Home Estratégia Fase final do ‘Peace Cesar’: começa a devolução dos F-16 operados pela...

Fase final do ‘Peace Cesar’: começa a devolução dos F-16 operados pela Itália

228
9

O programa ‘Peace Cesar’, que desde 2003 vem preenchendo uma lacuna na Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare) entre a desativação dos F-104 ASA-M e o reequipamento com o Eurofighter Typhoon, está chegando ao fim.

A Aeronautica Militare divulgou fotos do final do mês passado, em que aeronaves F-16 provenientes do 37º Stormo, em Trapani, foram trasladadas de volta aos EUA. A primeira formação decolou em 21 de junho para chegar no dia 24 a Tucson, no Estado de Arizona (EUA), após várias escalas e reabastecimentos em voo.

A entrega das aeronaves se deu na Base Aérea de Davis-Monthan, sede do 309° AMARG (Aerospace Maintenance and Regeneration Group), onde são estocados aviões excedentes para fornecimento a países aliados e eventual volta ao serviço nas Forças Armadas dos EUA.

O traslado foi apoiado por um C-130 J da 46ª Brigada Aérea de Pisa, que forneceu suporte logístico e de manutenção durante as escalas, além de assistência para eventuais necessidades de Busca e Salvamento.

Esta primeira fase do término do programa deverá ser completada em julho, com a partida de uma segunda formação de F-16. O programa ‘Peace Cesar’ tem seu final previsto para junho de 2012.

No início de junho, a Aeronautica Militare já havia divulgado o encerramento das operações do F-16 no 5º Stormo (da Base Pisignano di Cervia), que entregou suas aeronaves para o 37º Stormo, em evento realizado em 4 de junho e que é ilustrado pela foto mais abaixo. O 5º Stormo vinha empregando o caça norte-americano desde janeiro de 2004, e está se preparando agora para mudar de missão: segundo informe da Aeronautica Militare, a unidade deverá se dedicar a missões SAR (Search and Rescue – Busca e Salvamento), sendo reequipada com helicópteros.

Agora, o 37º é a última unidade a operar o F-16 na Força Aérea Italiana, compartilhando com os Eurofighter Typhoon do 36º Stormo (de Gioia del Colle) e do 4° Stormo (de Grosseto) as missões de alerta em proveito da defesa do espaço aéreo italiano e no âmbito da OTAN.

Leia mais a respeito do programa ‘Peace Cesar’ no primeiro link da lista a seguir, e veja mais matérias sobre, a defesa aérea da Itália, a cargo de caças Typhoon e F-16, nos outros links. Veja também links sobre o 309° AMARG, destino dos F-16 deste matéria.

FONTE / FOTOS: Aeronautica Militare (Força Aérea Italiana)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
V.T.G.
V.T.G.
10 anos atrás

Alguém poderia fazer uma sucinta comparação entre o F-16 e o Eurofighter?

Edgar
10 anos atrás

F-16: Monomotor, preço baixo, um dos aviões de guerra mais vendidos da história.

EF: Bimotor, supercruise, segundo alguns o melhor avião 4,5 geração atual, opera (hoje) apenas em alguns países da Europa e é 20 anos mais novo que o F-16.

Essa comparação é totalmente superficial.

Para maiores detalhes:

http://en.wikipedia.org/wiki/General_Dynamics_F-16_Fighting_Falcon

http://en.wikipedia.org/wiki/Eurofighter_Typhoon

Fabio Mayer
Fabio Mayer
10 anos atrás

O EF é o Rafale do resto da Europa, segundo os franceses…:)

tiagojl
tiagojl
10 anos atrás

Por um segundo fiquei assustado com esse supercruise do Typhoon até descobrir que ele só consegue isso na configuração limpa, assim até o F-104 tem também :X

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Addio mio caro Viper!

SABRE
SABRE
10 anos atrás

Esses aviões tem a cara do Chile, Argentina e Colômbia, apesar desses países não estarem interessados neles! Não engulo a Colômbia modernizando Kfir,sendo uma grande aliada do EUA e estando sempre pressionda pela Venezuela, acredito que os EUA venderiam esses aviões a preço de banana para a Colômbia!

Paulo Costa
Paulo Costa
10 anos atrás

Se ja recebemos varios Hercules da Italia,porque não recebermos estes tambem…..Se a FAB quiser,consegue rapidinho,block 15 com bvr,
se a Italia usou,porque não podemos…………
Depois compramos o Master bi-motor,de treinamento,supersonico,
com transferencia de tecnologia,no que puder,claro,vai la FAB,vai…

Ivan
Ivan
10 anos atrás

Paulo Costa,

Estes F-16 são de propriedade dos EUA, possivelmente da US Air Force ou da Reserva.

Foram arrendados à Itália, através do referido programa, para cobrir uma lacuna entre os StarFighter e Typhoons.

Abç,
Ivan.

Paulo Costa
Paulo Costa
10 anos atrás

Arendamos também,afinal não assinamos um acordo com eles
a pouco tempo?Tudo tem jeito,se quiserem sai…..