… Read more »

dieter91360

E os brasileiros que fiquem chupando os dedos…

Marcos.T

Isso é que é caça…… o resto é alvo movel.

Últimas Notícias

Grécia enviará uma carta de solicitação para atualizações de 38 caças F-16V em breve

Segundo informações, é apenas uma questão de alguns dias até que o Estado-Maior da Força Aérea Helênica envie a...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -