sábado, dezembro 3, 2022

Gripen para o Brasil

Mais fotos da operação BOLBRA I

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres
- Advertisement -

30 Comments

Subscribe
Notify of
guest

30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M

Com todo respeito e sabendo das dificuldades do país vizinho, parece um museu a céu aberto ……

Madvad

Confederated Air Force?

Eu fico me imaginando, em que estado estão estes T-Bird´s, com relação a torções estruturais e etc…depois de décadas e mais décadas de vôo..

Tyscok

Na bolivia…mais uma geração de pilotos perdidos…e saber que a história aérea da bolivia(e do Paraguai) é riquíssima…
Para FAB, este exercício é Relações Públicas…mas fazer o que…tem que obedecer o chefe…
Mas por quê a bolivia não participará da CRUZEX com seus AT-33? Rsrsrsrsrs…

Giordani RS

Madvad disse:
2 de setembro de 2010 às 13:33
Confederated Air Force?
Eu fico me imaginando, em que estado estão estes T-Bird´s, com relação a torções estruturais e etc…depois de décadas e mais décadas de vôo..

Devem estar inteiros, devem voar muito, mas muito pouco…

Fábio Mayer

O Bolívia deveria participar de CRUZEX… como alvo!!!

JC

Fábio Mayer disse:
2 de setembro de 2010 às 14:34

O Bolívia deveria participar de CRUZEX… como alvo!!!
———————————————————————————
faço minhas as suas palavras

Robson

Já pensou um dogfight entre um xavante da FAB e um T-33 da FABol?
que radical!!

Justin Case

JC disse:
2 de setembro de 2010 às 14:52

Fábio Mayer disse:
2 de setembro de 2010 às 14:34

O Bolívia deveria participar de CRUZEX… como alvo!!!
———————————————————————————
faço minhas as suas palavras”

Eu já achei essa postura inapropriada e deselegante.
O que vocês achariam caso ouvissem este tipo de comentário sobre nossa participação na Red Flag?

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Robson

Justin Case disse:
2 de setembro de 2010 às 14:59

“Eu já achei essa postura inapropriada e deselegante”

APOIADO

rodrigo ds

aquele helicoptero é equipamento doado dos EUA??

Dener

Justin

Muitos falam do suposto imperialismo americano, e esquecem que na Bolívia e Paraguai existe o estigma do imperialismo brasileiro…
se fossem gringos nos mandando ser alvos queria ver a repercussão aqui.

Tysock

Diferença entre treinar com os gringos e com a gloriosa força aerea boliviana: – Os EUA só aceitam na RF quem realmente possa atender aos requisitos e eles são extremamente curiosos; – Quando o AMX entrou em operação, o que eles fizeram? Convidaram os tupiniquins e conheceram a máquina. – Quando o F-5 virou “M”, o que eles fizeram? Convidaram novamente os tupiniquins…pra quê? Para conhecer o que a máquina podia fazer… É ganho mútuo. Os gringos descobrem(hics!) tudo e fazem Relações Públicas. A FAB ganha, por que precisa agir como uma Força capaz… Deselegante é o “marketing” da FAB,… Read more »

Joaca

senhores
Belas cores dos PC-7’s!

Michel Lineker

Vamo doa pra bolivia uns 12 ST?
Apesar das reinarias fiquei com dó rsrsrs.

Humberto

Creio que inapropriado e deselegante tenha sido todo aquele circo que o governo Boliviano fizeram (com militares tomando as refinarias) quando começaram com o processo de estatização das instalações da Petrobras.
Se o que alguns postaram (para tirar uma casquinha deles) é inapropriável o que foi o ato do governo Boliviano?? Creio que o politicamente correto tem que ser priorizado pelos nossos politicos (sem qq distinção de partido), mas menos gente, aqui é um lugar para discussões (as vezes nem tão amigaveis) onde o respeito deve prevalecer, mas pitadas de humor, são importantissimo..Estou errado?
[]

Robson

Não entendi aquela bandeira americana, na porta do UH-1? tudo bem ele é americano, mais pela lógica tinha que ser na Venezuela ou uma folha de coca. Rsrs

JZG_Pedro

esses T-33 são o vetor de “supremacia aérea” da Bolívia…?

Leandro

Não se esqueçam que a Bolívia adquiriu uns caças de treinamento chineses (K-8 se eu não me engano), quem sabe na próxima edição desse exercício não tenhamos operações entre os A-1 (modernizados) e os K-8 da FABol?

Ps.: O design desses P-7 é horrível hein, o aviãozinho mal desenhado rapaz!

Leandro

Ps 2.: A foto 1 parece uma daquelas cenas da II Guerra Mundial…os aviões a hélice alinhados para decolar para mais um dia de combate!

Sopa

“Alvo” , “Segunda Guerra”, “Analógico” !!

Credo, tamu mal na AL hein !!!

sDs,

Vader

Michel Lineker disse:
2 de setembro de 2010 às 16:21

“Vamo doa pra bolivia uns 12 ST? Apesar das reinarias fiquei com dó rsrsrs.”

Orra mano, num dá idéia, porque tem esbirro do MAG que lê o Aéreo… se o cidadão ler isso, toca nós financiarmos mais avião pro cocalero vagabundo…

Rodrigo

Estes helis foram doados pelo gringos.

O Brasil ia ceder quatro, eles já chegaram lá ?

Marcus

Uma coisa é o governo boliviano, que na versão de alguns, é ditador etc, para outros, não.

Mas outra coisa é desrespeitar o país alheio, por conseguinte, o povo boliviano. Francamente.

MatheusTS

Acho que cada pais se arma como pode e com suas necesidades eles podem ter aeronaves assim meio museus mais voam e seus pilotos estão sendo treinados semanalmente e fasem parte de algumas operações… Acho que quase todos nese blog devem querer o Brasil com A Força aerea com 500 ouF-22 raptor mais pra que??? E como manter??? Nos EUA 50% dos impostos se não me engano vão para os militares… Entaum se vcs quiserem pagar o dobro ou triplo de impostos para ter um isso podem falar….. pra mim eu quero algo bom e economico pelo menos com tecnologia… Read more »

Vader

MatheusTS disse:
3 de setembro de 2010 às 0:56

“Nos EUA 50% dos impostos se não me engano vão para os militares…”

Caro Matheus, o gasto militar americano não ultrapassa 3% do seu PIB. É totalmente compatível com o que aquele povo se dispõe a gastar coom sua máquina de guerra.

Sds.

Fábio Mayer

Na verdade, fiz piada com os bolivianos mesmo… mas quem ler os comentários antigos feitos aqui, sabe que defendo inclusive que a FAB doe aeronaves para a Bolívia… até por interesse brasileiro em que ela patrulhe melhor suas fronteiras.

A Bolívia, com 6 tucanos eventualmente disponíveis da FAB, mudaria sua aviação de alvo para patrulha efetiva.

Tyscok

MatheusTS disse: 3 de setembro de 2010 às 0:56 Acho que cada pais se arma como pode e com suas necesidades eles podem ter aeronaves assim meio museus mais voam e seus pilotos estão sendo treinados semanalmente e fasem parte de algumas operações… Acho que quase todos nese blog devem querer o Brasil com A Força aerea com 500 ouF-22 raptor mais pra que??? E como manter??? Nos EUA 50% dos impostos se não me engano vão para os militares… Entaum se vcs quiserem pagar o dobro ou triplo de impostos para ter um isso podem falar….. pra mim eu… Read more »

Fábio Mayer

É, Mas se pensarmos em termos práticos, a coisa não é bem assim. Os bolivianos simplesmente não tem condições de comprar aeronaves que melhorem a patrulha de fronteiras e o Brasil acaba tendo que fiscalizar sozinho os milhares de Km de fronteira com aquele país. A droga entra no Brasil e cria um estrago que em valores, é muito superior ao de Xavantes e Tucanos estocados pela FAB, sem utilização. Não defendo que o Brasil doe aeronaves operacionais, muito menos SUper Tucanos novos. Defendo que se desfaça de equipamentos que estão parados em prol do combate ao crime. Há pelo… Read more »

JZG_Pedro

mateus, não é ter 500 F-22; mas T-33 tb já é mt sacanagem… rs

Luiz Carlos

Quem pode afirmar com certeza que um dogfight entre o T-33 e o A-29B, este sairia melhor ? É só procurar saber os armamentos que cada um pode carregar, incluindo mísseis de curto alcance. Mas esse não é o caso das Operações aéreas que servem desde os anos 30, em conhecer e operacionalizar táticas que serão usadas em comum contra um determinado objetivo, no caso aeronaves ilícitas que voam contrabadeando inclusive drogas entre os dois espaços aéreos. O método operacional do E-99 agora ficou conhecido da FABol, sendo que esta aeronave pode alertar diretamente a FABol além da FAB em… Read more »

Últimas Notícias

VÍDEO: Documentário ‘Highway’ sobre operações aéreas em rodopista na Tchecoslováquia, em 1980

O documentário "Highway" foi filmado pelo Checoslovak Army Film no outono de 1980 durante um exercício militar entre os...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -