Home Indústria Aeroespacial Cortes no orçamento militar francês afetarão toda a indústria de defesa

Cortes no orçamento militar francês afetarão toda a indústria de defesa

226
74

A afirmação é do presidente da Dassault, Charles Edelstenne

O site Defense News publicou declarações do presidente da Dassault Aviation Charles Edelstenne, afirmando que os cortes de 3,5 bilhões de euros no orçamento militar francês deverão afetar toda a indústria francesa. Para Edelstenne, “ninguém será poupado”, e a principal preocupação é com cortes potenciais em pesquisa e tecnologia. As declarações foram feitas em coletiva de imprensa realizada no último dia 29 de julho, quando a empresa apresentou seus resultados financeiros do primeiro semestre, dentre os quais destacou-se o crescimento de 37% do lucro.

“Meu único medo é que a pesquisa e tecnologia sejam sacrificadas”, disse o executivo, acrescentando que o futuro corre risco de ser hipotecado pelas questões de curto e médio prazos. Ele também afirmou que, atualmente, os investimentos em pesquisa e tecnologia são de 700 milhões de euros anuais, tendo caído em relação aos níveis de 20 anos atrás.

Os detalhes sobre os cortes no orçamento de defesa francês deverão ser revelados em setembro ou outubro, segundo a Dassault. Para Edelstenne, os cortes nos orçamentos britânicos e franceses “poderão e deverão” funcionar como um catalizador para maior cooperação entre as duas nações. Ele citou o fato dos países estarem cooperando em um projeto de VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) de média altitude e grande autonomia.

Sobre a produção do Rafale, que atualmente é montado na cadência mínima de 11 por ano (em comparação às 2,5 unidades por mês planejada inicialmente), o executivo afirmou que, se a cadência cair ainda mais, a indústria seria afetada. A empresa entregou cinco caças Rafale no primeiro semestre deste ano, comparado a sete entregues no mesmo período do ano passado.

Acrescenta-se o fato de que a Dassault é credora de 200 milhões de euros em pagamentos atrasados do Ministério da Defesa Francês, devido a problemas relacionados a um novo software que gerencia pagamentos governamentais.

FONTE: Defensenews FOTO DO ALTO: Armée de l’air

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
74 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jakson Almeida
Jakson Almeida
9 anos atrás

Rafale oooooo jaca,Brasil cai fooooooooooooooooora!!!!!!!
Podiamos iniciar um abaixo assinado pela exclusão imediata dessa jaca.

Latino
9 anos atrás

Realmente estão precisando desesperadamente vender a outro pais esse vetor ,eu arriscaria a dizer que estão no sufoco pela primeira venda .
Sera que os sindicatos da frança aprovaram todas as unidades fabricadas no Brasil ?

david
david
9 anos atrás

vai acaba!
ja falei!
o rafale ja faleu!
kkkkkkkkk
brasil ultima esperança!
corre lula corre!

Latino
9 anos atrás

david disse:
3 de agosto de 2010 às 18:11

???????

david
david
9 anos atrás

que dizer corre pra longe
kkkkkkkkkkkkk

Ralb
Ralb
9 anos atrás

Melhor jaca do que banana nanica…
Jaka Almeida…kkkkkkkk

Mario Della Nina
9 anos atrás

Peraí!!
11 unidades por ano???
Se o Brasil comprar vai receber quando os 36???
Xiiii….

curvo
curvo
9 anos atrás

Jakson Almeida disse:
3 de agosto de 2010 às 18:02

Aprovado!
Rafale ??? Tô fora !!!!

curvo
curvo
9 anos atrás

Ralb disse:
3 de agosto de 2010 às 18:34

Sê tú gosta mesmo de Jaca, problema seu !!! hahahaha
Prefiro maçã, Pêra, goaiaba, banana, laranja,…
Agora JACA ? Tô Fora !!! hehehehehehehe

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

Antes uma jaca do que uma uvinha.
O corte no orçamento não significa que o RAFALE é ruim. Quando compramos o AMX reduzimos o n que encomendamos.

Craveiro
Craveiro
9 anos atrás

Gabriel T. disse:
3 de agosto de 2010 às 18:50

Não me lembro de alguém ter escrito que o avião é ruim. Mas sim que o negócio, como um todo, é ruim!

david
david
9 anos atrás

esse topico vai dar o que falar em!
kkkkkkkk
la vem a cavalaria defensora do rafaleco!
kkkkkkkkk
so no brasil mesmo!

Almeida
Almeida
9 anos atrás

Exatamente Craveiro! O Rafale é um ótimo vetor, mas muito caro de adquirir e manter. Além disso, ainda tem apenas dois operadores do mesmo país, sem nenhuma previsão concreta de expansão.

Para piorar, a proposta deles pro FX-2 é, de longe, a pior. Tanto na questão preço como transferência de tecnologia, offsets, produção local, revenda, manutenção, armamentos oferecidos e integração de outros armamentos. O que não deixa de ser estranho, já que eles estão desesperados para conseguir uma venda internacional e tem uma suposta parceria estratégica conosco.

Craveiro
Craveiro
9 anos atrás

david disse:
3 de agosto de 2010 às 19:05

Ainda que o Rafale fosse fantástico, a baixa escala de produção o torna um sistema de custo bem mais elevado do que seus concorrentes no FX2.

Prefiro o Gripen, mas o SH é muito bem vindo. E de prateleira mesmo. Aliás, de bandeja! Se bem que poderiamos tentar incluir uma cooperação em relação ao KC390…

ZE
ZE
9 anos atrás

Como eu já disse, a situação vai pirorar e muito. No caso francês, toda a sua doutrina de ser “independente” vai cair desfiladeiro abaixo. Na verdade, a independência francesa não existe. É apenas um jogo de marketing. Os franceses sempre usaram componentes de outros países em seus armamentos. Agora, mais do que nunca, eles estão se associando a outros países (vide o caso das FREMM: projetadas junto com a itália, possuindo diversos componentes não franceses, inclusive a sua propulsão, de origem norte-americana). Em época de globalização, ninguém constroi nada DE PONTA 100% nacional. Hoje, mais do que nunca, os franceses… Read more »

david
david
9 anos atrás

ze como diria as meninas daqui de perto de casa eles so querem mesmo e um otario pra paga!

Marcos
Marcos
9 anos atrás

RaFAIL

Esse Nome diz tudo, agora só basta um OTARIO para participar, OPS quer dizer, um Parceiro Estrategico.
E no nosso caso, muito bem representados por N. Lobim e Molusco.

Top Gun
Top Gun
9 anos atrás

Corte em em pesquisa e tecnologia é complicado, mas a Dassault contorna a situação com parcerias de outras empresas.

O pessoal pega pesado nas críticas ao Rafale. A aeronave é boa e capaz, só peca no preço. A questão é: se a compra de Rafales, for feita com financiamento de longo prazo a juros baixo, por que não?

Craveiro
Craveiro
9 anos atrás

Top Gun disse:
3 de agosto de 2010 às 19:32

Depende do custo de operação. Se ele for muito alto e o GF decretar uma destinação orçamentária específica para esse caso (algo que deve ser impossível), garantindo a operação por longo prazo, então tudo bem. Se não, então o melhor seria uma aeronave tão boa quanto e de custo mais baixo.

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Mas pode falar de FX-2 aqui? não é para falar dos cortes na França? sei que o assunto tem algo em comum, mas já me “puxaram” por falar de FX-2 em post dos custos do F-35, que tem link com os custos do NG… ZE, pq vc não faz um texto detonando a França e seus produtos, aliás só cola num lugar pela net e coloca o link… rsrsrsrs vai facilitar tua vida! dae quando alguém falar em Champagne, vc cola seu link dizendo que o champagne está com os dias contados… pois é produto genunino francês… rsrsrss Não sei… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Jackson Almeida, fazer abaixo assinado? pq? se até aqui no blog, onde a promoção NGeniana é farta e a demonização do Rafale é grande, o Rafale papa como melhor solução…!!! naquela pesquisa do blog o Rafale ganhou com boa vantagem! depois veio outra… e ele se saiu muito bem, vencendo o fator “contra-maré”…
Sugiro ao amigo mudar de tática, pois se vier abaixo assinado o Rafale vai ganhar de vcs! denovo! rsrsrsrsrs

Sds!

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

Vcs piram na batatinha. Vcs perdem muito tempo nessa briguinha de torcida organizada. Todos sabemos que de longe o RAFALE é a proposta mais cara. Mas isso não quer dizer que o avião é ruim. Ruim é vcs ficarem nessa briga de torcida que não leva a nada.

matheus
matheus
9 anos atrás

Vamos fazer um abaixo assinado pelo FX-3

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Amigos enxerguem a foto toda…

A ToT do SH é a menor, mas o pacote de base que vem com ela supera em muito as outras duas.

O problema é que ToT de base, não chama a atenção e dá trabalho para manter, pois precisa de continuidade e aperfeiçoamento.

É um trabalho semelhante ao que os ucranianos fazem no nosso programa espacial.

É muito mais fácil e bonito falar que vamos aprender a replicar a estrutura do Rafale…

Porque aviônicos, motores e armas não estão incluídos na proposta.

A sueca não é muito diferente disto.

Vader
Vader
9 anos atrás

E depois neguinho vem me dizer que a Dassault suportaria perder no MMRCA…

Se a Dassault perder no MMRCA o projeto Rafale leva a breca! Simples assim!

E aí, quem quer morrer com o MICO-PRETO na mão? 🙂

OTAVIO
OTAVIO
9 anos atrás

Eu cheguei a duas conclusões : – Dentre os três concorrentes do FX-2 a opção menos ruim é o F/A-18 Super Hornet (Boeing) – Comprar qualquer produto Europeu no meu conceito hoje de economia mundial seria inviavel ! Explicando melhor a situação pelo meu ponto de vista : No contexto atual em que o mundo se encontra praticamente afundado numa crise financeira sem solução iminente,qualquer dos vetores que forem escolhidos serão capital mal investido,pois todos os paises que estão no shot-list se encontram com suas economias atoladas! Para me basear e expressar minha idéia,é só analisar os seguintes dados :… Read more »

J. Claro
J. Claro
9 anos atrás

Esse Rafale é de longe, a mais bela máquina do FX-2 e um dos mais capacitados atualmente em operação. Será anunciado como vencedor logo após as eleições, podem escrever. A próxima administração ficará com a parte da assinatura do cheque. Até mesmo o contrato provavelmente será assinado ainda esse ano. Aliás, só pra lembrar, no dia 07/09/2009 foi dito que estavam iniciando negociações para a aquisição justamente do Rafale.
De lá para cá, já deu até pra confeccionar um contrato com todos os pingos em cima dos respectivos is.

Alex
Alex
9 anos atrás

mesmo em dividas, seria muito arriscado comprar, pois fornecedor que não tem saúde financeira, pode dar calote em qualquer momento.

Vader
Vader
9 anos atrás

OTAVIO disse:
3 de agosto de 2010 às 21:18

Caro Otávio, a Suécia não faz parte da Zona do Euro e apesar de alguns reflexos de crise (“marolinha” como diria nosso Iluminatti de Garanhuns) vai muito bem, obrigado.

Sds.

Nick
Nick
9 anos atrás

Caro Latino,

Já faz algum tempo mas foi noticiado que a venda dos Rafales ao Brasil salvaria 6.000 empregos lá.

Sobre a notícia, só demonstra o quanto calmo e sereno deve estar o Ministro da Defesa da França com os sucessivos adiamentos do anúncio da jaca para o Brasil.

[]’s

Luiz Ricardo
Luiz Ricardo
9 anos atrás

Só pra zuar como em todo post dessa trilogia>>

Rafaele já era!!!!!!!!!!
(podem começar a me chutar senhores francezinhos)
kkkkkkkkk

Craveiro
Craveiro
9 anos atrás

Srs., a questão, depois desta encebação toda, é o que rola nos bastidores em dois sentidos: entre os indivíduos do governo e entre os lobistas/funcionários das empresas/funcionários dos governos dos respectivos países.

Acredito que os EUA tem, como sempre, o maior cacife na mão. Resta saber se irão querer utilizá-lo e nossos “técnicos” desejarão aceitá-lo.

Por cacife entendam vantagens econômicas, financeiras, tecnológicas etc etc etc…

osorio
osorio
9 anos atrás

ÉEEEEEE,a JACA de OURO está no final da subida do telhado.
Enquanto isso o F/A 18 E/F está bem cotado nos outros países,Inglaterra por exemplo.

Ricardo_Recife
Ricardo_Recife
9 anos atrás

A crise é feia e vai fazendo cada vez mais estrago. Primeiro o problema foi a falta de liquidez e as montanhas de créditos podres (superprime, estouro das bolhas de invesimento,derivativos loucos, contabilidade fraudulenta, etc…). A solução keynesiana a meia boca jogou um problema originalmente privado nas contas dos governos, e por extensão aos contribuintes. Como diz a máxima: quanto mais intervencionista mais endividado. Já foi colocado aqui que França e Inglaterra estão muito mal das perdas. Contudo, a Inglaterra tem duas vantagens, primeiro a Libra esterlina e segundo, muito, muito pragmatismo político. Alemanha vai melhor que as duas por… Read more »

SxMarcos
SxMarcos
9 anos atrás

Rs… Eu tinha certeza que o primeiro post seria do Jakson.
Todos os países (finalistas do FX-2) ainda estão sofrendo com a crise de 2008.
Esse é o momento de negociar ainda mais (por baixo do pano obviamente) o valor do pacote e oferecer a tão necessária parceira (de $$$ claro) para futuros projetos.

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

OTAVIO disse:
3 de agosto de 2010 às 21:18

Onde é que eu assino embaixo?

ZE
ZE
9 anos atrás

david disse:

Nesse caso, Parceria Estratégica quer dizer dividir os prejuízos de algo que não deu certo.

[ ]s

grifo
grifo
9 anos atrás

O Rafale dá mais um passinho na direção do fim do telhado. “Lula critica a França por falta de acordo entre UE e Mercosul (AFP) – Há 5 horas SAN JUAN, Argentina — O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, criticou a França, esta terça-feira, por se opor às negociações para um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE). Ao falar no plenário da cúpula do bloco sul-americano, na cidade argentina de San Juan (oeste), Lula elogiou o trabalho feito pela Argentina no semestre durante o qual exerceu a presidência temporária do Mercosul, mas… Read more »

ZE
ZE
9 anos atrás

Top Gun disse: 3 de agosto de 2010 às 19:32 “O pessoal pega pesado nas críticas ao Rafale. A aeronave é boa e capaz, só peca no preço. A questão é: se a compra de Rafales, for feita com financiamento de longo prazo a juros baixo, por que não?” Bem, eu nunca disse que a aeronave não é boa. Ela é boa, porém não é nada de mais. Não existe nenhuma vantagem em ter o Rafale. Não existe nenhuma vantagem especial nesse vetor, como por exemplo existe no F-35 (furtividade). Acontece que, tanto o Super Hornet, quanto o Gripen NG,… Read more »

ZE
ZE
9 anos atrás

Francisco AMX disse:
3 de agosto de 2010 às 19:57

“Não sei pq, quando entrei neste post pensei… o ZE já colocou seu texto por aqui… e…. Feito!”

Francisco AMX, o nome disso é premonição !!!!

[ ]s

ZE
ZE
9 anos atrás

Ricardo_Recife disse:
3 de agosto de 2010 às 23:10

Brilhante, brilhante, brilhante !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[ ]s

Heyarth
Heyarth
9 anos atrás

Vcs falando ai de jaca e de frutas, lembrei de uma piada…

ESTE NÃO É O MELHOR ESPAÇO PARA ISSO

ZE
ZE
9 anos atrás

grifo disse:
3 de agosto de 2010 às 23:44

Oooooops !!!!

Tá quase caindo.

E isso tudo, porque eles são os nossos “Parceiros Estratégicos”.

Inclusive, no Acordo de Parceria Estratégica entre o Brasil e a França, há uma disposição específica quanto ao fomento do comércio entre esses dois países.

Imagina se eles não fossem.

[ ]s

david
david
9 anos atrás

cara a quem ainda defenda a super maquina francesa, vem nego dizer ha ele e o mais bonitinho e o melhozinho, mais quando bota o valor na messa isso pesa a favor dos outros dois concorentes pelo motivo mais basico que estamos discutindo aqui PREÇO, E ESCALA, entao deixa os bicudinhos com seu brinquedinho fantastico sozinhos e vamos ver no que da!
abraços a todos!

Alexandre
Alexandre
9 anos atrás

A pergunta que não quer calar, quantos ng foram vendidos.
Segunda pergunta quantos aviões a saab vendeu esse ano????, será que a mesma está fora da crise??????
E meu deus do céu se o rafale é caro, o que dizer do gripen c pelado da turquia que foi vendido a 80 milhões de dólares.
Terceira pergunta, se o gripen é barato, então pq o mesmo não foi selecionado para a fase final na índia sendo que o menor preço seria o diferencial.

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
9 anos atrás

Olha, kd dia concordo mais com o Rodrigo: Quer ToT dos franceses? Deixa a Dassault quebrar e depois compra ela… sai mais barato e efetivo que a proposta deles no F-X2: isso sim vai ser ToT Irrestrita 😀 Agora o pior disso tudo é que a França teve o BAFO, do BAFO, do BAFO, e as duas outras concorrentes reclamaram pq podiam ter melhorado ainda mais seus preços e propostas, ou seja, perdemos de ter MAIS do q já foi oferecido pela Boeing e SAAB, por menores valores ainda :-S Mas daí mesmo que a situação do Rafale ficaria pior… Read more »

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
9 anos atrás

“Terceira pergunta, se o gripen é barato, então pq o mesmo não foi selecionado para a fase final na índia sendo que o menor preço seria o diferencial” Ah, já saiu o Short-list da India? Poxa, ta mais bem informado q o Blog, manda o link pra gente ver do Short-list… ou ta falando dakele “insider” de uns posts atrás??? Dai não vale… tem insider aqui que jurava de pé junto que agora final de julho saia o anuncio oficial da compra do Rafale pela FAB e MB juntos… to até agora esperando… não acredite em td q lê na… Read more »

Vplemes
Vplemes
9 anos atrás

Alexandre disse:
4 de agosto de 2010 às 8:50

Alexandre, dois pontos:

1- A Turquia não comprou Gripen.
2- Ainda não existe Short list na India.

leandrorm
leandrorm
9 anos atrás

O Brasil precisa seguir exemplos como India e China que fizeram parcerias com a Russia , mesmo que vc nao tenha uma aeronave puro sangue Br você consegue um preço muito melhor, uma das soluções é produzir sob licença e isso é possivel a partir de um certo número de aeronaves encomendadas…. ah tambem investir igual aos dois paises citados pois sem dinheiro esqueçe, fica nos F5 mesmo.
Abraços e desculpa se falei besteira.

Edcreek
Edcreek
9 anos atrás

Olá, O ministro da defesa da França já tinha dados algumas informações de corte. E até então disse que o programa Rafale não seria afetado. Temos que aguardar uma nova programação do governo(se é que vai haver), já que a principio o Rafale não seria afetado por cortes. A situação de todas empresas de aviação europeias não é boa. Recentemente a gigante Britanica BAE vendeu sua participação na SAAB, vendo uma perspectiva ruim de venda por parte da empresa Sueca. Na Suecia eles atualizarão os JAS-39 até o limite da vida util e não firmam compra do novo modelo o… Read more »