domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Spitfire e Typhoon, no Waddington’s International Air Show

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A foto acima foi divulgada pela Eurofighter nesta quinta-feira, 8 de julho, e mostra a terceira vez em que essa belíssima cena foi vista nos céus ingleses neste verão do Hemisfério Norte: um Eurofighter Typhoon e um Supermarine Spitfire voando em formação, marcando o setuagésimo aniversário da Batalha da Inglaterra. A foto acima foi tirada no Waddington’s International Air Show, da RAF (Força Aérea Real), realizado nos dias 3 e 4 de julho.

Segundo o informe da Eurofighter, o ponto alto da apresentação consiste, após uma demonstração da capacidade do Typhoon de acompanhar o Spitfire a baixa velocidade, na realização de um break seguido de uma subida do jato na vertical, sumindo rapidamente da vista do público. A apresentação da dupla deverá se repetir nos próximos dias 17 e 18 de julho, no Royal International Air Tattoo.

As manobras a baixa velocidade podem ser vistas no vídeo abaixo (que, infelizmente, ficou devendo a subida após o break).

FONTE / FOTO: Eurofighter

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alexandre Galante

Espetacular, Nunão!

Joca

Interessante mesmo. Já imaginei como ficaria um combate entre um caça moderno contra um super tucano por exemplo, se em um fictício “dog fight” o avião movido a hélice teria alguma chance. Não sou piloto, então não entendo o suficiente para saber do comportamento de ambos, mas como fascinado por aviação de combate, gostaria de saber se algum dos ilustres membros aqui do Blog poderia fazer algum resumo de um combate assim, levando em conta a velocidade máxima apenas do movido a motor, evidente. Em uma batalha real, acredito que um vetor moderno apenas precisaria acelerar o suficiente para “escapar”… Read more »

Fabio

Esse Typhoon é lindo demais !

PC

Mesmo após 70 anos continua sendo uma linda aeronave – obra de arte.
Sds

Theo Gatos

Nossa que cena linda!!! Demais esse post!!! Obra de arte Nunão…

Em alguns momentos parece que o Typhoon perde pressão aerodinamica (sustentação) em um ponto crítico, mas a habilidade de homem+máquina é perfeita…

Nada a ver mas me lembrou um pouquinho a F-1 quando o safetycar entra na pista e parece “se matar” para andar a uma velocidade alta enquanto os F-1 parece estar apenas “andando” na pista… O Typhoon estava apenas “flutuando” atrás do Spitfire…

JZG_Pedro

Po, com um Spitfire desses, falar SÓ do Typhoon é sacanagem! Esse jatinho tem que comer muuuito feijão com arroz para chegar aos pés do Spitfire.

Impressionante, o vídeo… tá bom que as velocidades são muito diferentes, mas esse Spitfire (Mk.IX?) voa mais rápido que isso! O Typhoon tá com um ângulo de ataque tão grande que quase estola na cabeça de todo mundo.

Giordani RS

Que belíssima imagem!
O Ty voa “pendurado” no motor!
O respeito ao Passado é a garantia de Futuro…

Nick

Parece um Tubarão atrás de uma Sardinha….. 😀

Video muito bom mesmo. O Typhoon deve estar quase no limite do Stol.

[]’s

Mauricio R.

Não diria que estaria no limite do Stol, pois o slat do bordo de ataque das asas, está completamente aberto.
Isso re-energiza o fluxo de ar sobre a asa e adiciona sustentação.

Mauricio R.

“Já imaginei como ficaria um combate entre um caça moderno contra um super tucano por exemplo, se em um fictício “dog fight” o avião movido a hélice teria alguma chance.” No Vietnan, 4 Skyraider abaterem 1 Fresco e o outro correu avariado. Os ac americanos foram interceptados a média altitude, vantagem do Mig, mas manobraram e trouxeram o combate p/ baixa altitude, vantagem dos ac á hélice, se dividiram em pares e usando uma manobra defensiva; encurralaram os ac da NVAF. Hoje em dia, só se o piloto do jato gostar de fortes emoções, é travar o alvo no radar… Read more »

Andre

Estah aberta a temporada de shows aereos no hemisferio norte onde voos com aeronaves de geracoes diferentes eh relativamente normal. A USAF chama de Heritage Flight.

JZG_Pedro

Tem também o P-51 que derrubou um Mig-15 na Guerra da Coréia..

ivanildotavares

Show de bola, Nunão.

ivanildotavares é GUPPY

Vader

Joca disse:
8 de julho de 2010 às 20:58

“gostaria de saber se algum dos ilustres membros aqui do Blog poderia fazer algum resumo de um combate assim”

Amigo, dê uma lida nesse post e nos comentários. Talvez interesse para responder sua questão:

http://www.aereo.jor.br/2010/03/16/armamento-ar-ar-para-o-at-29-uma-analise-da-eficacia-operacional/

Sds.

Últimas Notícias

Os jatos mais avançados da Força Aérea dos EUA podem estar vulneráveis ​​devido às suas próprias armas

A Força Aérea dos Estados Unidos tem algumas das aeronaves mais sofisticadas do mundo e está desenvolvendo jatos mais...
- Advertisement -
- Advertisement -