Home Indústria Aeroespacial Marina diz que discussão sobre caças foi “apressada”

Marina diz que discussão sobre caças foi “apressada”

144
69

Em visita às instalações da Embraer em São José dos Campos, candidata do PV falou sobre o Programa F-X2

Embora evite opinar sobre qual modelo de caças a FAB (Força Aérea Brasileira) deve adquirir – o francês, o sueco ou o americano –, a candidata do PV à Presidência, Marina Silva, defendeu um debate maior em torno da decisão, em visita realizada nesta segunda-feira (12) à sede da Embraer, em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Segundo Marina, a discussão sobre o tema foi feita de maneira “açodada” pelo Congresso, sem que houvesse tempo hábil para a o debate nas comissões do Senado e da Câmara.

-É claro que nós precisamos cada vez mais equipar a Força Aérea Brasileira, e ter uma atitude preventiva em relação ao nosso sistema de segurança. Nós somos uma potência ambiental, e temos que ter os investimentos corre mecanismos para nos proteger. […] E essas coisas não podem ser feitas de forma açodada, como ocorreu no Congresso, sem os devidos trâmites [para a tomada da decisão].

O governo ainda não anunciou a decisão sobre a compra dos caças, mas já indicou que pode optar pelos aviões Rafale, de origem francesa. Apesar das críticas, Marina disse acreditar que o governo brasileiro irá honrar os acordos que venham a ser tomados, e defendeu a ampliação da proteção das fronteiras brasileiras.

FONTE: R7

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
Vader
9 anos atrás

A Tia Floresteira não sabe nem do que tá falando. Decisão açodada do…

CONGRESSO???

Que decisão que o Congresso tomou? O Congresso Nacional não definiu nada, ele foi COMUNICADO pelo Sr. Jobim da aquisição da JACA à revelia da Força Aérea! E outra: como isso não dá voto, os malditos parlamentares revanchistas fizeram e andaram de montão pro tema…

Possivelmente ela confundiu a questão dos caças com a dos submarinos, fez um furdúncio só e soltou essa pérola.

No mais, mais do mesmo. Pelo menos ela foi até a Embraer, o que já é de se elogiar…

só maróinha
9 anos atrás

é uma falta de respeito com as forças armadas!! só faltava essa..marina silva o pinar sobre os caças..hahahaha eu sei que ela entende é de verde e arvores.

Latino
Latino
9 anos atrás

Vader

Concordo plenamente ;;;o congresso so foi digamos notificado sobre a tal preferencia pelo rafale .
Temos pressa por um vetor .Mas tambem seria muito interessante um amplo debate até na sociedade sobre o tema ..
muito boa a postora da Marina em não deixar o tema cair no silençio .

sds

grifo
grifo
9 anos atrás

Caro Vader, a Marina disse literalmente que “a discussão sobre o tema foi feita de maneira açodada pelo Congresso”, no que ela está absolutamente correta. Na verdade acho até que ela foi educada em usar o termo “açodada”. Eu usaria outros… Para se ter uma idéia, em nenhuma sessão do Congresso sobre o tema jamais foi ouvido um oficial da Força Aérea Brasileira. Em uma das sessões, o Ministro da Defesa se fez acompanhar de um general do Exército, o notório “general-do-ar” Elito. Por aí já temos idéia do nível da discussão. Nas sessões que contaram com a presença do… Read more »

grifo
grifo
9 anos atrás

Caro Vader, a senadora Marina falou que a *discussão* foi feita de maneira açodada. Ela não falou em “decisão” como está no título da notícia aqui no blog. No mais, acho que ela está totalmente certa. As audiências no Congresso com a participação do ministro Jobim foram vergonhosas, principalmente aquela em que ele levou a tiracolo o “general-do-ar” Elito. E para registro, nenhum oficial da FAB jamais foi convidado a participar destas audiências. Estamos falando de um contrato de potencialmente 5 bilhões de euros, maior que o orçamento do Bolsa Família para este ano. Isto precisa ser discutido e até… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  grifo
9 anos atrás

“grifo em 13/07/2010 às 11:49”

De fato, Grifo, o termo deve ter sido digitado erroneamente na redução do título original.
Agora está corrigido para o termo correto, que é “discussão”.

Obrigado por avisar.

Rodrigo Rauta
Rodrigo Rauta
9 anos atrás

Apressada? Alguem deveria dizer a ela que essa decisão esta Atrasada!!! Era pra ter sido tomada a uns 8 anos atras e vem se arrastando até hj!!!
Meus Deus..ela é mais desinformada que o Lula! Salvem-se quem Puder!!!!

Abraços!!!!

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Daqui a pouco o Pelé vai estar opinando sobre o FX2.

E o polvo Paul deverá participar da escolha como consultor independente…….

Icaro
Icaro
9 anos atrás

Nova campanha do blog:

POLVO PAUL PRA DECIDIR O F-X2!

Bruno Fernando
9 anos atrás

Pegue quatro caixas, coloque a foto do F-18 SH, uma do Dassault Rafale outra do Gripen NG e por último a foto de uma Pizza bem grande!

Em qual Paul, o polvo irá comer?

Danton
Danton
9 anos atrás

Outra versão: Marina critica falta de transparência na compra de caças Marsílea Gombata Direto de São José dos Campos Durante a visita que fez à Embraer, em São José dos Campos, nesta segunda-feira (12), a candidata do PV à presidência da república, Marina Silva, criticou o modo como o governo brasileiro tratou o acordo para a compra de novos caças, dando preferência para os franceses Rafale, mesmo com técnicos da Força Aérea Brasileira (FAB) defendendo a qualidade superior dos caças suecos Gripen NG. Para Marina, faltou transparência e diálogo para levar as negociações adiante e não houve consulta a setores… Read more »

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

“…consulta a setores da sociedade, que deveriam ser envolvidos. “Qualquer processo dessa natureza tem de ter transparência. A tramitação no Congresso Nacional ocorreu de forma açodada …”

Sim, somente quem deve ser envolvido principalmente a FAB.

É questão de doutrina também, a FAB escolhe e o governo trata de viablizar e pronto. Se for conversar com todo mundo ferrou também!!!

E o congresso, câmara, o que for na área política, precisam se preparar melhor, ter representantes bem melhores que os atuais.

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

“…consulta a setores da sociedade…”

Pronto !!! Já abre precedentes para a participação do povo Paul, do Pai Gallo, cigana Sandra Rosa Madalena, da CBF …..

Paulo
Paulo
9 anos atrás

O que está havendo é muita conversa e pouca ação, isso sim.

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Nós merecemos mesmo….

Edu Nicácio
9 anos atrás

Alguém poderia explicar à essa digníssima senhora que estamos há DOZE (12) anos nesse processo de escolha de um novo caça multi-função para a FAB?!

Marina, se não sabe, não fala.

PS – Não concordo com muita discussão em torno de contratos militares. Eles devem decidir o que querem e o MD dizer se acata ou não. Simples assim.

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Se o NJ pode opinar…

Se o Marinho pode opinar…

Por que a Marina não pode ?

M1
M1
9 anos atrás

Setores envolvidos que deveriam ser ouvidos: FAB + AMBRAER e empresas brasileiras do ramo.

Setores que deveriam ter ouvidos: Presidente + MD

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

“…Se o NJ pode opinar…

Se o Marinho pode opinar…

Por que a Marina não pode ? …”

Claro que pode !

Mas vai pode ter de ouvir o que não pode, o que não quer ! rsrsrsrsrsrsr!!

Nick
Nick
9 anos atrás

Talvez tenha faltado realmente uma discussão maior no Congresso. Seria interessante o Saito, Jobin, presidente da Embraer representantes das 3 empresas debatendo de maneira bem clara as 3 propostas.

[]’s

ZE
ZE
9 anos atrás

Olha, eu gostei e não gostei do que ela disse. Está mais do que claro que a decisão foi afobada. Tentaram (e estão tentando) empurrar o Rafale no grito. Está também claro que, a decisão deveria vir da FAB, e não de políticos que nem sabem diferenciar um submarino de um avião de caça !!!! Repito: quem vai operar esses caças por, no mínimo, 30/40 anos é a FAB. Quem vai conviver com o orçamento para tal é a FAB. Quem sabe qual é o melhor caça para a FAB é a FAB. Os políticos deveriam se contentar em ficar… Read more »

RescFox
RescFox
9 anos atrás

Uns punhados de Su-35 já está de bom tamanho! não vamos ter transferência de tecnologia mesmo!

ZE
ZE
9 anos atrás

Nick disse: 13 de julho de 2010 às 13:04 Nick, essa discussão seria inócua, pois todos sabemos, de forma exaustiva, as posições dos atores dessa novela. Saito = Como não poderia deixar de ser, ele apóia a COPAC que já referendou o Gripen NG; Jobim = Esse reza e faz de tudo para fazer o Rafale o ganhador, inclusive comparando certo caça de alta complexidade tecnológica a engradados de refrigerante (como se isso fosse o papel de um Ministro LEIGO !!!). EMBRAER = No fim de outubro, o VI-CE PRE-SI-DEN-TE da Embraer para o Mercado de Defesa, Orlando José Ferreira… Read more »

Raptor
Raptor
9 anos atrás

Zé, nem apresentação de power point o Congresso tem saco de ver… 30000 laudas, nem por milagre…

Compra de equipamento militar não é possível sem ouvir a parte técnica.

Abs.

Edmar
Edmar
9 anos atrás

Caros Amigos do Blog, uma pequena atenção.: Há quem diga que os “Dassault Rafale F-3” já foram comprados e está sobre silêncio!?! Há quem diga que a FAB esteja interessado no “PAK FA T-50” e possivelmente possamos voar 36 caças “Mirage 2000 5” da França e ter mais alguns “F-5”!?! Há quem diga que vamos voar os “Mirage 2000 9” dos EAU, pois houve uma “possível visita” para ver estes aviões lá e até quem diga que iria vir as 66 unidades que estariam lá servindo aquela Força Aérea e os nosso “Mirage 2000” seriam desmanchados para peças!?! Há quem… Read more »

claudio
claudio
9 anos atrás

Alguém consegue como a compra dos caças foi car nessa lenga lenga?
Compramos submarinos e ninguem falou nada, compramos uns blindados e ninguém falou nada, compramos até heli dos Russos e ninguém falou nada.
PQ a compra dos caças têm que ser tão complicada? Até o meu filho de 10 anos já tá falando sobre compra de aviões para a FAB.

LBacelar
LBacelar
9 anos atrás

“açodada”??? Estamos desde 95 na espera…

A Tia Alface não sabe do que fala. Se ela for eleita, prevejo o dia em que a FAB voará com os seus Ipanema bio-diesel e o exercito nos defenderá com porretes (de madeira não pode)!!!

Só rindo

Darkman
Darkman
9 anos atrás

Ele devia estar (………………) !!! rs..rs..rs… só pode !!!
Ainda se candidata a Presidente.

Abs.

COMENTÁRIO EDITADO

castro
9 anos atrás

o dunga seria o cara mais indicado para selecionar os caças..hahaha

FelipeTP
FelipeTP
9 anos atrás

Em todos os lugares, a anos, o Fx-2 vem sido debatido: Blogs, foruns, orkut… mas em apenas um lugar isso não é debatido de forma e quantidade necessária: no congresso.

Não adianta falar que estamos falando do FX a 50 anos se não há debates no congresso, o lugar muito importante para o assunto.

Paulo Taubaté
Paulo Taubaté
9 anos atrás

Só o Dunga pra decidir o F-X2.

Ele decide e pronto. Certo ou errado, ele decide.

Fo@#$%¨&*da-se o resto….

E naum tem nem pro Fantástico….

claudio
claudio
9 anos atrás

Só para constar, não sou contra os debates sobre questões relacionadas a compra de material belico.
Só acho q. tem pouca ação no caso envolvendo o FX.

luiz otavio
luiz otavio
9 anos atrás

se todos os concorrentres cumprem o exigido com louvor, pega-se o mais barato, Gripen. mas há uma teoria que diz que em países continentais como o nosso, o Gripen necessitaria de muitos revos e isso o encarece e coloca mais vidas em risco. alguém já calculou isso? seria a minha última dúvida, não entendo porque demoram tanto para decidir, lembrei, é uma decisão política, mas na hora o embate qual o político que pilotará? kkkkk

Fabio
Fabio
9 anos atrás

Vamos por partes: – Normalmente a idéia da compra de material militar é feita a partir de um “ideal” casado com a necessidade das FA; – Só depois entram os fatores políticos e orçamentários; – E só depois de equacionados os temas (60% políticos, 30% orçamentários, 10% necessidade) é que se adquire algum material; – Nos ultimos anos, com uma atualizada política de segurança nacional, os fatores TT e industria nacional foram incluidos na equação, o que dificultou mais ainda a sua solução; – Quando fala-se em fator político leia-se interesses de todos os tipos, menos o conhecimento militar/doutrinário necessário;… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
9 anos atrás

Já estão discutindo a questão dos caças há dez anos,querem discutir o que mais,se vale mais a pena comprar caças ou dissolver a Fab ???
Nós precisamos desses caças pra ontem,e claramente a discussão que precisa ser feita é quando vamos começar a trabalhar no nosso próprio caça,não no qual comprar…

ZE
ZE
9 anos atrás

Em bem da verdade, só uma pequena observação:

A AUTONOMIA dos 3 caças do short list são EQUIVALENTES !!!!!

Sem essa de REVO do REVO do REVO, até porque os caças devem ser espalhados por todo o território nacional, e não concentrados em um só ponto.

Agora, se vamos comprar um caça caríssimo, e assim sendo, poucas unidades do mesmo, é melhor estarmos preparados para fazer o REVO do REVO do REVO do REVO do REVO do REVO….

Se formos comprar poucas unidades do caça, tanto faz ser o caça A, B ou C (haja REVO).

[ ]s

zmun
zmun
9 anos atrás

Vcs assistem o teste de qualidade do congresso no CQC da band??
Passa na segunda de noite. Danilo Gentilo faz perguntos óbvias, que todo brasileiro deveria saber e, um parlamentar ter a obrigação de saber. Cara, as respostas são hilárias!!! Quem nunca viu, sugiro que procure no youtube, é revoltante. Dissem que todo país tem o congresso que merece. Eu fico pensando: ” Quem são os @$#$$% que votam nos caras desses??”

GSV
GSV
9 anos atrás

Boa tarde a todos! Ao ler todos e re-ler alguns comentários… para inicio de debate acredito que nós admiradores de aviões de combate devemos ter como premissa ser admiradores tb da democracia. “Vide história dos recentes conflitos” Então se o FX-2 será pago por nós contribuintes pq não discutir o assunto no Congresso e Senado? Se nós elegemos todos os que aquela casa habita pq não por em discussão o pleito? Nos EUA a cada investimento militar existe enorme debate sobre o assunto e se queremos ser ao mínimo detentor da tecnologia supersônica para fins militares pq não discutir se… Read more »

luiz otavio
luiz otavio
9 anos atrás

valeu a resposta Zé, então são todos equivalentes e os Revos não farão diferença (exceto no SU-35, fora da final). na minha inútil opinião ficaria de Gripen, pois é mais barato e mais fácil de manter. sobre o congresso e a observação do zmun, apenas lembro que o CQC faz perguntas de manchetes que estão nos jornais, eles o mostram antes e saem perguntando inclusive se o parlamentar lê jornais, depois manda ver, é rir para não chorar.

J. Claro
J. Claro
9 anos atrás

Assuntos relacionado com Defesa tendem sempre ser tratados de maneira atabalhoada se a pessoa não conhece exatamente do que se trata.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
9 anos atrás

Those poor ____________, always the ____________.

EDITADO. MOTIVO: “POOR” VOCABULÁRIO

ZE
ZE
9 anos atrás

luiz otavio disse:
13 de julho de 2010 às 17:03

luiz otavio, a sua opinião é partilhada pela maioria.

Querem empurrar o Rafale goela abaixo.

Se o Rafale for o escolhido (escolhido não é comprado), pode ter a certeza que vários dossiês irão parar na TV, internet, jornais…

Vão ter que explicar o porquê de funcionários do Ministério da Defesa terem ido à França, ficando hospedados na Mansão/Castelo do Serge Dassault.

Ps: o vinho $ervido no castelo deve ter sido de primeira.

[ ]s

Vitor
Vitor
9 anos atrás

Coitada. Nesse tempo de FX dava pra formar 2 geracoes completas de engenheiros. Ela acha isso pouco? :p

Fabio
Fabio
9 anos atrás

Acho importante as várias opiniões dadas aqui no Blog, significa que começa a existir no Brasil uma mentalidade ligada a importancia das FA, porem algumas são um tanto superficiais. Não achem por favor que existe alguma nação do G7 interessada em que o Brasil se torne minimamente independete, militarmente falando. Aqueles que acham que assuntos de defesa tem que ser discutidos em “praça pública”, com todo respeito, não conhecem nem superficialmente a profundidade do tema. Em relação ao equipamento “mais barato”, “mais facil de manter”, “com mais TT”, “com item americano”, são expressões usadas por pessoas que na maioria dos… Read more »

zmun
zmun
9 anos atrás

Fabio, discordo quando vc diz que o FX2 mudará a doutrina operacional da fab. Muito pelo contrário, o FX2 eh que tem que ser adaptável ao nosso cenário e a nossa realidade. Dai o Gripen ser o escolhido da fab. Quando aos custos, claro que não de forma exata, mas eh isso o que tem sido noticiado. Se vc juntar os pauzinhos, analisando toda a histório dos concorrentes, chegará a esses valores tambem. Dai o Gripen ser o escolhido da fab. Lembro ao amigo que o gripen foi o primeiro caça a ter os custos do ciclo de vida considerados… Read more »

Fabio
Fabio
9 anos atrás

zmun

quando vc recebe um material novo, a primeira coisa é conhecer o que ele realmente pode fazer, isso ninguem ensina e não vem em manual de fabrica;

após isso vc “casa” esse novo equipamento com a doutrina que já existe;

e depois vc “modifica” a doutrina de emprego existente, em função das novas alternativas que a tecnologia do novo equipamento podem proporcionar e que não eram possíveis antes;

todo esse caminho leva anos…

ou seja: cada dia que o FX-2 é prorrogado são dias de atraso em doutrina e maneira de emprego.

Braziliano
Braziliano
9 anos atrás

Pena que se engessou a discussão no tema:
Qual o melhor caça para a FAB!

Quando deveria também haver uma outra vertente:
QUAIS os melhores caças para a FAB!

É uma pena para o Brasil! Que inveja dos Indianos e Chineses!

zmun
zmun
9 anos atrás

Fabio, resumindo tudo o que vc disse: ” a doutrina continua a mesmo, o que muda são as capacidades da força.” Concordo. O FX2 vem para fazer o mesmo serviço que os F-5M jah fazem. Lógico, de forma muito mais efetiva!!!
abç

Fabio
Fabio
9 anos atrás

Falando em doutrina… lembro de um relato que li de pilotos ingleses após a guerra das malvinas (não lembro onde). no primeiro combate aéreo, os ingleses ao verem a formação tática argentina semelhante ao que era usado na 2 guerra mundial, acharam que aquilo era uma “finta”, um “despiste” de como iriam combater… só depois dos primeiros combates, com todas as perdas do lado argentino, é que acreditaram que a doutrina argentina estava ainda ligada ao combate aéreo da 2 guerra mundial… isso valeu também para a defensiva terrestre montada pelos argentinos nas ilhas, com táticas modernas, os ingleses derrotaram… Read more »

zmun
zmun
9 anos atrás

Braziliano, isso tbem tem a ver com o doutrina que eu falava com o Fabio. A doutrina da fab eh o padronização. Para diminuir custos, não capacidades. E nisso o Fabio pode estar certo, se o rafale for o escolhido, e nudará a doutrina da fab. Dificilmente será adotado como caça único da fab. 120 desses porcarias ninguém merece. A fab teria que pensar em outro caça.