segunda-feira, março 8, 2021

Gripen para o Brasil

A-Darter é disparado com sucesso por Gripen da África do Sul

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Saab informou nesta terça-feira, 20 de julho, que foram realizados testes de disparo do míssil ar-ar A-Darter. Segundo a empresa, os testes realizados na área de provas de Overberg da SAAF (South African Air Force – Força Aérea Sul-Africana) são um importante estágio do programa do míssil ar-ar A-Darter, para o qual foi escolhido o Gripen como plataforma dos testes de integração, com bons resultados.

Segundo Ulf Nilsson, responsável pelo programa Gripen na Saab, “os testes de disparo são um importante marco no programa Gripen. O A-Darter é um programa de colaboração e desenvolvimento entre a indústria local, Denel Dynamics, África do Sul e Brasil, onde a Saab tem uma participação de liderança para a integração de complexos sistemas futuros de mísseis.” Magnus Reneholm, gerente de projeto da Saab para a integração do A-Darter, complementa: “O A-Darter e o Gripen trabalharam acima de nossas expectativas e estamos extremamente satisfeitos com os resultados dos testes de disparo.”

O informe destacou também que o  A-Darter é um míssil ar-ar de curto alcance de quinta geração, para emprego em novas gerações de aeronaves de combate. Na África do Sul, será operacional no Gripen e, no Brasil, é a arma de escolha para os futuros caças do programa F-X2. Além do A-Darter, a Saab também participa do programa do míssil Meteor, resultado de uma cooperação internacional de empresas aeroespaciais líderes na Europa. O Governo Sueco já aprovou a encomenda do Meteor para os Gripens da Força Aérea Sueca.

FONTE / FOTO: Saab

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader

Excelente notícia. Não é por nada não, mas tô botando muita fé no projeto desse míssil. Acho que ainda vai surpreender muita gente.

Ué, mas não teve uma rafalechete que disse que os Gripen da SAAF estavam groundeados? Como é que ele está disparando o A-Darter agora? 🙂

A propósito, quem assistiu à cerimônia de encerramento da Copa do Mundo 2010 pode ouvir um esquadrão de Gripen sobrevoando o estádio.

Sds.

Gutex

Maravilha! Otima notícia para FAB…
Pena que nossos vetores que irão utiliza-lo não saem nunca. Logo teremos de integra-los nos Super Tucanos….

luiz otavio

Caro Vader,

em SP, no dia da F-Indy também teve uma dupla de F5 sobrevoando as marginais, não soube de mais nada, acho que pousaram em ordem. ufa rsrsrssr

Vader

luiz otavio disse:
20 de julho de 2010 às 11:51

Luiz, hehehe, será que ainda tem aquele carro patrocinado pelo US Army na Indy? Se tem e tinha algum militar gringo por lá, deve ter sentido o famoso sentimento de “vergonha alheia”, hahaha…

Aliás, a abertura das 500 milhas de Indianápolis é emocionante pra quem curte aviação. Ano passado (se não me engano) o desfile aéreo foi de um esquadrão de F-22 Raptor. Esse ano (se não me engano) teve um de F/A-18E, bem como um B-29. Linda festa.

Sds.

JOSEF SIMAS Jr.

Gostaria tambem de ver um disparo do A-Darter tambem no F-5M.
Quando sera que vamos ter o prazer de ver ?

Mauricio R.

Foi um disparo guiado ou somente balistico???

Jonas

Alguém sabe qual a quantidade de mísseis a serem comprados por nós? E o que vamos fazer o Piranha-1, Derby e outros de gerações anteriores?

Edu Nicácio

Pois é: dispara A-Darter, dispara Meteor, dispara AIM, dispara Derby, é barato de comprar e operar, a manutenção é simples, pode ser operado em “enxame” com nossos R-99, opera a partir de “estradas”, a Saab ofereceu o desenvolvimento da versão embarcada, usa motor GE F-414 (gerando ganhos de escala), voa em supercruise, tem baixa assinatura ao radar, etc, etc, etc, ad infinitum…

Parece que só o MD não viu vantagens nesse avião, lamentavelmente…

Nick

Caro Edu Nicácio,

O Gripen tem um defeito : não é da Dassault. Com certeza o MD viu as vantagens dele, mas isso nem foi considerado.

A-Darter + Meteor ou A-Darter + AIM120 D…. qualquer uma dessas combinações deveria ser o padrão para os caças do FX-2.

[]’s

Galileu

Não sou expert em misseis como o Bosco, mas Meteor e a-darter com certeza são os melhores, se não o melhor!!

E quem está adiantado para operar os 2, quem quem?? ahahaah

Tito

Ueeeeeé, mas nos testamos no Gripen e vamos comprar o Rafeke??? 🙂

Taz MIranda

Jonas. Até onde sabemos, o Piranha MAA-1 deverá produzido até 2012. Já o Piranhão MAA-1B provavelmente só será produzido em série a partir de 2012. Nosso querido A-Darter só será produzido pra lá de 2017, ou seja, teoricamente os mísseis “seriam utilizados” em tempo diferentes, mas como até hoje tem Mike usando AIM 9B, é de se pensar que teremos ao mesmo tempo lotes dos três misseis no arsenal da FAB. Quanto ao Derby, diferente dos citados acima, é “Além do Alcance Visual”, e usado em conjunto com os outros… Sem falar que vai ficar durante um bom tempo por… Read more »

Combates Aéreos

DARPA promove competição virtual de combate aéreo com inteligência artificial

Participantes vão desenvolver 'pilotos' habilitados para IA para séries de combates aéreos simulados A DARPA selecionou oito equipes para competir...
- Advertisement -
- Advertisement -